China planeja seu próprio sistema operacional para fugir das garras de empresas ocidentais

A China anda muito preocupada com a utilização de softwares ocidentais em seu país. O governo jÁ impediu o uso do Windows 8 em computadores da administração federal, baniu softwares de segurança da Kaspersky e Symantec e iniciou uma investigação em quatro escritórios locais da Microsoft, acreditando que a companhia havia traído sua confiança. Agora, o país estaria planejando lançar seu próprio sistema operacional para competir com a própria Microsoft, Google e Apple.

De acordo com a agência estatal Xinhua, Ni Guangnan, da Academia de Engenharia Chinesa teria dito que o sistema poderia ser lançado jÁ em outubro deste ano. Não foram revelados muitos detalhes, mas o país teria sido motivado pelo fim do suporte ao Windows XP. A opção seria aderir ao Windows 8, mas ele foi banido porque o governo teme pela segurança dos dados caso a Microsoft encerre o suporte ao novo sistema assim como fez com o XP.

O SO chinês seria disponibilizado primeiro para desktops, depois para dispositivos móveis. Não estÁ claro, no entanto, se usuÁrios de outros países poderiam ter acesso ao sistema. Baseado nos comentÁrios de Guangnam, é provÁvel que, a princípio, não.

Esta não é a primeira vez que a China tenta romper laços com sistemas ocidentais para favorecer os desenvolvidos sob a sua tutela. Mais de uma década atrÁs, ela tentou emplacar o Kylin, sistema operacional baseado em FreeBSD, demonstrado no vídeo abaixo. No ano passado, um sucessor foi anunciado: o Ubuntu Kylin.

E não para por aí. Em 2003, um consórcio de nações da Ásia, incluindo China, Japão e Coreia do Sul, anunciaram o desejo de criar um sistema operacional asiÁtico baseado em Linux. O projeto, que eventualmente incluiria Vietnã, Tailândia e Sri Lanka foi chamado Asianux.

Os projetos mencionados acima estão definhando em vÁrios estÁgios de baixa popularidade, arquivados ou ainda em desenvolvimento. Mas a última década revelou uma tendência clara: a Ásia quer controlar o destino do seu próprio sistema operacional.

Via Mashable.

  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Quem você acha que merece o GOTY do The Game Awards?