Proteções conta surtos elétricos – descargas atmosféricas e afins

Synaptics_Faster

New Member
Registrado
Resolvi criar este tópico com o intuito de auxiliar a todos os usuários que necessitam saber mais sobre as devidas proteções contras surtos elétricos que podem ser tomadas afim de mitigar os problemas causadas por eles em seus equipamentos eletrônicos, em especial os computadores e notebooks. Ressalto que nenhuma medida é 100% eficaz, porém há uma diminuição significativa nos problemas em que um surto pode causar em seus sistemas além de que as somas das dicas passadas aqui aumentam ainda mais a confiabilidade das proteções e diminui muito as chances de terem danos causados por descargas indesejadas.

Primeiro de tudo é importante frisarmos que para uma proteção ser eficaz é preciso de uma série de recomendações a serem seguidas:

1)É importante utilizarmos um correto sistema de aterramento na residência pois ele auxilia no “escoamento” da corrente de fuga presente em carcaças que por algum problema de isolamento acabaram por ficar energizadas, por problemas em um motor que perdeu sua correta proteção de isolação assim como auxiliar os sistemas de proteções a drenar o surto para a terra. Todo o sistema deve ser feito por um profissional qualificado pois não é só posicionar uma haste metálica na terra, mas sim deve ser dimensionado corretamente utilizando-se como parâmetro a resistência do solo em dissipar a energia, quantidade de hastes, distância entre elas, local de instalação e usando ferramentas como terrômetro para a correta medição. Não vou entrar em detalhes técnicos como qual tipo de aterramento utilizar pois não é o intuito do tópico mas ressalto que é necessário este sistema pois sem ele há uma perca significativa na proteção e você não poderá usar alguns sistemas que informarei abaixo, além disso ele é obrigatório pela NBR 5410.

2)O próximo sistema que mencionarei não está relacionado diretamente com a proteção contra surtos elétricos, mas julgo interessante repassar a informação a vocês pois ele detecta fuga de correntes que possam haver em sua instalação. Uma fuga de corrente além de causar aumento substancial no consumo de energia, causam riscos a integridade física. Consulte seu eletricista sobre a instalação dos IDR’s (Interruptor Diferencial Residual) ou DDR’s (Disjuntor Diferencial Residual – este com função de disjuntor). Obrigatório pela NBR 5410.

3)Correto dimensionamento de cargas em sua residência, com disjuntores bem dimensionados, seção dos condutores correta, qualidade da instalação em geral também auxiliam no sistema de proteção. Obrigatório pela NBR 5410.

Com os passos citados acima podemos seguir com os sistemas de proteções contras surtos propriamente dito.

O que é um surto elétrico:

Surto elétrico é uma onda transitória de corrente, tensão ou potência que tem a característica de uma elevada taxa de variação por um período curto de tempo.Ele se propaga ao longo de sistemas elétricos e pode causar danos aos equipamentos eletroeletrônicos além de causarem riscos a integridade física das pessoas.

Surtos elétricos são comumente provenientes a:

1)Raios que caem diretamente na rede elétrica, rede de telefonia e "viajam" em toda a rede até chegar em seu "destino" e realizar o estrago rapidamente ou diminuir a vida útil do componente eletrônico;

2)Raios que caem nas proximidades e que geram campo eletromagnético que podem também causam problemas, assim como raios que caem diretamente nas antenas.

3)Manobra na concessionária de energia, o que causa carga nos transformadores ou até manutenção nos equipamentos que podem não conter as proteções necessárias;

4)Motores de 'grande porte", elevadores, cargas e etc.

Ressalto que um surto de tensão pode causar estrago no momento, como diminuir a vida útil do equipamento e são imprevisíveis e difíceis de mensurar seu estrago, além disso não adianta realizar as proteções elétricas se não realizar as proteções nas redes cabeadas, RJ11, RJ45, COAXIAL, portanto a proteção deve ser completa e em toda a rede elétrica, lógica e comunicação.

