Acidente fatal com Tesla em Autopilot teria acontecido acima do limite de velocidade

O National Transportation Safety Board (NTSB), órgão que investiga acidentes nos EUA, liberou um relatório preliminar do Tesla Model S que sofreu uma batida fatal enquanto era guiado pelo piloto automático.

O acidente, que resultou na morte do motorista do carro, Joshua Brown, teria ocorrido num momento em que o veículo da Tesla estava a 75 milhas por hora (119 km/h), quando o limite do local era de 65 milhas por hora (104 km/h).

As investigações não resultaram em nenhuma outra análise de dados até o momento. A agência diz que ainda irá determinar oficialmente uma causa provável para o acidente.

O órgão do governo dos EUA ainda divulgou 3 imagens do acidente, que confirmam detalhes que já eram especulados desde o mês passado. Uma delas, por exemplo, mostra o Model S com o teto quase que totalmente removido (em destaque acima da notícia), como resultado do impacto com a parte inferior da carreta.

Já uma segunda imagem ainda mostra o dano que o caminhão sofreu, que confirma o ângulo de 90 graus do impacto (acima). Para fechar, a terceira imagem mostra a intersecção onde aconteceu a batida (abaixo).

A NTSB geralmente leva cerca de 12 meses depois do relatório preliminar para emitir o relatório final. Procurada pelo site The Verge, a Tesla se recusou a comentar o relatório preliminar.

Via: The Verge Fonte: National Transportation Safety Board
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você se importa com a temperatura da série RX 5700?