Explicando o enredo fraco inicial de Destiny: jogo teve história refeita um ano antes do lançamento

Apesar de ser uma superprodução da Bungie e ter um dos maiores orçamentos da história dos games, o enredo de "Destiny" não agradou os jogadores. Nesta semana,alguns desenvolvedores do game explicaram ao Kotaku o motivo da narrativa pouco explorada do game: a história teve que ser refeita um ano antes do lançamento.

Análise Destiny

De acordo com as fontes, os roteiristas, liderados por Joe Staten, fizeram a história do game para ser algo revolucionário e a altura de produções como "Star Wars" e "Senhor dos Anéis". Depois de anos desenvolvendo a história, em julho de 2013, os responsáveis fizeram um resumão do enredo em um vídeo de duas horas, com cenas do game, para mostrar aos executivos maiores da Bungie. Os funcionários mais altos do estúdio não gostaram do que viram e decidiram jogar no lixo a história do jogo, que teve que ser refeita do zero em menos de um ano antes do lançamento.

Nas semanas seguintes, a equipe de roteiristas teve que criar um enredo totalmente novo e diferente do anterior. De acordo com as fontes, devido as condições de tempo e mais exigências dos executivos da Bungie, o roteiro acabou ficando com furos e diálogos vagos na versão final, lançada em setembro de 2014. Uma das pérolas, e que também resume a situação da equipe, é dita pelo personagem The Stranger: "Eu não tenho tempo para explicar porque eu não tenho tempo para explicar".

O roteiro original de Joe Staten, considerado "linear e exagerado" pelos executivos, girava em torno da procura de Rasputin, uma Warmind de Cosmodrome. Algumas partes da versão original até chegaram ao jogo, mas acabaram sendo cortadas ou pouco exploradas.

"Destiny" está completando um ano de existência e possui versões disponíveis para PS4, XOne, PS3 e Xbox 360. Você pode conferir o trailer da terceira expansão do game, "The Taken King,neste link.

{via}Kotaku|http://adrenaline.uol.com.br/2014/10/01/29273/destiny{/via} 

  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.