Requisitos mínimos e recomendados de Sekiro: Shadows Die Twice são divulgados

A desenvolvedora e distribuidora From Software revelou os requisitos mínimos e recomendados do game de ação e aventura Sekiro: Shadows Die Twice. Eles mostram que o jogo não é muito mais pesado que o último lançamento da empresa para os computadores, Dark Souls III.

Site oficial - Sekiro: Shadows Die Twice

Os requisitos mínimos são relativamente leves para os tempos de hoje, com as CPUs mais básicas sendo Intel Core i3-2100 e AMD FX-6300. A empresa também pede apenas 4GB de RAM e placas de vídeo de 2012 (AMD Radeon HD 7950) ou de 2013 (Nvidia GeForce GTX 760).

O game ocupa 25GB de espaço na máquina do usuário e utiliza apenas a API DirectX 11 – nada de suporte ao DirectX 12 até o momento.

 

Já no que a From Software recomenda para uma experiência ideal, encontram-se os processadores Core i5-2500K e Ryzen 5 1400, assim como 8GB de memória RAM. Em termos de placa de vídeo, a empresa fala em GeForce GTX 970 e Radeon RX 570.

Sekiro; Shadows Die Twice será lançado daqui a 6 semanas, no dia 22 de março de 2019. O jogo estará disponível para PC, Xbox One e PlayStation 4.

Confira abaixo os requisitos do game:
Requisitos Mínimos
SO: Windows 7 64-bit | Windows 8 64-bit | Windows 10 64-bit
CPU: Intel Core i3-2100 | AMD FX-6300
Memória: 4 GB RAM
GPU: NVIDIA GeForce GTX 760 | AMD Radeon HD 7950
DirectX: Version 11
Rede: Broadband Internet connection
Armazenamento: 25 GB available space
Placa de som: DirectX 11 Compatible

Requisitos Recomendados
SO: Windows 7 64-bit | Windows 8 64-bit | Windows 10 64-bit
CPU: Intel Core i5-2500K | AMD Ryzen 5 1400
Memória: 8 GB RAM
GPU: NVIDIA GeForce GTX 970 | AMD Radeon RX 570
DirectX: Version 11
Rede: Broadband Internet connection
Armazenamento: 25 GB available space
Placa de som: DirectX 11 Compatible

Via: PC Games N, Game Reactor
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Já comprou novamente um mesmo game em outra plataforma?