Cientistas apresentam nova microtela OLED com leitor de digitais

O Instituo Fraunhofer, que trabalha com ciência aplicada, apresentou uma nova microtela OLED que tem capacidade de ler as digitais dos usuários com alta precisão. Segundo a pesquisa conduzida por eles, a nova tecnologia consegue identificar até os menores poros de suor de um dedo humano.

Para fazer isso, a tela utiliza os OLEDs como uma fonte de luz num microchip. Isso ilumina o dedo, e então a luz refletida é detectada e analizada. A grande vantagem, de acordo com os cientistas, é que esse scanner ótico é extremamente fino.

"Com isso, a distância entre o dedo e o sensor de imagem foi minimizada e a digital pode ser capturada de maneira excelente", explica o 
gerente adjunto da divisão de sensores da Fraunhofer, Bernd Richter. "Sendo assim, óticas de imagem adicionais não são necessárias para esta aplicação".

Apesar de ser fina, essa solução consegue obter uma alta resolução espacial, o que combate o principal problema de leitores óticos de digitais: sua falta de segurança. De acordo com o site Android Authority, as microtelas de última geração possuem uma resolução nativa de 1.600 dpi, o que é 3 vezes maior que o requerido pelo FBI.

Tanto a Samsung quanto a Apple têm flertado com a tecnologia de uma tela que lê digitais há algum tempo, ou ao menos é isso que as especulações indicam. Mesmo assim, é improvável que a solução descoberta pela Fraunhofer chegue ao mercado em pouco tempo, por falta de viabilidade comercial.

Via: Android Authority Fonte: Display Daily
Assuntos
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.