Novo chip contraceptivo pode ser controlado remotamente via wifi

Implantes contraceptivos não são novidades, mas uma startup americana estÁ trabalhando em um novo chip que pode ser controlado remotamente com um aparelho wireless. Assim, a mulher que estiver utilizando o dispositivo pode ativar a liberação do hormônio e desativar quando quiser ter um bebê. A responsÁvel pelo desenvolvimento é a MicroCHIPS. A empresa pretende lançar o produto em 2018.

Assim como os outros implantes - não só contraceptivos como estéticos também - o chip serÁ colocado por baixo da pele e vai liberar uma dose diÁria do hormônio levonorgestrel, que jÁ é utilizado em outros contraceptivos. Além de poder desativar e ativar o funcionamento do chip, também serÁ permitido alterar a quantidade de hormônio liberada.

Enquanto os implantes atuais precisam ser trocados a cada três anos - ou retirados, caso a mulher queira ter um filho -, o chip da MicroCHIPS pode durar até 16 anos, metade do ciclo fértil feminino. O projeto estÁ sendo apoiado pela fundação de Bill Gates. Tanto a MicroCHIPS, quanto a fundação acreditam que a tecnologia pode ajudar no planejamento familiar em países mais pobres.

Via Cnet.

  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O novo visual do Xbox Serie X