Área de TI não suporta mais introvertidos?

Zxf95

Faço programa e também desenvolvo
Registrado
comentários desativados, pq será? :sefu:


bônus
Dou graças a deus de não ter pego nenhum desses eventos.

Máximo que aconteceu quando eu tava lá foi chamarem todo mundo pra sacada (400 funcionários) pra ficar gritando e acenando pro drone pro vídeo novo.

E esse vídeo da Black Friday é de 2016, mas vi o desse ano nos stories de amigos e foi a mesma coisa. Dono da empresa subindo na mesa pra estourar espumante enquanto os funcionários otários comemoram.

Ah, e não tem participação nos lucros.
 

DunhaMaster

¯\_(ツ)_/¯
Registrado
comentários desativados, pq será? :sefu:


bônus
PUTA QUE PARIU :bwahaha: :bwahaha: :bwahaha:

Na boa... Como defender uma porra dessa? Olha o puteiro que é nesse primeiro vídeo! No final os caras subindo na mesa e jogando bebida nas máquinas! Pode ter certeza que quem planeja essas festas são os mesmos "gênios" que pedem pra você ficar numa perna só e cantar macarena na entrevista de emprego.
 

Atwa

Active Member
Registrado
Dou graças a deus de não ter pego nenhum desses eventos.

Máximo que aconteceu quando eu tava lá foi chamarem todo mundo pra sacada (400 funcionários) pra ficar gritando e acenando pro drone pro vídeo novo.

E esse vídeo da Black Friday é de 2016, mas vi o desse ano nos stories de amigos e foi a mesma coisa. Dono da empresa subindo na mesa pra estourar espumante enquanto os funcionários otários comemoram.

Ah, e não tem participação nos lucros.

:wtf:


Acho que estou ficando velho mesmo... não me adaptaria em trabalhar em um ambiente desses.


Gosto de ficar no meu canto sem ninguém pra enche a paciência.
 

DropeXK

Moço Casadoiro
Registrado
Trabalhei em uma dessas 'empresas modernas' daqui da minha cidade.

Era uma baderna desenfreada, primeiro que sendo das vendas, era eu e mais 30 pessoas no mesmo lugar numa barulheira ensurdecedora, eu quase desmaiava quando chegava em casa porque ficava zonzo.

Videogame? Check, ainda que jogavam no intervalo de almoço, era uma gritaria desenfreada que parecia que o Brasil estava na final da copa do mundo, chegava a atravessar as paredes da empresa.

Festinhas e cerveja? Check, volta e meia tinha e em algumas, como eram uma hora antes do fim do expediente ou no intervalo do almoço, era obrigado a ficar, acabava por ir dormir am algum canto, caso fosse em algum horário fora do expediente e eu não quisesse ir aí sempre cobravam justificativa.

RH? Não tinha, a cultura era o bullying desenfreado com o chefe dizendo na sua cara que não se importava com a sua felicidade, que os funcionários só estavam lá para deixar ele rico (o que não deixa de ser verdade de certa forma).

Como pagava bem, fiquei lá até ser demitido e conseguir tirar o seguro mais o FGTS com as multas (foi sem justa causa e sem aviso), aí foi uma choradeira, pessoal pedindo desculpas, dizendo que eu era uma pessoa ótima e blá, blá, blá, com exceção de um ou outro que já estava na mesma espiral não sinto falta de ninguém de lá e foi libertador, pelo menos no meu atual emprego tenho sossego.
 
Última edição:

Dino

Amarelo deserto e seus tremores
Registrado
Só acho que se você não tá satisfeito com a empres na qual trabalha, é super simples: pede demissão e procure uma em que você se encaixa. A empresa não vai mudar por causa do gosto de um funcionário e ninguém é obrigado a ficar.

Agora, se tu aceita por algum motivo (salário, benefício, amizades, status), aí é problema teu.
 

Pywaln

Outsider Inside
Registrado
Se você não quer se relacionar com elas, deixe isso claro, exponha o argumento que o leva a ser assim e ponto final. É preciso dizer apenas uma vez e tais pessoas irão entender o recado. Na sua vida nada importa se irão pensar que você é insociável ou complicado, o que realmente importa é como você se sente não conversando com as mesmas. Se você se sente mal porque elas agem de certa maneira ao seu silêncio - demostrando que têm uma imagem negativa sobre esse seu aspecto -, aí que mora o problema. Temos de estar confortáveis no trabalho, independente do que acham a respeito de nós.

Afinal, o que importa é o resultado do trabalho e não conversas inúteis sobre situações superficiais.
 

Playck031

Well-Known Member
Registrado
E pro cara aí que acha que é top e faz sentido pedir pro candidato imitar um dinossauro botando ovo: fiz entrevista com empresas de uns dez países diferentes e TODAS, sem exceção, fizeram apenas perguntas técnicas. Nada de perguntas pessoais, até porque em muitos países é proibido, nada de perguntar quais meus hobbies, nada de pedir pra eu fazer algo beirando a humilhação.

