Zen+ chega junto com chipsets série 400; CPUs ainda serão compatíveis com série 300

Junto com o lançamento da serie 2000 de processadores Ryzen, baseados na microarquitetura aprimorada Zen+, chegam novas placas-mãe baseadas no chipset X470. Apesar de introduzir uma nova geração de mainboards, a troca não será obrigatória para quem deseja pegar uma nova CPU.

As placas série 400 trarão o mesmo soquete AM4 e serão compatíveis tanto com os processadores Zen+ (série 2000) quanto com a primeira geração Zen (serie 1000). O contrário também é válido: será possível usar um processador Zen+ em uma placa-mãe da série 300, precisando apenas de um update de BIOS para tornar o hardware compatível.

Para quem deseja explorar ao máximo o potencial do refresh do Zen, porém, é recomendável o investimento em uma placa-mãe da nova serie. Esses novos modelos serão aprimorados para tirar maior vantagem da eficiência superior dos 12nm presente nos Zen+, e como consequência serão capazes de extrair mais desempenho das novas CPUs.

A nova geração de placas-mãe AM4 chegam ao mercado em abril, junto com os novos processadores Ryzen serie 2000 com microarquitetura Zen+.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

Já comprou novamente um mesmo game em outra plataforma?