O mais usado (e criticado) browser chega aos 15 anos

O navegador Internet Explorer, da Microsoft, completa hoje 15 anos. Em 16 de agosto de 1995 era lançado o IE 1.0, inspirado no navegador Mosaic, e tinha pouco mais de 1 Mb de tamanho. Ainda é o navegador mais utilizado, com aproximadamente 60% do mercado, apesar do recuo nos últimos anos. Durante o período de 2001 a 2004 o navegador foi o utilizado por mais de 90% dos usuÁrios. Depois deste período, o Internet Explorer perdeu espaço para o que hoje representa seu principal concorrente: o Firefox.

O browser estÁ entre os mais criticados por diversas vulnerabilidades que apresentou ao longo do desenvolvimento de suas diversas versões. Também enfrentou questões legais, especialmente na União Europeia, que acusou a Microsoft de monopólio por manter pre-instalado o navegador no sistema Windows, além de não permitir a desinstalação do browser do sistema. Outro ponto polêmico foi a não inclusão de diversas tecnologias opensource entre os formatos suportados pelo IE, e a não inclusão de diversos padrões de internet adotados em outros navegadores.

A versão 9 do navegador serÁ lançada ainda em 2010, e serão feitas mudanças com o intuito de manter a liderança no mercado de navegadores. A provÁvel data de lançamento para o beta serÁ dia 15 de setembro, e as principais mudanças serão a compatibilidade com aceleração de hardware e a abertura aos padrões abertos da internet, como HTML5 e CSS3.

Assuntos
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.