"Anonabox", roteador de U$45 que esconde seu tráfego na internet, é retirado do Kickstarter


O Anonabox, modelo de roteador que ocultaria o trÁfego do usuÁrio na internet através do Tor, foi suspenso pelo Kickstarter. O motivo, segundo o site de financiamento coletivo, é uma brecha nas regras de crowdfunding descoberta após revisões do projeto, que custava U$45. Em apenas 4 dias, a campanha arrecadou em torno de U$585 mil, batendo o objetivo inicial de U$7.500 em sua data de lançamento.

Segundo o Kickstarter, o projeto do Anonabox apresentava irregularidades devido a componentes desenvolvidos por outras empresas, enquanto constava que sua tecnologia era totalmente própria. A investigação foi realizada após diversos patrocinadores questionarem a segurança do hardware desenvolvido pelo autor do projeto, August Germar. Após a compra do projeto, alguns usuÁrios descobriram que todos os componentes poderiam ser adquiridos via e-commerces chineses, como o Alibaba. Em entrevista a Wired, o desenvolvedor do projeto confirmou que o protótipo utilizava peças fornecidas pela Gainstrong, da China.

A irregularidade do projeto, porém, causou controvérsias: enquanto o Kickstarter não apoia campanhas que escondam esses dados de seus patrocinadores, muitos dos interessados se decepcionaram com o cancelamento, com um deles declarando que "apesar da quebra de regras (e o drama todo), ainda gostaria de ter um". O site de financiamento de projeto decidiu reverter o investimento de todos os apoiadores do Anonabox.

Desenvolvido como projeto open-source, o roteador automaticamente esconderia todos os dados de seu usuÁrio, seja via conexão wi-fi ou ethernet, através da rede Tor. Com isso, o Anonabox esconderia o IP do internauta, além de ignorar censuras regionais. Somado ao seu pequeno tamanho, o dispositivo permitiria o acesso protegido em qualquer conexão, além do descarte se fosse necessÁrio. Germar, que passou quatro anos desenvolvendo o projeto, declarou que a ideia principal era facilitar o uso do Tor em locais de vigília de dados pessoais.

(via Tweaktown

  • Redator: Gabriel Daros

    Gabriel Daros

    Redator da Adrenaline que teve contato com hardwares desde quando viu seu pai montar um tal "PC gamer" aos oito anos de idade. Escreve notícias sobre internet, tecnologia e jogos, cujo primeiro contato foi com um SNES aos sete anos. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2013.

O novo visual do Xbox Serie X