Afinal, eles estão preocupados se eu sei ou não fazer meu trabalho, não se eu vou ser a alma da festa de final de ano da empresa.

Ou vai ver o processo seletivo no exterior que é ruim, porque não pede pro candidato comer merda.
Parando para pensar, o que apenas está acontecendo é uma valorização do comportamento primitivo e invasivo que é a marca característica dos latinos.

Se antigamente esse tipo de comportamento era desincentivado no ambiente de trabalho, agora é valorizado.

Pior é venderem seriamente a ideia que se comportar como um primata tem alguma relação com Soft Skills.
 
Última edição:

Zxf95

Faço programa e também desenvolvo
Registrado

DropeXK

Moço Casadoiro
Registrado
Só acho que se você não tá satisfeito com a empres na qual trabalha, é super simples: pede demissão e procure uma em que você se encaixa. A empresa não vai mudar por causa do gosto de um funcionário e ninguém é obrigado a ficar.

Agora, se tu aceita por algum motivo (salário, benefício, amizades, status), aí é problema teu.

Concordo, mas aí tinha outros problemas com a família que me fizeram ficar lá suportando um pouco mais, então acabei engolindo uns sapos a mais.


Comigo funciona perfeitamente. 100% das vezes. Talvez a falha seja no operador.
O problema é que eu entrei com a mesma mentalidade deles e fui mudando aos poucos, aí ficou bem mais complicado me desvencilhar.
 

DunhaMaster

¯\_(ツ)_/¯
Registrado
Só acho que se você não tá satisfeito com a empres na qual trabalha, é super simples: pede demissão e procure uma em que você se encaixa. A empresa não vai mudar por causa do gosto de um funcionário e ninguém é obrigado a ficar.

Agora, se tu aceita por algum motivo (salário, benefício, amizades, status), aí é problema teu.
Concordo totalmente com a frase "se não está satisfeito, troque", mas aceitar ou não não tira o direito de criticar, ainda mais quando é um tipo de "cultura empresarial" que está se alastrando por praticamente todas as empresas.

A maior crítica aqui é na cultura, não em empresas diretamente (tem a MadeiraMadeira que colocaram o vídeo insano agora à pouco para ilustrar, mas isso é só um exemplo).

Se você não quer se relacionar com elas, deixe isso claro, exponha o argumento que o leva a ser assim e ponto final. É preciso dizer apenas uma vez e tais pessoas irão entender o recado. Na sua vida nada importa se irão pensar que você é insociável ou complicado, o que realmente importa é como você se sente não conversando com as mesmas. Se você se sente mal porque elas agem de certa maneira ao seu silêncio - demostrando que têm uma imagem negativa sobre esse seu aspecto -, aí que mora o problema. Temos de estar confortáveis no trabalho, independente do que acham a respeito de nós.

Afinal, o que importa é o resultado do trabalho e não conversas inúteis sobre situações superficiais.
Leia alguns posts anteriores e veja os relatos do pessoal. Procure nas redes sociais de pessoas que trabalharam nesse meio "modernozo" e veja os depoimentos. O problema é que se você faz isso e "destoa" do grupo, você é excluído pelo próprio grupo, pelos chefes e é o primeiro na fila de corte.

Claro que existem pessoas que se você falar e explicar elas vão entender totalmente. Tem outras que não. As pessoas hoje em dia tem uma dificuldade sobre-humana em respeitar os colegas de trabalho, e essa falta de respeito é incentivada por essa cultura, que é justamente o centro dessa questão.

E em qualquer empresa é preciso dançar conforme a música, e isso inclui acabar se forçando a ter certas atitudes. Mas como eu disse acima, isso não tira o direito de criticar essas características das empresas, mesmo tendo que aceitá-las.

Comigo funciona perfeitamente. 100% das vezes. Talvez a falha seja no operador.
Cara, o mundo está cheio se gente sem noção e sem bom senso. E não só no ambiente de trabalho. Quantas vezes você já viu uma situação que poderia ter sido resolvida de forma simples ir aumentando e virar uma bomba?
 

Zxf95

Faço programa e também desenvolvo
Registrado
Só acho que se você não tá satisfeito com a empres na qual trabalha, é super simples: pede demissão e procure uma em que você se encaixa. A empresa não vai mudar por causa do gosto de um funcionário e ninguém é obrigado a ficar.

Agora, se tu aceita por algum motivo (salário, benefício, amizades, status), aí é problema teu.
Nem sempre é tão simples.

Um pai/mãe com três filhos pra sustentar tem que engolir muito sapo pra garantir o alimento na mesa. Ainda mais com um mercado de trabalho como o de hoje.
 

gohotwheels

New Member
Registrado
Nem sempre é tão simples.

