Alienware Legend Area-51m é um notebook gamer que permite upgrade de CPU e GPU

Por Carlos Felipe Estrella 09/01/2019 14:58 | atualizado 15/08/2019 16:24 Comentários Reportar erro

A Dell apresentou sua nova sub-marca Alienware Legend durante a CES 2019, que já chega com tudo trazendo um produto inédito ao mercado: o notebook gamer Area-51m, que permite que o usuário faça upgrade de seu processador e de sua placa de vídeo.

Isso é algo que normalmente estava reservado apenas aos computadores do tipo desktop, que são completamente modulares. No caso de notebooks, é mais como que apenas a memória RAM e o HD (ou SSD) sejam removíveis e atualizáveis.

  

De acordo com os engenheiros da Dell, a ideia era fazer um produto que fosse o oposto do que os laptops para jogos estão se tornando hoje: mais finos e mais leves – agrandando mais usuários casuais do que entusiastas.

Para permitir que o usuário faça upgrade do processador, a empresa decidiu utilizar processadores Intel Core para desktop no Area-51m. O notebook tem até o socket tradicional, exatamente como aqueles vistos em placas-mãe para desktop. Por isso, o usuário pode trocar a CPU que vem no laptop por um modelo para computadores comprado numa loja.

Só que aí já há um problema: inicialmente, o valor desse upgrade não será significativo. Isso porque a Dell não irá comercializar o Area-51m com um Core i3 – o que justificaria a troca por um Core i9, por exemplo. Outro problema é que nada garante que a Intel tornará as CPUs de 10ª geração compatíveis com o socket LGA1151.

A questão da atualização de placa de vídeo fica ainda mais complicada, já que o notebook utiliza um formato proprietário conhecido como Dell Graphics Form Factor (DGFF). No momento, a empresa já confirmou que irá produzir as GeForce RTX 2060, RTX 2070 e RTX 2080 nesse padrão.

Por um lado, isso quer dizer que eles estão usando o chip para desktop em sua potência completa. Por outro, o único caminho de upgrade realmente garantido é entre placas Turing – da RTX 2060 para a RTX 2080, por exemplo. Afinal, não há como saber se a Dell continuará produzindo GPUs DGFF na próxima geração, e não existe confirmação de que Nvidia e AMD farão o mesmo.

 

O Area 51-M tem tela de 17,3 polegadas com resolução Full HD e até 144Hz de taxa de atualização. Os processadores oferecidos incluem Core i7-8700, Core i7-9700K e Core i9-9900K. Ele vem com 2 fontes de alimentação: apenas uma é necessária para tarefas cotidianas, mas é recomendado usar ambas na hora de jogar.

O preço sugerido para o Area-51m em mercados internacionais é de US$ 2.549 (R$ 9.373 em conversão direta).

Via: Extreme Tech, The Verge Fonte: Mundo Conectado
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você se importa com a temperatura da série RX 5700?