GeForce GTX 1070 e 1080 da EVGA apresentam problemas de superaquecimento

A EVGA está se mexendo para consertar um problema de superaquecimento de suas edições FTW das GPUs GeForce GTX 1080 e GTX 1070. Isso aconteceu depois que vários usuários – e os testes do site Tom's Hardware.de – relataram a ocorrência de problemas de tela preta e até mesmo de faíscas seguidos de falha total da placa, num caso mais grave contado no Reddit.

De acordo com os relatos, o problema parece vir da falta de thermal pads na área do VRM das placas de vídeo da linha EVGA FTW. Isso resulta no hardware operando a temperaturas muito mais altas. Em alguns casos, usuários viram suas placas chegarem a temperaturas de até 107ºC, muito acima dos 95ºC máximos recomendados pela Nvidia. Grande parte dos problemas aconteceu mesmo com as placas rodando na tensão de fábrica.

Usuário do Reddit Mydist postou a foto acima e relatou que sua placa soltou faíscas e depois "morreu"

"O teste usado na análise do Tom's Hardware (Alemanha) está rodando o Furmark, um caso de uso extremo, como a maior parte dos overclockers já sabe", diz um comunicado publicado por um representante da companhia no fórum da EVGA."Nós acreditamos que essa é uma boa maneira de ter informações sobre os limites da placa de vídeo, e a performance térmica no pior cenário possível".

"A EVGA executou testes parecidos durante o processo de design, com uma temperatura ambiente mais alta (30ºC na câmara) com sonda térmica acoplada diretamente nos componentes chave", explicou o representante. "Depois da anáçise do Tom's Hardware (Alemanha), nós refizemos este teste. Os resultados de ambos os testes mostraram que a temperatura do PWM e da memória estão dentro das especificações toleradas durante o mesmo teste de stress, e estão funcionando como projetadas sem problemas", completou.

Mesmo assim, os membros da companhia reconheceram que muitos consumidores preferem suas placas rodando em temperaturas mais baixas. Por isso, eles realizaram testes com thermal pads adicionais entre o backplate e o PCB, assim como entre a baseplate e as barbatanas do heatsink. Com isso, foi possível reduzir a temperatura.

A empresa está oferecendo, a partir de hoje, esses thermal pads de maneira gratuita para os consumidores que tiverem uma das placas afetadas. Além disso, eles disseram que vão trabalhar com o pessoal do Tom's Hardware da Alemanha para que seja feito um novo teste.

Via: TechPowerUp
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor lançamento de setembro de 2019?