Justiça concede habeas corpus ao vice-presidente do Facebook da América Latina

A Justiça concedeu um habeas corpus na madrugada desta quarta-feira para soltar o vice-presidente do Facebook na América Latina, Diego Jorge Dzodan. O executivo argentino foi preso ontem no aeroporto de Guarulhos (SP) quando a Polícia Federal da Delegacia de Repressão Entorpecentes/SP cumpriu o mandato de prisão preventiva. Diego Dzodan foi levado preso pois a empresa teria se recusado a quebrar o sigilo de mensagens de investigados por tráfico de drogas.

A decisão do habeas corpus foi desembargador Ruy Pinheiro Silva, faltando apenas a emissão do alvará para soltar o executivo. O vice-presidente foi mantido no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, onde prestou depoimento à Polícia Federal. A polícia tinha intenções de acessar dados e informações trocadas por Whatsapp por um suspeito de tráfico de drogas, mas o Facebook (dono da plataforma de mensagens instantâneas) se recusou a permitir.

Em dezembro do ano passado o Whatsapp chegou a ficar fora do ar algumas horas

A assessoria de imprensa do Facebook se pronunciou sobre o caso:
"Estamos desapontados com a medida extrema e desproporcional de ter um executivo do Facebook escoltado até a delegacia devido a um caso envolvendo o WhatsApp, que opera separadamente do Facebook. O Facebook sempre esteve e sempre estará disponível para responder às questões que as autoridades brasileiras possam ter".

Já o pronunciamento da Polícia Federal foi que: "o representante descumpriu ordens de repassar à Justiça informações armazenadas em serviços do Facebook, imprescindíveis para produção de provas a serem utilizadas em uma investigação de crime organizado e tráfico de drogas".

{via}G1Zhttp://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/03/justica-concede-habeas-corpus-para-soltar-vice-do-facebook-preso-em-sp.html{/via} 

  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.