Lei aprovada nos EUA quer "botão da morte" em smartphones para evitar furtos

O governador de Minnesota, nos Estados Unidos, assinou nesta quinta-feira uma lei que obriga os smartphones do estado a virem com um "botão da morte", que permite desativar permanentemente o aparelho de maneira remota e apagar todos os dados após um possível furto ou roubo. A medida começa a valer a partir de julho do ano que vem e tem a intenção de tornar o furto de smartphones menos lucrativo.

Caso a aprovação da lei gere resultados, os consumidores americanos vão gastar cerca de US$2,5 bilhões a menos por ano, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Creighton. No país, a cada três roubos, um envolve um celular.

Como é pouco provÁvel que as fabricantes lancem um smartphone específico para o estado, espera-se que elas disponibilizem a função para todos os Estados Unidos ou, até mesmo, para outros países. Isso desagradaria as empresas que vendem seguros para smartphones e as operadoras, que perderiam uma fonte de lucro. As informações são do Estadão.

Assuntos
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Quem você acha que merece o GOTY do The Game Awards?