Simulador de realidade virtual em ratos ajuda cientistas a entenderem o Alzheimer

Cientistas do centro de pesquisas Janelia Research Campus estão fazendo testes com ratos em ambientes de realidade virtual. Com isso, eles esperam conseguir observar e compreender como o cérebro de um mamífero reage a lesões, encontra caminhos e como se formam as memórias. Os dados colhidos com o estudo serão usados para entender como as doenças neurodegenerativas - o Alzheimer é uma delas -, afetam a formação de memórias do cérebro.

O simulador de realidade virtual consiste em uma roda, que gira conforme o rato anda, e duas paredes de vidro nas laterais que tocam nos bigodes do animal. Na sua frente, são projetadas imagens que enganam a visão do rato e dão a sensação de que ele está em um túnel. Olhando as imagens abaixo, dá a impressão de que o animal não está muito confortável. No entanto, de acordo com um dos pesquisadores, o rato não ficou estressado e comportou-se naturalmente, o que gera resultados confiáveis.

{via}Motherboard|http://motherboard.vice.com/read/these-mice-think-theyre-in-a-maze-but-theyre-really-in-virtual-reality{/via} 

Assuntos
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.