EVGA comenta heatpipes desalinhados em placas GTX 970 ACX

Fotos da placa de vídeo EVGA GeForce GTX 970 ACX desmontadas mostram algo curioso: dos três heatpipes, apenas dois estão em contato com o chip grÁfico, sendo que o terceiro mal é tocado pela pasta térmica. Entre as principais hipóteses para este projeto "curioso" da EVGA estaria a suspeita que a empresa adaptou projetos de placas anteriores aos novos modelos, gerando estes desencontros.

A EVGA se pronunciou sobre o caso. Segundo a empresa, o sistema de resfriamento da GTX 970 ACX possui uma margem de 40% de desempenho acima do necessÁrio para resfriar a GPU, e que dois heatpipes de 8mm são responsÁveis por dissipar o calor da GPU, enquanto um terceiro de 6mm tem como função trazer uma dissipação adicional ao heatsink, reduzindo a temperatura em mais 2 a 3ºC. A EVGA afirmou que a placa passou pelos testes da Nvidia, e possui a certificação Greenlight, logo sendo apta, segundo a fabricante dos chips grÁficos.

Esta placa não passou aqui pelo Adrenaline, mas temos uma noção do funcionamento da placa nos testes do Anandtech, logo abaixo. Os 63ºC atingidos rodando o game Crysis 3 são superiores aos 58ºC e 61ºC que medimos nos modelos da Gigabyte e MSI, respectivamente, rodando o teste FireStrike no 3DMark, mas a diferença não chega a ser gritante. É sempre bom lembrar que a metodologia, o sistema e inclusive o benchmark utilizado por nós e o Anandtech são diferentes.

Benchmark do Anandtech com a EVGA GTX 970 ACX 

O interessante é observar que o terceiro heatpipe, o que não é ligado no GPU, também não tem o mesmo comprimento e acabamento na ponta, como acontece nos outros dois. O heatpipe para "no meio do caminho".

O pronunciamento oficial convenceu, ou vocês tem outras teorias? Sintam-se livres para revelar a conspiração Illuminati, em nossa caixa de comentÁrios.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

Quem você acha que merece o GOTY do The Game Awards?