Um pai/mãe com três filhos pra sustentar tem que engolir muito sapo pra garantir o alimento na mesa. Ainda mais com um mercado de trabalho como o de hoje.
Mas você mesmo diz que fez mais de 10 entrevistas sem essa tosquera de imitar dinossauro.

É só o pai de família deixar de ser prostituto e ir atrás dessas vagas também.

Agora, se o cara vende a dignidade por um prato de feijão, quem somos nós para julgar?
 

Zxf95

Faço programa e também desenvolvo
Registrado
Mas você mesmo diz que fez mais de 10 entrevistas sem essa tosquera de imitar dinossauro.

É só o pai de família deixar de ser prostituto e ir atrás dessas vagas também.

Agora, se o cara vende a dignidade por um prato de feijão, quem somos nós para julgar?
Sim, mas eu tenho dez anos de experiência numa profissão em altíssima demanda, ensino superior, não tinha ninguém dependendo de mim, não pagava aluguel e fiz todas essas entrevistas no exterior. É uma situação bem diferente da esmagadora maioria do Brasil.

Agora você acha que o Zé Ruela que trabalha num financeiro de uma MadeiraMadeira da vida ganhando 1600 brutos por mês, pagando aluguel e com filho dependendo dele tem a mesma possibilidade de se arriscar mudando de emprego assim?

Tratar isso como ser prostituto ou vender a dignidade é, com toda respeito, de uma estupidez gigantesca. Só mostra que você está tão desconectado da realidade da população brasileira que acha que qualquer um pode se dar ao luxo de ficar trocando de emprego.
 

LeandroJVarini

Primo do Maurivillas
Registrado
Na empresa atual que trabalho infelizmente estou tendo o mesmo problema, pessoas que acham que a empresa é extensão de suas casa, sou do contas a receber e todos ali no mesmo setor ficam puxando assunto externo a todos os instantes o fluxo de trabalho cai drasticamente, é tenso, horrível trabalhar assim.
 

gohotwheels

New Member
Registrado
Sim, mas eu tenho dez anos de experiência numa profissão em altíssima demanda, ensino superior, não tinha ninguém dependendo de mim, não pagava aluguel e fiz todas essas entrevistas no exterior. É uma situação bem diferente da esmagadora maioria do Brasil.

Agora você acha que o Zé Ruela que trabalha num financeiro de uma MadeiraMadeira da vida ganhando 1600 brutos por mês, pagando aluguel e com filho dependendo dele tem a mesma possibilidade de se arriscar mudando de emprego assim?

Tratar isso como ser prostituto ou vender a dignidade é, com toda respeito, de uma estupidez gigantesca. Só mostra que você está tão desconectado da realidade da população brasileira que acha que qualquer um pode se dar ao luxo de ficar trocando de emprego.
Mas aí não acho que seja o caso de ninguém que postou aqui. Imagino que o skill level do pessoal no forum deve ser algo parecido com o teu. E a discussão era sobre a cultura invasiva das empresas modernas. Neste caso ainda acredito que cabe ao caboclo ter a iniciativa de pular fora dessa barca furada e encontrar uma empresa que tenha uma cultura menos extrovertida.
 

Zxf95

Faço programa e também desenvolvo
Registrado
Mas aí não acho que seja o caso de ninguém que postou aqui. Imagino que o skill level do pessoal no forum deve ser algo parecido com o teu. E a discussão era sobre a cultura invasiva das empresas modernas. Neste caso ainda acredito que cabe ao caboclo ter a iniciativa de pular fora dessa barca furada e encontrar uma empresa que tenha uma cultura menos extrovertida.
Sim, se a pessoa tem a possibilidade de tentar encontrar algo que se encaixe mais no que ela gosta, vai fundo.

O problema é que a cultura da empresa afeta todo mundo. Desde o cara com um super currículo que ganha 20k por mês até a tia do café que recebe o salário de fome.
 

rgfraiz

Member
Registrado
É por causa de gente como você que criei esse tópico. Gente que acredita que outros precisam ser sociaveis e se comunicar mais mesmo sendo introvertido, não vê valor em alguém quieto que quer fazer seu trabalho de maneira competente, não aceitam que nem todo vai ser assim "dinâmico" e os acusam de sem estranhos. Serão sempre uns idiotas, sustentados por quem leva o trabalho a sério. Acham estranho quem não interage, mas por outro lado, quem é quieto e observador não vê seriedade em quem fala demais em todos os lugares, principalmente em plena realização de uma atividade.

E esse pessoal de RH e Psicologia são idiotas, a prova disso é simples, as empresas que aplicam esses testes dinâmicos seguem um padrão: muito trabalho, salário baixo, alta rotatividade, ambiente infantil etc.
Ótimo então, você pode ser o que você quiser, inclusive introvertido. Agora você é no mínimo bastante pretensioso ao achar que gente com o seu perfil sustenta o trabalho da empresa, porque os demais segundo você "falam demais" ou na sua visão de mundo são "idiotas".

