AMD Radeon VII terá apenas design referência e baixa disponibilidade [rumor]

[+update]: A AMD soltou um comunicado sobre as informações circulando acerca da Radeon VII e sua disponibilidade. A empresa não divulga números de produção, porém de acordo com a nota a "Radeon VII estará disponível através de parceiras e no site AMD.com e esperamos trazer uma quantidade suficiente para antender a demanda dos gamers".

 

[+texto original]: A AMD anunciou durante a CES 2019 sua nova placa de vídeo do segmento gamer high-end, a Radeon VII. A placa tem lançamento no dia 7 de fevereiro com preço sugerido de 699 dólares, e surge como uma competidora para Nvidia GeForce RTX 2080, placa com preço semelhante. Porém algumas informações que circulam dão sinais que talvez o impacto desse lançamento não seja tão amplo quanto o que a comunidade gamer tanto precisa nesse segmento, já faz uns anos.

De acordo com o TweakTown, a disponibilidade desse produto pode ser bem limitada, com apenas 5000 unidades chegando às prateleiras no lançamento. As fontes não identificadas do site também afirmam que a AMD estaria saindo no prejuízo com a venda de cada placa, que é basicamente o projeto da Radeon Instinct MI50 modificado para atender ao mecado gamer.

Com essa situação bastante restrita, não é uma surpresa que as chances sejam bastante baixas de vermos projetos customizados da Radeon VII por outras empresas. De acordo com o site Tom's Hardware ainda não vazou nenhuma Radeon VII com um sistema de resfriamento projetado por outras companhias porque "não existe nenhum".

Para nossa sorte, porém, dessa vez o projeto referência não é aquele tradicional de apenas um blower, como aconteceu com a Vega 64 e 56, onde entre os poucos modelos disponíveis a única modificação um adesivo de outra empresa no único fan. A Radeon VII vem equipada com três fans, o que dá margem para otimismo sobre sua performance térmica e nível de produção de ruído, aspectos que os modelos referência da AMD se saíam muito mal.

A baixa disponibilidade também pode ser um efeito da opção por uma litografia tão nova como os 7nm da TSMC. Além de precisar atender a demanda dessa nova Radeon, da linha AMD Instinct para supercomputadores e os futuros processadores Zen2, que também usarão essa litografia, a AMD precisa disputar a disponibilidade desse processo moderno e caro de fabricação com todos os demais potenciais clientes da fabricante asiática de chips buscando por produtos em 7nm.

Fonte: TweakTown
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

O gameplay de Marvel’s Avengers mudou sua primeira impressão do jogo?