Conheça o Android L, a nova versão do sistema operacional mobile da Google

Como era de se esperar, a Google mostrou durante a sua maior conferência para desenvolvedores, a Google I/O, a nova versão de seu sistema operacional para dispositivos móveis, o Android L. Ele vem com um design bastante diferente e grande ênfase na conectividade, além de mostrar um interesse da empresa em diminuir a fragmentação entre as diferentes versões de Android dos seus usuÁrios.

Essa não é só a maior alteração visual do sistema desde o Ice Cream Sandwich. O "L" da nova versão provavelmente serÁ alterado até seu lançamento para um nome mais comercialmente atrativo, como "KitKat", mas no momento não é exagero imaginar que ele vem de "Life" (vida) jÁ que o Android L busca uma monitoração completa da vida de seu usuÁrio, através da conectividade, tendo uma interação dinâmica entre todos os dispositivos Google. Por exemplo, um aviso de falta de bateria no smartphone pode aparecer no Chromebook se os aparelhos estiverem por perto. HÁ ainda potenciais novas interações com futuros smartwatches (que espera-se serem anunciados hoje durante a conferência). Fora esses, hÁ também os sistemas sendo desenvolvidos para carros e o amplamente jÁ mostrado Google Glass, dentre tantos outros dispositivos da empresa que vão se comunicar através do Android e cercar a vida de seus usuÁrios, oferecendo conforto e praticidade e colhendo informações de seu perfil.

A Google também promete ganho de performance e redução do consumo de bateria com o Android L. O ART, um runtime opcional jÁ disponível no KitKat, agora foi transformado no padrão e ele roda até duas vezes mais rÁpido do que o Dalvik, o runtime usado nas versões anteriores do sistema. Além disso, o ART é compatível com a arquitetura 64-bit. Abaixo o grÁfico das diferenças mostrados durante a conferência.

Na parte de baterias, a promessa de menor consumo vem do "Projeto Volta", em que a Google criou novas maneiras de mostrar como se dÁ o consumo de bateria num smartphone. O novo sistema mostra o uso da bateria para os desenvolvedores poderem montar seus apps de maneira "econômica" logo a partir do desenvolvimento de cada um.

Introduzindo agora uma nova política de preview do sistema operacional, a Google quer, começando pelo Android L, reduzir a fragmentação das diferentes versões dos sistemas nos aparelhos dos usuÁrios. Uma vez que a Apple centraliza a produção de hardware e software ela não tem problemas com atualização de sistema, mas o Android 4.4 KitKat, por exemplo, foi adotado por aproximadamente apenas 15% dos usuÁrios, jÁ que a Google é dependente das terceirizadas. As novas prévias de sistemas operacionais devem servir para preparar melhor os desenvolvedores antes de seu lançamento e melhorar a taxa de oferecimento logo na data de estreia, e talvez o Android L seja o primeiro a usufruir da nova vantagem, sendo que sua prévia jÁ estÁ disponível para desenvolvedores a partir de hoje.

  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem você acha que merece o GOTY do The Game Awards?