Mas daí a iniciar uma cruzada contra as empresas que exigem esses tipos que "habilidades sociais", que você taxa como idiotas, basta simplesmente trabalhar em outra empresa não?

Ou então você tem a opção de trabalhar pra você, que tal? Monta sua empresa e só recruta "introvertidos".

No mais, quem tem o minimo de vivência sabe que, em caso de um corte, provavelmente os "idiotas" que você critica permanecerão na empresa e os "quietos"/"introvertidos" (considerados por muitos como "gente chata") vão cair fora.

Sabe porque? Porque as pessoas preferem trabalhar junto a esses tipos que você considera "idiotas" do que com gente que não interage, simples assim. Doí, mas é verdade.

O trabalho em muitos lugares já é deveras estressante, alguns desses "idiotas" que você tanto critica, felizmente, fazem a labuta diária ser mais tolerável.
 

Zxf95

Faço programa e também desenvolvo
Registrado
Sabe porque? Porque as pessoas preferem trabalhar junto a esses tipos que você considera "idiotas" do que com gente que não interage, simples assim. Doí, mas é verdade.
Acredito que, na verdade, é porque quem não é visto não é lembrado.

E também porque não importa se você é bom em determinada coisa. Você pode ser um bosta, contando que os outros achem que você é bom.

E, por último, porque essa galera geralmente é ótima pra dar aquela puxadinha de saco.
 

kamalh

EX- CEO da ESNER Corp. Vendi a bagaça kkkkk.
Registrado
Não li tudo, olhei só a primeira pagina.

Infelizmente o movimento contemporâneo é hipócrita, todas as empresas querem passar uma imagem que é igual uma startup, todo mundo descolado e amigo, mas isso não existe.

É Darwin, quem não se adaptar vai sumir, quem é introvertido se não aprender a ser extrovertido vai sumir, digo mais precisamos quebrar esta "síndrome de Gabriela" ou seja "eu nasci assim, eu cresci assim, Gabrielaaaaaa." e evoluir pois o ser humano é um bicho politico e a diplomacia é importante.

Voltando na ideia de hipocrisia do RH moderno, trabalho em uma grande multinacional e vejo ela como o "Reich", kkkkkk, serio depois que assisti a serie O Homem do Castelo Alto, kkkkk, tenho certeza que trabalho no Reich e fico em duvida sobre a minha patente da SS kkkkkkkkk, mas voltando ao tópico, as empresas hoje trabalham da seguinte forma na frente é tudo lindo, chegamos no ambiente de visitas são aquelas cadeiras anatômicas de startup, aquelas paredes plotadas como varias ideias e palavras chaves, blocos coloridos e etc, nas fotos do linkedin é todo mundo sorrindo, todo mundo feliz, todo mundo falando de orgulho de fazer parte da equipe e da felicidade de estar ali, por trás só chicote no lombo, quando tem que debater resultados o pessoal só falta bater na gente e querem que a gente quase bata nos nossos subordinados, aqueles sorrisos não existe e ambiente de startup não existe ai entra o Reich.

Porem, como tudo na vida tem o seu porem, quem demostra esta verdadeira faceta da empresa é um "traidor do Reich" e primeiro será "interrogado" pelo RH para entender pq ele não esta feliz e depois "executado" ou seja rua, demitido, pois é um rebelde no sistema, uma liderança "negativa" que precisa ser eliminada, quem não fizer parte deste modelo moderno de funcionário vai se dar mal, pois é a seleção natural do sistema moderno de RH.

RH moderno, ainda mais com os milenais chegando ao poder tudo fica um pouco mais bizarro, dica que te dou, entendo o seu lado pois sou dos dois extreme, tenho momentos super extrovertidos e outros super introvertidos, então tente trabalhar este seu lado, vc tem um direcionador, olha a sua amiga ela acha que vc não gosta dela, ai faça a seguinte reflexão da situação:

"Para quantas pessoas esta infeliz fez esta fofoca que eu não gosto dela ? Será que o meu RH me enxerga como um problema ? Ou seja, a partir de uma fofoca eles podem achar que sou um cara antissocial e um risco para equipe ?"

Pense bem, em caso de um promoção no seu setor esta sua colega vai usar disso para falar que vc tem um relacionamento ruim com os colegas e se ela pegar o cargo superior ao seu, ela vai querer tirar vc por imaginar que vc não gosta dela, fora que ela tem 50% mais de chance de pegar a vaga, uma é por ser mulher, esta rolando um movimento nas empresas de colocar mulheres em cargos de chefia por conta da diversidade, segundo pq na visão do RH ela tem softskills melhores do que vc, pois ela é extrovertida.

Ai volto no Reich, se vc tiver assistido Homem do Castelo Alto entenderia que tudo é conspiração, seu colega sorri e te elogia hoje, amanha já esta tramando para derrubar por isso eu não gosto de ficar nem em evidencia positiva ou negativa no meu trabalho, prefiro seguir no meio, quem esta em evidencia positiva é quem os "amigos" de trabalho querem derrubar, quem esta em evidencia negativa sempre será lembrado como exemplo negativo, você esta em evidencia negativa graças a boca da sua amiga que espalha que vc não gosta dela.

