Processador da sonda New Horizons é o mesmo do primeiro PlayStation

A sonda espacial New Horizons alcançou ontem a distância mais próxima de Plutão, após viajar mais de 4,5 bilhões de quilômetros durante 9 anos. Mas o que poucas pessoas sabem é que a nave responsável por esse grande passo da humanidade possui o mesmo processador do PlayStation 1, o console da Sony que alegrou a infância de uma geração de gamers.

A CPU MIPS R300, que antes rodava jogos clássicos como "Final Fantasy VII", "Spyro The Dragon" e "Metal Gear Solid", era utilizada pela Nasa nos anos 2000 em propulsores de incêndio, sensores de monitores (que vemos em vários filmes), e também na transmissão dos dados da sonda New Horizons, que foi lançada ao espaço em 2006 rumo ao planeta anão.

Apesar da nave ter sido lançada em 2006 e o processador ter ficado popular lá nos anos 90 com o uso do PlayStation, a escolha da Nasa foi planejada e a agência espacial sabia que estava utilizando um processador relativamente ultrapassado, levando em consideração que o chip presente no PS2, que já tinha sido lançado, possuía o dobro da velocidade presente no MIPS R300. A Agência não queria velocidade, mas sim um chip confiável, que já tivesse passado por vários testes e com muita resistência, e o MIPS R300 se encaixou perfeitamente nessa combinação de fatores.

A prática de pegar chips das antigas e que já passaram por diversos testes é uma bastante comum na Nasa, já que a agência precisa de chips confiáveis. Um exemplo é a espaçonave Orion, que possivelmente levará humanos para marte algum dia. A nova geração do ônibus espacial vai utilizar um processador  da IBM feito em 2002. A resistência dos processadores também é impressionante, já que eles devem durar grandes períodos de tempo em um ambiente nada amigável e em condições adversas.

Com isso, concluímos que o processador do seu smartphone é mais rápido do que os chips utilizados pela Nasa, que rodam gráficos de PS1, mas sobrevivem a uma década no espaço.

{via}The Verge|http://www.theverge.com/2015/1/15/7551365/playstation-cpu-powers-new-horizons-pluto-probe{/via} 

Assuntos
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.