AMD adere à tecnologia FinFET e irá atualizar a linha de CPUs FX

AMD anunciou ontem sua transição da fabricação de chips de 20nm para investir na tecnologia FinFET, um transistor que utiliza mais de uma passagem de corrente, aumentando a eficiência do processador. A companhia ainda não anunciou o nome que dará à nova arquitetura nas suas GPUs, mas as sugestões de codinomes são "Arctic Islands" e "Greenland".

Ano passado havia rumores de que a AMD estaria reduzindo o tamanho dos seus chips dos consoles de 28nm para 20nm, mas, aparentemente, a empresa deu um pulo e foi direto aos FinFET.

Ainda não foi confirmado em qual modelo de de FinFET a AMD está trabalhando. Pode ser algo como o processador de 14nm da Samsung ou o de 16nm da TSMC. A mudança que promete processadores mais avançados custará à empresa aproximadamente US$33 milhões. Com planos para a nova família de GPUs sair em 2016, a AMD ainda irá atualizar a linha de CPUs FX. Com codinome "Zen", ela introduz pela primeira vez a tecnologia multi-threading em um núcleo do processador AMD x86, estimando melhoria de 40% no IPC (instruções por ciclo do processador) em relação ao seu antecessor. 

Além do Zen, a empresa anunciou uma nova arquitetura gráfica que vai estrear no próximo ano junto ao FinFET. 

  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.