Faça uma reflexão sobre isso, vc pode melhorar este lado introvertido e ter uma relacionamento no trabalho melhor e melhor na vida, trabalhar assim não é bom para ninguém, ainda mais em uma época de crise onde todos estão tentando salvar a própria cabeça e saiba que se vc ficou sabendo que esta menina acha que vc não gosta dela, todos onde vc trabalha sabem disso, incluindo RH, ela usa isso para se proteger e se fazer de vitima.

Faça um leitura sobre Softskill, são as habilidades do seculo XXI, isso vai te ajudar muito.
 

mancado22

Furry and proud.
Registrado
Não li tudo, olhei só a primeira pagina.

Infelizmente o movimento contemporâneo é hipócrita, todas as empresas querem passar uma imagem que é igual uma startup, todo mundo descolado e amigo, mas isso não existe.

É Darwin, quem não se adaptar vai sumir, quem é introvertido se não aprender a ser extrovertido vai sumir, digo mais precisamos quebrar esta "síndrome de Gabriela" ou seja "eu nasci assim, eu cresci assim, Gabrielaaaaaa." e evoluir pois o ser humano é um bicho politico e a diplomacia é importante.

Voltando na ideia de hipocrisia do RH moderno, trabalho em uma grande multinacional e vejo ela como o "Reich", kkkkkk, serio depois que assisti a serie O Homem do Castelo Alto, kkkkk, tenho certeza que trabalho no Reich e fico em duvida sobre a minha patente da SS kkkkkkkkk, mas voltando ao tópico, as empresas hoje trabalham da seguinte forma na frente é tudo lindo, chegamos no ambiente de visitas são aquelas cadeiras anatômicas de startup, aquelas paredes plotadas como varias ideias e palavras chaves, blocos coloridos e etc, nas fotos do linkedin é todo mundo sorrindo, todo mundo feliz, todo mundo falando de orgulho de fazer parte da equipe e da felicidade de estar ali, por trás só chicote no lombo, quando tem que debater resultados o pessoal só falta bater na gente e querem que a gente quase bata nos nossos subordinados, aqueles sorrisos não existe e ambiente de startup não existe ai entra o Reich.

Porem, como tudo na vida tem o seu porem, quem demostra esta verdadeira faceta da empresa é um "traidor do Reich" e primeiro será "interrogado" pelo RH para entender pq ele não esta feliz e depois "executado" ou seja rua, demitido, pois é um rebelde no sistema, uma liderança "negativa" que precisa ser eliminada, quem não fizer parte deste modelo moderno de funcionário vai se dar mal, pois é a seleção natural do sistema moderno de RH.

RH moderno, ainda mais com os milenais chegando ao poder tudo fica um pouco mais bizarro, dica que te dou, entendo o seu lado pois sou dos dois extreme, tenho momentos super extrovertidos e outros super introvertidos, então tente trabalhar este seu lado, vc tem um direcionador, olha a sua amiga ela acha que vc não gosta dela, ai faça a seguinte reflexão da situação:

"Para quantas pessoas esta infeliz fez esta fofoca que eu não gosto dela ? Será que o meu RH me enxerga como um problema ? Ou seja, a partir de uma fofoca eles podem achar que sou um cara antissocial e um risco para equipe ?"

Pense bem, em caso de um promoção no seu setor esta sua colega vai usar disso para falar que vc tem um relacionamento ruim com os colegas e se ela pegar o cargo superior ao seu, ela vai querer tirar vc por imaginar que vc não gosta dela, fora que ela tem 50% mais de chance de pegar a vaga, uma é por ser mulher, esta rolando um movimento nas empresas de colocar mulheres em cargos de chefia por conta da diversidade, segundo pq na visão do RH ela tem softskills melhores do que vc, pois ela é extrovertida.

Ai volto no Reich, se vc tiver assistido Homem do Castelo Alto entenderia que tudo é conspiração, seu colega sorri e te elogia hoje, amanha já esta tramando para derrubar por isso eu não gosto de ficar nem em evidencia positiva ou negativa no meu trabalho, prefiro seguir no meio, quem esta em evidencia positiva é quem os "amigos" de trabalho querem derrubar, quem esta em evidencia negativa sempre será lembrado como exemplo negativo, você esta em evidencia negativa graças a boca da sua amiga que espalha que vc não gosta dela.

Faça uma reflexão sobre isso, vc pode melhorar este lado introvertido e ter uma relacionamento no trabalho melhor e melhor na vida, trabalhar assim não é bom para ninguém, ainda mais em uma época de crise onde todos estão tentando salvar a própria cabeça e saiba que se vc ficou sabendo que esta menina acha que vc não gosta dela, todos onde vc trabalha sabem disso, incluindo RH, ela usa isso para se proteger e se fazer de vitima.

