Namco reclama do alto custo para bancar apresentação na E3

Por ser o maior evento de jogos eletrônicos do mundo, a E3 é o lugar ideal para as produtoras apresentarem suas novidades ao público consumidor. Para isso, precisam financiar custos desde o aluguel do espaço das amostras dos produtos até a organização do local. A Namco, na contramão da grandiosidade da ideia, não estÁ nada contente e reclama sobre o alto investimento para bancar as atrações de um evento do porte da E3.

A produtora japonesa, na verdade, fez questão de ressaltar os gastos exorbitantes que precisa desembolsar para arcar despesas não só com a feira, mas jÁ frisando futuros investimentos na GamesCom 2010, que acontece logo após a E3.

Como a E3 estÁ vez mais focada nos espetÁculos e apresentações refinadas e a GamesCom segue o mesmo patamar de exuberância, os valores para bancar dois eventos de grande porte (três, levando em consideração a Tokyo Game Show) tornam-se estratosféricos.

"Se a E3 continuar crescendo do jeito que estÁ [após a reestruturação] e voltar a ser tão grandiosa como antes, a indústria terÁ que escolher entre ela e a GamesCom, pois dois eventos deste porte com um intervalo de três meses de acontecimento custam muito dinheiro para todas as empresas envolvidas exporem suas atrações", disse Oliver Conte, vice-presidente da Namco.

Embora tenha feito a crítica, o executivo reafirmou a importância da volta triunfal da feira como a principal do setor. E destacou a seriedade do acontecimento, principalmente por estar localizado nos Estados Unidos, diferente da GamesCom, que é sempre realizada na Alemanha, e que pode perder foco caso a E3 realmente seja a escolhida para financiamentos das empresas investidoras.

Para fechar, uma especulação: serÁ que a poderosa Namco, dona de séries bem sucedidas como Pac-Man", "Tekken" e "Sould Calibur", estÁ passando por maus bocados financeiros a ponto de tornar público problemas de investimentos em uma feira de jogos eletrônicos – sua especialidade?

Assuntos
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.