[Rumor] Benchmarks, overclock e fotos do AMD Ryzen 7 2700X vazam antes do lançamento oficial

O ainda não anunciado processador AMD Ryzen 7 2700X já está nas mãos do usuário maxmix65 do fórum Overclock.net, que vazou uma série de informações sobre o dispositivo. De acordo as fotos vazadas da caixa do dispositivo, o processador chega de fábrica com frequência 3.7GHz e tem Max Boost de até 4.3GHz.

Nos benchmarks publicados pelo usuário, o Ryzen 7 2700X atingiu 1.946 pontos no Cinebench R15 rodando a 4.3GHz, resultado melhor que os de antecessores como Ryzen 7 1800X e 7 1700X. Isso também o coloca no mesmo nível do processador Intel Core i7 7820X da geração Skylake-X. De acordo com o site WCCF Tech, este é um desempenho 3 vezes superior ao FX 8370, topo de linha da AMD lançado em 2014.

Já no teste 3DMark Fire Strike, o Ryzen 7 2700X obteve 22.226 pontos, muito próximo do desempenho do Ryzen Threadripper 1920X. Para os benchmarks, o usuário utilizou a placa-mãe Gigabyte AX370 Gaming 5 e um cooler Corsair H90. As memórias são DDR4 com velocidades de 3600MHz. Espera-se que a CPU vá suportar velocidades ainda maiores quando estiver usando placas-mãe topo de linha com chipset X470.

Outro ponto a se notar é que a tecnologia XFR 2.0 exige uma placa-mãe da série 400 para funcionar. Isso significa que o novo topo de linha da AMD vai atingir frequências ainda maiores dependendo do hardware utilizado.

O processador AMD Ryzen 2700X deverá lançado oficialmente no dia 19 de abril, junto com outras opções da linha Ryzen de 2ª geração.

Via: WCCF Tech, Reddit Fonte: Overclock.net
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O gameplay de Marvel’s Avengers mudou sua primeira impressão do jogo?