McAfee reporta diminuição global de spam

A McAfee acaba de divulgar o seu mais novo relatório sobre ameaças, referente ao último trimestre de 2009.

A pesquisa aponta que a China ultrapassou os EUA como principal país a criar redes zumbis, além de uma queda no número de spams no mundo todo.


Conforme a pesquisa, a produção de spam nos EUA caiu 13,1% no terceiro trimestre para 9,5% no período seguinte, fazendo com que a China liderasse com 12%. O Brasil ficou em 3º lugar, seguido pela Rússia e pela Alemanha.

Globalmente, porém, esse tipo de mensagem sofreu uma queda de 24% no final do ano, em comparação ao trimestre anterior. Mesmo assim, o número ainda é grande: a média de spam por dia foi de 135,5 bilhões.

Os EUA continuam sendo o principal país a produzir spam, com Brasil e a Índia ocupando o 2º e 3º lugar, respectivamente. A Ucrânia e a Alemanha se juntaram à lista dos dez principais países pela primeira vez em 2009.

"No quarto trimestre de 2009, presenciamos uma queda nas atividades de spam. No entanto, identificamos o desenvolvimento de algumas tendências interessantes em termos de distribuição geogrÁfica e ciberameaças, bem como em relação aos tipos de ameaças postas em prÁtica", afirma Mike Gallagher, vice-presidente sênior e diretor de Tecnologia do McAfee Labs.

Segundo o executivo, a China mostrou-se líder mundial em produção de zumbis e execução de ataques de injeção de SQL - que utilizam falhas no servidor SQL permitindo a execução de comandos através de instruções na mesma linguagem de programação.

Ainda de acordo com a McAfee, a América do Norte continua líder em hospedagem de conteúdo malicioso. Dentro da América Latina, o Brasil é o primeiro no ranking, seguido pela Argentina.

O relatório  completo,  em português, pode ser conferido aqui.

Assuntos
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.