EA segue o exemplo da Activision e bloqueia o Share Play do PS4 em FIFA 15

O FIFA 15 tornou-se, ironicamente, o décimo quinto jogo a bloquear, de maneira confirmada, a função do Share Play do PS4. Quando a Sony anunciou o serviço que permite dois usuÁrios jogarem o mesmo título juntos, mesmo que um deles não tenha uma cópia do jogo, a empresa prometeu que todos os jogos lançados em seu console teriam o recurso. A Activision foi a primeira a bloquear o Share Play e a posição da Sony mudou desde então.

A Activision parou o Share Play em CoD: Advanced Warfare estipulando que todas as cenas do game seria conteúdo censurado para o recurso. Na época da notícia, as empresas não se declararam sobre o assunto, mas a Sony veio mais tarde esclarecer a situação, contradizendo sua promessa anterior que o serviço estaria sempre disponível.

"O Share Play é um recurso do sistema disponibilizado pelo Update do Software do Sistema 2.0, tornando-o acessível em todos os jogos para PS4. Entretanto, estÁ disponível a opção para desenvolvedores desabilitarem o recurso de acordo com o que eles sentirem que vai beneficiar melhor a experiência do consumidor."

FIFA 15 é o primeiro jogo da EA a bloquear o Share Play, e o irônico da situação é que foi justamente nesse título que a Sony mostrou pela primeira vez o recurso no PS4, em outubro.

Segundo o GameSpot, a lista abaixo mostra os jogos que atualmente bloqueiam o compartilhamento no console:

  • Another World
  • Call of Duty: Advanced Warfare
  • Call of Duty: Ghosts
  • Child of Light
  • Hotline Miami
  • Metro Redux
  • Minecraft
  • PixelJunk Shooter Ultimate
  • Rayman Legends
  • SteamWorld Dig
  • Thief
  • Tomb Raider
  • Wolfenstein: The New Order
{via}GameSpot|http://www.gamespot.com/articles/fifa-15-blocks-ps4-share-play/1100-6423586/{/via}
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem você acha que merece o GOTY do The Game Awards?