Facebook reconhece que seu app está drenando a bateria do iPhone mas ainda não resolveu o problema

Deixar os aplicativos abertos em seu smartphone e ficar checando as notificações a todo instante certamente é algo que acaba com a bateria do dispositivo muito rápido - ainda mais se o serviço de rede de dados for utilizado. Mas, recentemente, muitos usuários de iPhones reportaram que as baterias de seus celulares estão se esgotando mesmo quando o app do Facebook não está aberto.

O problema foi confirmado esta semana pelo próprio Facebook, que já está resolvendo o caso. "Nós recebemos avisos de que a bateria de muitos usuários estava se esgotando rapidamente devido ao app para iOS. Estamos dando atenção para resolver isso logo", disse um porta-voz da rede social ao jornal americano The Daily Dot.

As baterias de smartphones estão piores, e a culpa é nossa

O co-fundador do aplicativo Circa, Matt Galligan, notou que o app do Facebook ficava em estado de "execução em segundo plano" mesmo quando o serviço era encerrado no iOS. Esse problema seria causado por um recurso de áudio do aplicativo que continuava em execução.

Uma discussão no Reddit de dois meses atrás mostra reclamações de usuários sobre o uso excessivo da bateria dos iPhones devido ao recurso de áudio da ferramenta. Na maioria dos casos, o aplicativo foi responsável pelo consumo de 91% da energia dos smartphones em 24 horas.

Usuários também reclamaram no Twitter que por meio desse recurso de áudio o Facebook estava "drenando" toda bateria e se atualizando sozinho, mesmo com o serviço desabilitado. Até agora nenhuma solução resolveu o problema do aplicativo no sistema dos iPhones, mas as empresas, Apple e Facebook, recomendam o acesso à rede social pelo navegador da web enquanto o problema não for resolvido. 

{via}Daily Dot|http://www.dailydot.com/technology/facebook-killing-ios-battery/{/via} 

  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.