Christine McConnell e Warner Bros. criam bolo inspirado em Mortal Kombat 11

A Warner Bros. fez uma parceria com a confeiteira Christine McConnell – conhecida pela série da Netflix, The Curious Creations of Christine McConnell – para criar um bolo inspirado no game Mortal Kombat 11. Apesar desse título em especial ter se encaixado bem com as temáticas dela, essa foi a primeira vez que a confeiteira trabalhou baseada em games.

Quando recebeu o contato da distribuidora, McConnell não sabia se ela sequer deveria aceitar a proposta, inclusive por não saber como os gamers iriam reagir a algo que ela fosse assar. Afinal, seu trabalho envolve primariamente coisas baseadas em contos de fada com um estilo dos anos 50.

  

Ela só foi se decidir por aceitar o trabalho quando conversou com seu irmão mais novo sobre o assunto. Com o encorajamento dele, McConnell decidiu fazer um pouco de pesquisa e então fazer os confeitos baseados em Mortal Kombat 11.

"Eu sou muito próxima de meu irmão mais novo, e eu mencionei a ele que trouxeram minha atenção a isso e ele imediatamente ficou empolgado. E ele ficou tipo 'você tem que fazer isso'".
- Christine McConnell, confeiteira e atriz da série The Curious Creations of Christine McConnell

No final das contas, a confeiteira acabou ficando satisfeita com o resultado e grata por ter decidido enfrentar o desafio. Conforme aponta o site Engadget, a reação dos fãs da série e dos próprios seguidores de McConnell foi esmagadoramente positiva.

"Eu não pensei que isso fosse se sair bem com minha base de fãs e, surpreendentemente, foi um grande hit para mim. Eu não tinha nem percebido que as pessoas eram tão fanáticas em relação a essa marca e conhecesse tanto sobre ela. Esses posts que eu coloquei no ar são alguns dos meus mais bem sucedidos, o que foi meio que uma surpresa legal".
- Christine McConnell, confeiteira e atriz da série The Curious Creations of Christine McConnell

Via: Engadget
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.