Razer disponibiliza software para fazer mineração em PCs em troca de Razer Silver

Em uma possível parceria com a GammaNow a Razer disponibilizou um software de mineração que trabalha em segundo plano para solucionar “puzzle blockchains” em segundo plano em computadores de usuários. O Razer Softminer utiliza ciclos pesados de processamento nos tempos “mortos” da placa gráfica para realizar a mineração para garantir o máximo de rendimento do Razer Silver - que será a recompensa feita aos usuários. 

Ao invés de recompensar com outras criptomoedas, a Razer vai utilizar de seu próprio programa de recompensas Razer Gold & Silver para “premiar” os usuários com créditos de fidelidade Silver e que podem ser trocados por periféricos da empresa, jogos, vouchers e outras recompensas digitais. 

Não foi confirmado por parte da Razer o que o Softminer está minerando ao certo, porém é evidente que não são créditos Silver, que são distribuídos de maneira equivalente a da mineração feita pela GPU de cada usuário. A empresa ainda recomenda que uma NVIDIA GTX 1050 ou AMD RX 460 sejam os requisitos mínimos para que se rode o software. Em sua estimativa, processadores com essas especificações especificações conseguem cerca de 500 Razer Silver em um dia inteiro de trabalho e depois de 12 meses o programa expira.

Os produtos que podem ser trocados com o uso das Razer Silver têm uma página dedicada às recompensas. Dentre os itens mais baratos se tem games de PC por 21.000 Silver (cerca de 40 dias de trabalho), até mesmo títulos como Shadow of Tomb Raider: Deluxe Edition que chegam à 280.000 Silver. A compra desses jogos em dinheiro real não chegam a R$ 200. Assim como os periféricos, acessórios e todos os produtos disponíveis. 

O Razer Softminer ainda está em versão beta e está disponível para ser baixado - àqueles que quiserem arriscar e acharem que vale a pena o desempenho e tempo gasto. A parceria com a GammaNow também não foi oficializada pela Razer, mas é o que indica a especulação feita pela TweakTown

Via: TechPower, Leak, TweakTown
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?