Telefónica oferece R$20 bilhões pela compra da operadora GVT no Brasil

O grupo francês Vivendi informou hoje que recebeu da espanhola Telefónica SA uma oferta no valor de 6,7 bilhões de euros (ou R$20,1 bilhões) para a compra das operações da GVT no Brasil. 

O pagamento proposto pela Telefónica seria dividido em 60% em dinheiro, cerca de R$11,9 bilhões, e os outros 40% seriam completados com ações da Vivo, a unidade da operadora espanhola no país.

Por ora, a Vivendi adiantou que não tem nenhuma das suas unidades à venda, mas garantiu que irÁ estudar o caso e irÁ colocar a pauta como destaque n a próxima reunião do seu conselho empresarial.

A proposta tem validade até o dia 3 de setembro e aguarda anÁlises e autorizações do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Caso a negociação siga em frente, a Telefónica seria beneficiada com o fortalecimento no mercado nacional de telefonia fixa e internet banda larga, em que, hoje, ocupa a terceira posição com 18,4% de participação. A GVT é líder em ambos os serviços e a operadora jÁ havia sido acionada pela Telefónica em 2009 com uma proposta semelhante.      

Via G1, Folha de SP e UOL Tecnologia

Assuntos
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Quem você acha que merece o GOTY do The Game Awards?