Morte de Prince, ironicamente, impulsiona pirataria de suas músicas

A morte do ícone da música pop Prince ocasionou todo tipo de homenagem de fãs e da mídia. Mas um tipo de tributo nunca foi bem-vindo pelo cantor em vida e agora aparenta está mais forte do que nunca: a pirataria das suas músicas. Estima-se que nos últimos dias, mais de 100.000 pessoas baixaram algum torrent da discografia do músico. Prince no momento está nas 5 posições de arquivos musicais mais compartilhados no KickAss, atual site de torrents mais visitado.

A ironia do negócio está no fato de que o músico sempre lutou contra a pirataria e foi um dos primeiros artistas a se preocupar com isso. Ele ameaçou processar o Pirate Bay há dez anos, no início da plataforma. Além de sua luta constante contra o compartilhamento não autorizado de suas produções, Prince também não era um fã de serviços de streaming como o YouTube ou Spotify, em grande parte por ter aversão ao formato digital de músicas, inclusive. Em 2011 ele chegou ameaçar não produzir mais enquanto a pirataria não estivesse "sob controle".

Prince morreu no dia 21 de abril de 2016, uma quinta-feira, aos 57 anos de idade.

Fonte: TorrentFreak
Assuntos
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.