Faça um leitura sobre Softskill, são as habilidades do seculo XXI, isso vai te ajudar muito.
Eu jamais trabalharia em um ambiente deste jeito, só gente doente mental/psicopata consegue trabalhar em ambientes assim e se sentir confortável.
 

Doug!as

From a Ruined Country
Registrado
Não li tudo, olhei só a primeira pagina.

Infelizmente o movimento contemporâneo é hipócrita, todas as empresas querem passar uma imagem que é igual uma startup, todo mundo descolado e amigo, mas isso não existe.

É Darwin, quem não se adaptar vai sumir, quem é introvertido se não aprender a ser extrovertido vai sumir, digo mais precisamos quebrar esta "síndrome de Gabriela" ou seja "eu nasci assim, eu cresci assim, Gabrielaaaaaa." e evoluir pois o ser humano é um bicho politico e a diplomacia é importante.

Voltando na ideia de hipocrisia do RH moderno, trabalho em uma grande multinacional e vejo ela como o "Reich", kkkkkk, serio depois que assisti a serie O Homem do Castelo Alto, kkkkk, tenho certeza que trabalho no Reich e fico em duvida sobre a minha patente da SS kkkkkkkkk, mas voltando ao tópico, as empresas hoje trabalham da seguinte forma na frente é tudo lindo, chegamos no ambiente de visitas são aquelas cadeiras anatômicas de startup, aquelas paredes plotadas como varias ideias e palavras chaves, blocos coloridos e etc, nas fotos do linkedin é todo mundo sorrindo, todo mundo feliz, todo mundo falando de orgulho de fazer parte da equipe e da felicidade de estar ali, por trás só chicote no lombo, quando tem que debater resultados o pessoal só falta bater na gente e querem que a gente quase bata nos nossos subordinados, aqueles sorrisos não existe e ambiente de startup não existe ai entra o Reich.

Porem, como tudo na vida tem o seu porem, quem demostra esta verdadeira faceta da empresa é um "traidor do Reich" e primeiro será "interrogado" pelo RH para entender pq ele não esta feliz e depois "executado" ou seja rua, demitido, pois é um rebelde no sistema, uma liderança "negativa" que precisa ser eliminada, quem não fizer parte deste modelo moderno de funcionário vai se dar mal, pois é a seleção natural do sistema moderno de RH.

RH moderno, ainda mais com os milenais chegando ao poder tudo fica um pouco mais bizarro, dica que te dou, entendo o seu lado pois sou dos dois extreme, tenho momentos super extrovertidos e outros super introvertidos, então tente trabalhar este seu lado, vc tem um direcionador, olha a sua amiga ela acha que vc não gosta dela, ai faça a seguinte reflexão da situação:

"Para quantas pessoas esta infeliz fez esta fofoca que eu não gosto dela ? Será que o meu RH me enxerga como um problema ? Ou seja, a partir de uma fofoca eles podem achar que sou um cara antissocial e um risco para equipe ?"

Pense bem, em caso de um promoção no seu setor esta sua colega vai usar disso para falar que vc tem um relacionamento ruim com os colegas e se ela pegar o cargo superior ao seu, ela vai querer tirar vc por imaginar que vc não gosta dela, fora que ela tem 50% mais de chance de pegar a vaga, uma é por ser mulher, esta rolando um movimento nas empresas de colocar mulheres em cargos de chefia por conta da diversidade, segundo pq na visão do RH ela tem softskills melhores do que vc, pois ela é extrovertida.

Ai volto no Reich, se vc tiver assistido Homem do Castelo Alto entenderia que tudo é conspiração, seu colega sorri e te elogia hoje, amanha já esta tramando para derrubar por isso eu não gosto de ficar nem em evidencia positiva ou negativa no meu trabalho, prefiro seguir no meio, quem esta em evidencia positiva é quem os "amigos" de trabalho querem derrubar, quem esta em evidencia negativa sempre será lembrado como exemplo negativo, você esta em evidencia negativa graças a boca da sua amiga que espalha que vc não gosta dela.

Faça uma reflexão sobre isso, vc pode melhorar este lado introvertido e ter uma relacionamento no trabalho melhor e melhor na vida, trabalhar assim não é bom para ninguém, ainda mais em uma época de crise onde todos estão tentando salvar a própria cabeça e saiba que se vc ficou sabendo que esta menina acha que vc não gosta dela, todos onde vc trabalha sabem disso, incluindo RH, ela usa isso para se proteger e se fazer de vitima.

Faça um leitura sobre Softskill, são as habilidades do seculo XXI, isso vai te ajudar muito.
Não é meio besteira hoje em dia ficar mais de 1 ano na empresa? Algumas linguas me dizem pra ficar 1 ano e vazar fora, tu entra de junior, fica 1 ano, vai pra outra ainda como junior por outro ano, depois já pula pra pleno e por ai vai, minimiza a dependência de precisar de promoções, funciona até certo ponto ao meu ver..
 