Como se proteger:

DPS CLASSE 1:É mais utilizada para locais aonde possuem SPDA (Sistema de proteção conta descargas atmosféricas) - ou seja: PARA RAIO. Estes DPS são posicionados aonde há o escoamento de cargas elevadas. Não é comum em casa pois dificilmente encontrará uma casa com para raios, porém o SPDA juntamente com o DPS classe 1 está presente em edificações prediais. Informo também que um SPDA é um sistema para proteção da edificação (contra raios que caem diretamente nela - e servem para evitar danos, incêndio e propagar as ondas eletromagnéticas corretamente para o solo) e não protege os equipamentos internamente da casa, pois são sistemas com finalidades diferentes, assim como o fio terra que serve para proteção e escoamento da energia e não tem relação direta com a proteção contra surtos. Não é porque tem fio terra que não irá ter problema pois ele é um meio do escoamento utilizados pelos DPS. – Esta classe não é obrigatória pela norma e não é comum vermos em casas pois são especificas.

DPS CLASSE 2:Instalando DPS (DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO CONTRA SURTOS) no quadro de energia. Existem marcas como Clamper, Siemens, GE, Schneider e etc... e devem acompanhar de aterramento. Este é responsável pelo desvio do surto alto na tensão e é o mais utilizado e deve ser instalado junto com a entrada do padrão. É obrigatório pela NBR e deve ser instalado por um profissional capacitado, que medira de quantos Ka’s o DPS será necessário para sua região.

DPS CLASSE 3:É utilizado para a proteção "fina" e ligado diretamente com o aparelho na tomada, nesta classe também temos os dispositivos que protegem as redes lógicas (RJ 11, RJ 45..) assim como as proteções coaxial e afins. No Brasil temos a empresa Clamper, pioneira neste segmento a muito tempo mas acredito que em um futuro surjam outras marcas interessantes. Ressalto que aqui incluem os filtros de linha que ligamos nos computadores. Nesta classe nem todos os dispositivos exigem um pino terra por realizar a descarga no neutro, porém a proteção não será tão eficaz quanto se houvesse aterramento.

Acredito que consegui explanar as proteções necessárias de uma forma simples e de fácil entendimento para todos sem me aprofundar na parte técnica. Caso queiram se aprofundar mais nos termos sugiro canais como “Mundo da Elétrica” e “Engehal” além do esforço de cada um em buscar informação. Caso em sua região não tenham profissionais capacitados, como foi o meu caso, você pode realizar estudos e “pedir para fazer”.

Dúvidas estou à disposição para ajudar todos.

Sds
 

yurieu

Active Member
Registrado
Me diga uma coisa... agora como isso pode acontecer num edifício novo, que segue todas as normas, com um aparelho regulamentado Inmetro e TUV NOVO que segue todas as normas?



Enquanto essa tomada de pino fino e redondo envolta de plástico existir, haverá indução elétrica e existirão esses derretimentos.
 

Synaptics_Faster

New Member
Registrado
1) o que está ligando aí? Qual aparelho?
2) tem certeza que é certificado pelo IMETRO?
3) e a tomada da parede? Que marca?

Isso me parece má conexão.. o que pode acontecer é que como a obra é nova, pode ter entrado pó dentro da tomada... resto de obra o que fez gerar má conexão, coexistindo ali um semelhante arco elétrico no qual gera calor e derrete a peça...
Mas antes precisa me responder às perguntas acima
 

yurieu

Active Member
Registrado
1) o que está ligando aí? Qual aparelho?
2) tem certeza que é certificado pelo IMETRO?
3) e a tomada da parede? Que marca?

Isso me parece má conexão.. o que pode acontecer é que como a obra é nova, pode ter entrado pó dentro da tomada... resto de obra o que fez gerar má conexão, coexistindo ali um semelhante arco elétrico no qual gera calor e derrete a peça...
Mas antes precisa me responder às perguntas acima
1) secador de cabelos novo, comprado no território nacional.
2) Tomada tramontina nova

o seguinte... o secador não ligava, e a tomada brilhava dentro tamanho a faísca. Enfim, é o padrão de tomada por ser em formato de pino redondo e fino feito de plástico com uma ponta metálica, favorece o mau contato e o salto da corrente elétrica e brilho gerando derretimento instantâneo de um produto completamente novo e isento de defeitos.

