GameWorks é acusado de ser o responsável pelos problemas de GOW: Ultimate Edition em placas AMD

Sempre que temos um lançamento com discrepâncias grandes entre o desempenho das placas AMD e Nvidia, não demora muito para que a conta sobre para o programa Nvidia GameWorks. Gears of War: Ultimate Edition chegou aos PCs na semana passada com sérios problemas em placas de vídeo AMD, com defeitos visuais e quedas de performance.

O principal vilão das instabilidades é um efeito: o ambient occlusion, ou oclusão de ambiente, em uma tradução livre. Ele é um cálculo complexo de iluminação que interfere no sombreamento dos objetos. Em placas da AMD, principalmente modelos recentes baseados no chip Fiji, como a Fury, Fury X e Nano, ativar a oclusão de ambiente causava artefatos por toda a tela, e quedas notáveis de desempenho.

A polêmica voltou ao GameWorks por conta de conjecturas levantadas pelo WccfTech. Apesar de não existir qualquer menção ao GameWorks no menu de configurações gráficas em Gears of War: Ultimate Edition, que se refere ao recurso genericamente como "ambient oclusion", a própria Nvidia destaca o uso do "Nvidia HBAO+" na atualização de driver focada no game.

Diferente de outros games, como The Witcher 3: Wild Hunt, onde é possível definir níveis de qualidade da oclusão de ambiente, e definir se queremos usar a tecnologia proprietária da Nvidia, em GOW: Ultimate Edition a configuração está limitada apenas as opções "ligado" e "desligado". Uma atualização resolveu o problema de desempenho em placas AMD: o ambient oclusion é desativado via driver, mesmo que o usuário ative o recurso via configurações, forçando o desligamento do recurso.

Em um episódio mais recente das críticas ao GameWorks, a AMD acusou o GameWorks de sabotar a performance de suas placas em The Witcher 3: Wild Hunt. Na época, o vilão foi o HairWorks, e a AMD tomou uma postura semelhante: lançou um driver que intervia nessa tecnologia, reduzindo a carga em suas placas de vídeo e entregando novamente fluidez.

A AMD já lançou seu programa semelhante ao GameWorks: o GPUOpen. A principal diferença é que sua cooperação trabalha com código aberto, enquanto o GameWorks é composta por ferramentas de desenvolvimento controladas mais proximamente pela Nvidia.

{via}Wccftech|http://wccftech.com/nvidia-gameworks-visual-corruption-gears-war-ultimate-edition/{/via} 

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.