-Kbça-

-Kbça-
Registrado
Não é meio besteira hoje em dia ficar mais de 1 ano na empresa? Algumas linguas me dizem pra ficar 1 ano e vazar fora, tu entra de junior, fica 1 ano, vai pra outra ainda como junior por outro ano, depois já pula pra pleno e por ai vai, minimiza a dependência de precisar de promoções, funciona até certo ponto ao meu ver..
Depende, se for para subir de cargo rapidamente sim, entretanto quando tu chega em sênior subir de cargo mudando de empresa não é tão fácil assim (ganhar mais sim), então ficar trocando de emprego não é muito inteligente.
A vida é uma merda e sempre foi assim, quem consegue dançar conforme a música vai em frente, quem não consegue chupa dedo, é assim é será sempre assim.

Eu jamais trabalharia em um ambiente deste jeito, só gente doente mental/psicopata consegue trabalhar em ambientes assim e se sentir confortável.
Acho que o doente mental aqui é você, que pelo jeito não tem o mínimo respeito pelos seus colegas e nem sou eu que falo isso:

Isolamento da sociedade: Os futuros psicopatas não aprendem, e às vezes não conseguem identificar as convenções e os comportamentos sociais – basicamente, eles se importam somente com suas próprias necessidades.

Egoísmo: O psicopata é incapaz de se colocar no lugar do outro – em uma situação de sofrimento, por exemplo, ele se mantém frio e apático.


O problemas é que vocês aqui estão querendo validar uma péssima característica humana, ser introvertido é uma coisa, ser um cuzao mau humorado que não conversa com ninguém é outra...

Vou me abster do tópico, pois pelo jeito já pulamos para a falta de respeito... Chamar os outros de doente mental? Zzzzz
 

Andromeda's Ryder

Quid Est Veritas?
Registrado
Não li tudo, olhei só a primeira pagina.

Infelizmente o movimento contemporâneo é hipócrita, todas as empresas querem passar uma imagem que é igual uma startup, todo mundo descolado e amigo, mas isso não existe.

É Darwin, quem não se adaptar vai sumir, quem é introvertido se não aprender a ser extrovertido vai sumir, digo mais precisamos quebrar esta "síndrome de Gabriela" ou seja "eu nasci assim, eu cresci assim, Gabrielaaaaaa." e evoluir pois o ser humano é um bicho politico e a diplomacia é importante.

Voltando na ideia de hipocrisia do RH moderno, trabalho em uma grande multinacional e vejo ela como o "Reich", kkkkkk, serio depois que assisti a serie O Homem do Castelo Alto, kkkkk, tenho certeza que trabalho no Reich e fico em duvida sobre a minha patente da SS kkkkkkkkk, mas voltando ao tópico, as empresas hoje trabalham da seguinte forma na frente é tudo lindo, chegamos no ambiente de visitas são aquelas cadeiras anatômicas de startup, aquelas paredes plotadas como varias ideias e palavras chaves, blocos coloridos e etc, nas fotos do linkedin é todo mundo sorrindo, todo mundo feliz, todo mundo falando de orgulho de fazer parte da equipe e da felicidade de estar ali, por trás só chicote no lombo, quando tem que debater resultados o pessoal só falta bater na gente e querem que a gente quase bata nos nossos subordinados, aqueles sorrisos não existe e ambiente de startup não existe ai entra o Reich.

Porem, como tudo na vida tem o seu porem, quem demostra esta verdadeira faceta da empresa é um "traidor do Reich" e primeiro será "interrogado" pelo RH para entender pq ele não esta feliz e depois "executado" ou seja rua, demitido, pois é um rebelde no sistema, uma liderança "negativa" que precisa ser eliminada, quem não fizer parte deste modelo moderno de funcionário vai se dar mal, pois é a seleção natural do sistema moderno de RH.

RH moderno, ainda mais com os milenais chegando ao poder tudo fica um pouco mais bizarro, dica que te dou, entendo o seu lado pois sou dos dois extreme, tenho momentos super extrovertidos e outros super introvertidos, então tente trabalhar este seu lado, vc tem um direcionador, olha a sua amiga ela acha que vc não gosta dela, ai faça a seguinte reflexão da situação:

"Para quantas pessoas esta infeliz fez esta fofoca que eu não gosto dela ? Será que o meu RH me enxerga como um problema ? Ou seja, a partir de uma fofoca eles podem achar que sou um cara antissocial e um risco para equipe ?"

Pense bem, em caso de um promoção no seu setor esta sua colega vai usar disso para falar que vc tem um relacionamento ruim com os colegas e se ela pegar o cargo superior ao seu, ela vai querer tirar vc por imaginar que vc não gosta dela, fora que ela tem 50% mais de chance de pegar a vaga, uma é por ser mulher, esta rolando um movimento nas empresas de colocar mulheres em cargos de chefia por conta da diversidade, segundo pq na visão do RH ela tem softskills melhores do que vc, pois ela é extrovertida.

