AMD lança Ryzen Threadripper 2970WX e 2920X com novo software de modo dinâmico de desempenho

A AMD apresentou seus novos processadores Ryzen Threadripper 2970WX e Threadripper 2920X para preencher a sua linha do segmento High-End Desktop (HEDT). Eles complementam a segunda geração de CPUs de alto desempenho da fabricante, que teve seus dois primeiros produtos lançados em agosto.

Site oficial: AMD Ryzen Threadripper

O Threadripper 2970WX traz 24 núcleos e 48 threads, sendo mais indicado para consumidores que possuem uma carga de trabalho profissional que se beneficie da grande quantidade de cores do modelo. Ele possui frequência base de 3.0GHz e boost clock de 4.2GHz – as mesmas do seu irmão maior, o Threadripper 2990WX.

Análise: AMD Ryzen Thredripper 2990WX

Enquanto isso, o Threadripper 2920X chega com 12 núcleos e 24 threads, com a AMD o posicionando como ideal para entusiastas e gamers mais exigentes, ou que tenham dinheiro de sobra e estejam montado um PC pensando no futuro a longo prazo. Seus clocks são maiores, com o base sendo de 3.5GHz e o boost de 4.3GHz.

Com os novos processadores, a AMD está introduzindo um modo de desempenho dinâmico para os Ryzen Threadripper WX. Ele otimiza a performance dos programas e aplicações que dependem apenas de 2 ou 4 núcleos de maior desempenho.

Para isso, a empresa equipou o Threadripper 2990WX e o Threadripper 2970WX com dois núcloes de processamento que possuem acesso direto à memória local e outros dois que a acessam mais rápido através da tecnologia Infinity Fabric. Ao focar as cargas de trabalho nesses 2 ou 4 núcleos, a empresa garante um maior desempenho nesses programas.

Um detalhe curioso que a AMD destaca em seu comunicado enviado à imprensa é que os Threadripper WX ganharam uma significativa melhoria de desempenho com placas de vídeo da Nvidia.

Isso aconteceu porque, em drivers recentes para suas GPUs, a fabricante corrigiu um erro que diminuía pela metade o desempenho de CPUs com mais de 16 núcleos.

A AMD ainda destaca que a Ubisoft recentemente corrigiu um bug em Far Cry 5 que atrapalhava a experiência de jogo em processadores com alto número de threads.

Para completar, a última atualização do Windows 10 – para a versão 1809, que chegou dia 2 de outubro – traz melhoria na estabilidade para CPUs com 64 threads.

  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você se importa com a temperatura da série RX 5700?