Google Maps agora permite baixar mapas para usar offline

Uma das funções mais desejadas por usuários do Google Maps foi anunciada pela Google no Brasil. Agora, será possível baixar mapas para poder usar o serviço offline. A intenção do Google é melhorar a performance do app, principalmente em locais onde o sinal de internet móvel é ruim, como em túneis e estacionamentos de shoppings no subsolo, por exemplo. A atualização do app começa a chegar a partir de hoje para alguns usuários. Todos os aparelhos com o sistema Android devem receber o update até o dia 17. Os dispositivos iOS também vão ter acesso à nova função, mas o Google não informou quando isso vai acontecer.

Por enquanto, somente a navegação para carros terá suporte ao uso offline. As outras rotas, de ônibus, a pé etc ainda não são compatíveis com o recurso. Para utilizar o serviço, vai ser necessário fazer o download dos mapas previamente da região em que você mais trafega ou do local pra onde você vai viajar. Cada mapa deve ter cerca de 400MB e o limite é abranger uma região com, no máximo, 50 quilômetros quadrados - o usuário vai delimitar a abrangência. Esses mapas vão pedir para serem atualizados a cada 30 dias.

O Brasil está entre os cinco países que mais utilizam o serviço, de acordo com o gerente do Google Maps para a América Latina, Marcus Leal. A empresa fez uma pesquisa com mil usuários de smartphones e percebeu a necessidade de melhorar o aplicativo. Por não conseguirem utilizar o app em determinados lugares por falta de rede de dados ou por ter excedido o pacote, muitos desses usuários relataram que tiravam prints dos mapas ou usavam o Street View para se familiarizar com o local. Com a atualização, a Google pretende eliminar essa prática.

{via}Exame|http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/google-maps-agora-pode-te-guiar-ate-sem-internet{/via}

  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.