Caso o pino fosse chato, não haveria esse potencial elétrico mal distribuído e possibilidade de mau contato entre o pino e a concha que inventaram para conectar.
 

PC-pilot

Old Member
Registrado
Eis uma AULA sobre surto elétrico e as devidas proteções:

 

DuoLEd

Active Member
Registrado
Caso o pino fosse chato, não haveria esse potencial elétrico mal distribuído e possibilidade de mau contato entre o pino e a concha que inventaram para conectar.
Mau contato pode existir em qualquer tipo de tomada, emendas, conexões. Pode ter certeza que existe algum erro no projeto da sua residência ou defeito na tomada.
Sugiro contratar um profissional habilitado para revisar todo o circuito elétrico.
 

josé Amilton

Member
Registrado

rogeriocostamed

New Member
Registrado
Comprei o Clamper multiproteção para TV + MiBox na sala, e TV, monitor, computador, modem, carregadores, no quarto.
Para os outros equipamentos, comprei aquele protetor individual da Clampler.
Aqui não tem terra, e no quarto improvisei um aterramento direto na parede do quarto, mesmo sabendo que não é o ideal.
Gastei em torno de R$ 540, em uma promoção da Waz e me sinto muito mais tranquilo.
 

PC-pilot

Old Member
Registrado
Aqui não tem terra, e no quarto improvisei um aterramento direto na parede do quarto, mesmo sabendo que não é o ideal.
Você enfiou o fio na parede??

Não é questão de "não ser o ideal" mas sim de que não é funcional, simplesmente não faz qualquer diferença. Não há condutibilidade na argamassa ou tijolos apenas resistividade.
 

rogeriocostamed

New Member
Registrado
Você enfiou o fio na parede??

Não é questão de "não ser o ideal" mas sim de que não é funcional, simplesmente não faz qualquer diferença. Não há condutibilidade na argamassa ou tijolos apenas resistividade.
Meu computador e TV estavam dando choque, especialmente ao encostar na parte metálica posterior no gabinete.
Peguei um cabo flexível de 1,5mm, coloquei ele na tomada da mesa, no terceiro pino e puxei até a parede, onde fixei o cabo firmemente à parede, usando um parafuso sem bucha.
Também inverti o neutro e fase, na tomada.
A luz "neutro presente" no clamper multiproteção acendeu e o computador parou de dar choque, inclusive com os pés no chão, todo molhado, saindo do banho.
 

RaphaelSP

New Member
Registrado
Fala pessoal,

Minha dúvida é sobre o fornecimento de energia das TV's.
Não achei espaço específico no Fórum sobre isso, caso haja, me desculpem...

Gostaria de saber se vcs ligam suas TV's em filtro de linha ou estabilizador?
Atualmente tenho um filtro de linha e no meu bairro (em SP) tem muita oscilação e queda de luz, tenho medo de queimar, pois nele está ligado PS4, Home Theater, TV 65' RU7100, Roteador e Net.

O que vcs me recomendam ? Pensei em trocar por um estabilizador de 6 tomadas... NoBreak também seria uma opção, mas acho muito caro...

Obrigado desde já!
 

DuoLEd

Active Member
Registrado
O que vcs me recomendam ? Pensei em trocar por um estabilizador de 6 tomadas... NoBreak também seria uma opção, mas acho muito caro...
Não há necessidade nenhuma de se ter nobreak numa TV e jamais se utiliza estabilizador. Um bom filtro de linha, como os da Clamper, já é mais do que suficiente uma vez que a fonte das TVs são full range e suportam uma tensão de 90 até 240V.

Sobre a queima de TV o maior vilão é o conector da antena. Em locais com muita incidência de raios ou com a utilização de TV a cabo é possível ter surtos de tensão vindo pelo cabo da antena e danificando a placa principal. É sempre recomendável ter protetor de surto de antena se vc se enquadra em algum dos casos anteriores.
 
Última edição:

yurieu

Active Member
Registrado
No site Waz.com existe filtros de linha importados de luxo da marca APC e belkin. Sugiro comprar sem pensar duas vezes.
 

Usuários que estão vendo esse Tópico (Users: 0, Guests: 1)

Topo