IBM alerta para a questão da segurança cibernética

A IBM emitiu um dramÁtico aviso de segurança cibernética em seu relatório X-Force Trend e Risk Report.

Segundo a Big Blue, divulgações de vulnerabilidades estão aumentando drasticamente e atingiram "níveis recordes" durante o primeiro semestre de 2010.

De fato, 4.396 novas vulnerabilidades foram documentadas pela equipe de pesquisa X-Force, indicando um aumento de 36% em relação ao mesmo período do ano passado.

Além disso, as vulnerabilidades de aplicativos web continuam na liderança das ameaças à segurança, enquanto que os malwares escondidos em JavaScript e documentos em formato PDF tornaram-se mais sofisticados e mais difíceis de serem detectados.

"As empresas estão lutando contra ataques cada vez mais sofisticados em suas redes de computador, incluindo avançadas ameaças persistentes. Estes ataques sofisticados estão empregando meios secretos de operações para invadir redes sem serem detectado pelas ferramentas tradicionais de segurança", confirmou Steve Robinson, porta-voz da IBM.

"A ofuscação do Javascript é uma técnica bastante popular usada por todas as classes de criminosos de computador para esconder suas façanhas dentro de arquivos de documentos e pÁginas da Web. Foi detectado um aumento de 52% em ataques do tipo durante o primeiro semestre de 2010 versus o mesmo período em 2009", revelou Robinson.

Outro risco que não pÁra de crescer é o de PDFs contaminados. Em abril da equipe da IBM detectou um aumento de 37% em igual período de 2009.

"Este aumento coincidiu com uma campanha de spam difundido em anexos de PDFs maliciosos que foram usados para espalhar os botnets Zeus e Pushdo, algumas das mais insidiosas ameaças na internet hoje", concluiu o porta-voz.


Assuntos
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.