Ai volto no Reich, se vc tiver assistido Homem do Castelo Alto entenderia que tudo é conspiração, seu colega sorri e te elogia hoje, amanha já esta tramando para derrubar por isso eu não gosto de ficar nem em evidencia positiva ou negativa no meu trabalho, prefiro seguir no meio, quem esta em evidencia positiva é quem os "amigos" de trabalho querem derrubar, quem esta em evidencia negativa sempre será lembrado como exemplo negativo, você esta em evidencia negativa graças a boca da sua amiga que espalha que vc não gosta dela.

Faça uma reflexão sobre isso, vc pode melhorar este lado introvertido e ter uma relacionamento no trabalho melhor e melhor na vida, trabalhar assim não é bom para ninguém, ainda mais em uma época de crise onde todos estão tentando salvar a própria cabeça e saiba que se vc ficou sabendo que esta menina acha que vc não gosta dela, todos onde vc trabalha sabem disso, incluindo RH, ela usa isso para se proteger e se fazer de vitima.

Faça um leitura sobre Softskill, são as habilidades do seculo XXI, isso vai te ajudar muito.

--- Post duplicado mesclado automaticamente: ---

Não é meio besteira hoje em dia ficar mais de 1 ano na empresa? Algumas linguas me dizem pra ficar 1 ano e vazar fora, tu entra de junior, fica 1 ano, vai pra outra ainda como junior por outro ano, depois já pula pra pleno e por ai vai, minimiza a dependência de precisar de promoções, funciona até certo ponto ao meu ver..
Depende da sua área, se for TI de 2 à 3 anos e bora pra próxima (se der azar e entrar numa porcaria nem 6 meses vale a pena ficar, melhor já ir procurando outro se puder se dar ao luxo)
A teoria por trás disso é que mais de 3 anos em uma empresa sem ascensão ou sem mudança de cargo quer dizer que você fica estagnado profissionalmente "só com o dissidio como aumento" por exemplo e, tecnicamente "sem aprender coisa nova" ou "trabalhar com as novas tecnologias" que hoje estão em alta, então a mudança de emprego tem como finalidade resolver esses problemas.
 
Última edição:

mancado22

Furry and proud.
Registrado
Depende, se for para subir de cargo rapidamente sim, entretanto quando tu chega em sênior subir de cargo mudando de empresa não é tão fácil assim (ganhar mais sim), então ficar trocando de emprego não é muito inteligente.
A vida é uma merda e sempre foi assim, quem consegue dançar conforme a música vai em frente, quem não consegue chupa dedo, é assim é será sempre assim.


Acho que o doente mental aqui é você, que pelo jeito não tem o mínimo respeito pelos seus colegas e nem sou eu que falo isso:

Isolamento da sociedade: Os futuros psicopatas não aprendem, e às vezes não conseguem identificar as convenções e os comportamentos sociais – basicamente, eles se importam somente com suas próprias necessidades.

Egoísmo: O psicopata é incapaz de se colocar no lugar do outro – em uma situação de sofrimento, por exemplo, ele se mantém frio e apático.


O problemas é que vocês aqui estão querendo validar uma péssima característica humana, ser introvertido é uma coisa, ser um cuzao mau humorado que não conversa com ninguém é outra...

Vou me abster do tópico, pois pelo jeito já pulamos para a falta de respeito... Chamar os outros de doente mental? Zzzzz
Não, eu não acho normal pessoas ficarem tramando para derrubar as outras ou mentindo para as outras para te prejudicar, para mim isso é coisa de gente pequena e mesquinha que não serve o ar que respira, eu busco sempre ser o mais justo e honesto com os outros.

Eu tirando depressão que eu tive, não possuo nenhuma doença mental, agora gente como você que gosta de forçar o seu jeito de ser em cima dos outros é quem é doente, na escola era os garotos e garotas populares, os bonitões cheios de amigos, no trabalho são os puxa-sacos, tagarelas e socialites.

Eu prefiro ficar desempregado a ter que lidar com gentinha mesquinha como estas, se eu faço um amigo no trabalho, com certeza irei conversar com ele, irei ser cordial com outros colegas, mas não finjo ser amigo de quem não é meu amigo, algo que acho bacana na cultura alemã, ninguém é obrigado a fingir ser amigo de ninguém, se você for cordial, dizer bom dia e trocar uma ou duas idéias com outros colegas pelo dia, é o suficiente, ninguém te obriga a ser social, pois a mentalidade é que você está no trabalho para fazer ele, só é diferente se o seu trabalho é voltado justamente para a parte social, como professor, assistente social ou coisa do genero.
 

Usuários que estão vendo esse Tópico (Users: 0, Guests: 1)

Topo