NET e Claro voltam a falar com a Anatel sobre limitar a internet com franquias

Um fantasma de 2016 está de volta: as franquias na internet fixa. Após o tema gerar muita polêmica e movimentação em 2016, a NET e a Claro pediram para que a Anatel pense sobre liberar o limite de dados em planos de internet fixa no Brasil. O órgão do governo está montando a agenda regulatória que vale para 2019 e 2020.

Caso isso aconteça, a internet fixa funcionará de forma similar ao que temos nos smartphones, com o consumo de dados sendo o principal fator na hora da venda, e não a velocidade. Assim, quando você passar do limite de GB que contratou, terá que comprar um pacote adicional para continuar conectado. Após grande repercussão e recepção negativa dos internautas brasileiros, a proposta foi proibida em 2016 pela Anatel.

Estabelecer franquias em internet de
banda larga fixa é um absurdo [Editorial]

O pedido da Claro, que também detém o controle da NET, requisita que a agência de regulação analise os impactos econômicos da adoção de franquias. A operadora acredita que a novidade traria mais "liberdade nos modelos de negócios" das empresas de telecomunicações.

Para o consumidor, a ideia não é nada boa, já que serviços de streaming e games costumam consumir uma grande quantidade de dados, o que tornaria mais caro utilizar planos mais simples de internet. Segundo nossos testes feitos em 2016, um episódio de 20 minutos de uma série da Netflix consome cerca de 1 GB de dados. Com isso em mente, o usuário possivelmente não conseguia maratonar uma temporada de Stranger Things no serviço se tivesse uma assinatura mais básica.

Nos games, o buraco é ainda mais embaixo, basta ver o tamanho dos arquivos que baixamos diariamente para jogar. Resident Evil 2, por exemplo, precisa de 26 GB para ser instalado, o que é um baita download.

A NET, Vivo e Oi já possuem franquias de dados em seus planos de internet fixa, mas que não podem ser aplicados por causa da proibição da Anatel. Ainda assim, você pode ver o limite de consumo que deve ser aplicado pelas empresas caso a medida seja permitida algum dia.

NET
5 Mb/s: 20 GB
15 Mb/s: 80 GB
35 Mb/s: 100 GB
60 Mb/s: 150 GB
120 Mb/s: 200 GB
240 Mb/s: 400 GB
500 Mb/s: 500 GB

Vivo
50 Mb/s: 170 GB
100 Mb/s: 220 GB
200 Mb/s: 270 GB
300 Mb/s: 300 GB

Oi
5 Mb/s: 70 GB
10 Mb/s: 90 GB
15 Mb/s: 110 GB
35 Mb/s: 130 GB
100 Mb/s: 200 GB
200 Mb/s: 500 GB

Via: Tecnoblog
Assuntos
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?