Cuidado, galera: mais pessoas morrem no mundo tirando selfie do que por ataque de tubarão

As selfies estão cada vez mais populares entre os usuários de smartphones. Mas os perigos em que as pessoas também se expõem para tirar a foto perfeita também estão crescendo, ocasionado mais mortes no mundo do que ataques por tubarão.

A mais recente morte por selfie, como noticiou a BBC, aconteceu nesta semana, em que um turista japonês de 66 anos escorregou das escadas do Taj Mahal, na Índia, elevando o número dem mortes envolvendo selfies para 12 só neste ano. Para comparação, o número de mortes por ataques de tubarão soma 8 ao todo, no mesmo período. 

Segundo o Mashable, que traz o gráfico abaixo, isso denuncia que as pessoas estão mais preocupadas em aparecer na tela do celular dos que nas questões de segurança dos locais em que resolvem tirar as fotos, abrindo margem para tragédias que poderiam ser evitadas.

Outros casos de mortes ocasionadas por descuidos momentâneos com selfies incluem pessoas sendo atropeladas por trens, quedas de arranhas-céus, ficar para fora das janelas ou das zonas dos interiores de veículos ou aproximação além do permitido com animais selvagens.

Assim, fica o recado: cuidado, galeres! ;) 

Assuntos
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.