Internet 4G dá seus primeiros passos no Brasil

O mercado de telefonia móvel brasileiro deve começar a se mobilizar para a introdução da banda larga 4G, tendo em vista o cronograma recentemente aprovado pela Anatel.

A nova frequência irÁ aumentar a velocidade da navegação móvel em cerca de dez vezes em relação à rede 3G, afetando significativamente serviços como mensagens instantâneas, TV móvel e vídeo-chamada.


O cronograma marca para o final de novembro o início da anÁlise do edital de licitação que possibilitarÁ às operadoras o acesso à faixa de frequência de 2,5 GHz para oferecer a tecnologia 4G. Em 2011, serÁ realizada a consulta pública para sugestões e, por fim, sua publicação deve sair em setembro do mesmo ano.

Para Marco Galaz, diretor de telecomunicações da Everis Brasil, consultoria multinacional que oferece soluções de negócio globais e tecnologia da informação, os impactos da nova tecnologia podem transformar o consumidor em  um parceiro que pode gerar e vender conteúdo. Com isso, as operadoras deverão reajustar sua infraestrutura para abrigar esse novo modelo de negócio.

O executivo ainda prevê que o acesso à telefonia e internet móvel chegarÁ a uma significativa parte da população que, antes, estava impossibilitada de usufruir desses serviços, principalmente por problemas de cobertura.

No final de agosto, a Anatel autorizou pedidos de homologação de produtos que utilizem a tecnologia 4G, que estavam suspensos desde 2009. A previsão é que o serviço passarÁ a ser oferecido a partir do segundo trimestre de 2013.

Assuntos
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.