Outlast 2 é mais um entre dezenas de jogos banidos na Austrália

A Austrália segue com sua tradição de banir jogos que são vendidos em praticamente todo o resto do mundo, e a mais nova vítima é Outlast 2. O conselho de classificação indicativa do país se negou a recomendar uma faixa de idade para o game, o que significa que ele não vai ser lançado no país.

Quer dizer, ele até pode ser lançado, desde que a produtora Red Barrels esteja disposta a censurar a parte do jogo responsável pela negativa. Segundo o site Kotaku, a recusa se dá por várias cenas onde fica implícito que está acontecendo abuso sexual.

O game dá pistas de que o personagem principal está sofrendo alucinações nessa parte, mas isso não foi suficiente para convencer o conselho. Para ler uma descrição da cena completa (em inglês), acesse este link. Mas fique atento para possíveis spoilers.

Se o game não tivesse uma cena específica de abuso sexual, ele teria recebido a classificação para maiores de 18 anos na Austrália. Vale lembrar que essa foi a classificação recebida pela demonstração do jogo em setembro de 2016. O motivo foi violência de alto impacto, temas fortes, linguagem moderadamente forte e nudez leve.

A complicada classificação australiana

Até 2013, a Austrália só permitia o lançamento de games com classificação para, no máximo, maiores de 15 anos. Ou seja, jogos para maiores de 18 anos tinham que ser censurados ou não eram lançados no país. Apesar disso, 33 jogos ainda são banidos ou são vendidos censurados no país.

Fallout 3, por exemplo, foi proibido por mostrar morfina tendo efeitos positivos no jogador. A Bethesda teve que reomeá-la para "Med-X" para poder vender o game no país. Enquanto isso, jogos como Hotline Miami 2: Wrong Number e Syndicate não são vendidos no país até hoje.

Um exemplo notável de game censurado no país é South Park: The Stick of Truth, por causa de uma cena onde alienígenas introduzem sondas anais no jogador. Depois de ter seu lançamento recusado várias vezes no país, os desenvolvedores substituíram a cena por um texto explicando de maneira bem detalhada o que acontece.

No fundo, fica o desenho de um coala chorando com uma indicação de que o conteúdo foi censurado. Confira a versão australiana no vídeo abaixo:

Via: Gamespot Fonte: Kotaku
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.