Comparativo: Red Dead Redemption 2 em 16 placas de vídeo em FullHD, 2,5K e 4K!

Testamos os principais modelos das linhas GeForce e Radeon no novo game da Rockstar
Por Fabio Feyh 11/11/2019 10:23 | atualizado 11/11/2019 10:28 Comentários Reportar erro

Atualização 11/11/2019 - Adicionamos as placas GTX 1060 6GB e a GTX 1050 Ti aos testes. Lembrando que está tudo no ultra, logo pela GTX 1050 Ti ter 4GB ela roda apenas em resolução FullHD. Esse foi o motivo de não ter a RX 560 nos comparativos, já que ela tem apenas 2GB e com essa quantidade de memória nenhum modelo consegue rodar o game em qualidade gráfica. Mas para ficar claro novamente, placas com chips iguais ou mesmo inferior podem rodar normalmente, porem com outras configs de qualidade, como sempre setamos o máximo apenas para base de comparação, não tem como fazer testes com multiplas configurações pelo tempo necessário.

OBS.: Cade a RX 5700? Não temos nenhuma por aqui e ainda não recebemos para review, logo infelizmente não estão nos comparativos.


Essa semana um dos principais lançamentos de games do ano enfim chegou até o PC. Red Dead Redemptiont 2 é um dos melhores jogos recentes e sua chegada aos computadores era muito esperada por todos os entusiastas de games rodando em altíssima qualidade, taxas de quadros acima dos 30fps e, um dos pontos altos dessa plataforma, todo o potencial que os mods trazem para um game no estilo de mundo aberto amplo e complexo.

Como costumamos fazer em grandes lançamentos, especialmente aqueles que felizmente trazem uma ferramenta de benhcmarks interna, rodamos em todas as nossas placas recentes disponíveis os testes para ver como os modelos GeForce e Radeon se posicionam, nos dando uma visão de como está a disputa AMD versus Nvidia, além de uma ideia de como o jogo está rodando no PC.

O jogo está disponível em duas APIs: DirectX 12 e Vulkan. Em nossos testes preliminares, feitos com a RTX 2060 Super e RX 5700 XT, ambos os modelos se saíram melhor na Vulkan, bem como vários de nossos testes feitos com múltiplos PCs que foram lançados em nosso canal do YouTube nos últimos dias. Além de médias mais altas, a Vulkan vem entregando também maior estabilidade.

Fizemos os testes com as configurações gráficas no máximo, usando a própria barra de pre-set do jogo. Porém é visível que não é uma boa ideia usar essas configs em praticamente nenhum modelo. O impacto na parte gráfica é altíssimo e não compensam a perda de desempenho, com RTX 2080 Ti não dando conta do 4K, pro exemplo, e precisando de uma RTX 2060 Super para dar conta de FullHD (como havia antecipado a Nvidia). Definitivamente "é mais jogo" buscar um ajuste intermediário, que entregará um balanço bem melhor de performance e qualidade gráfica.

Os resultados tendem a ficar semelhantes em qualidade gráfica inferior

O teste que usamos não é o benchmark completo. Assim como acontece em Gran Theft Auto V, o "pass 4" novamente é o teste mais relevante. Enquanto outros trechos trazem algumas simulações interessantes de passagem do tempo e panorâmicas, o último trecho do benchmark é muito claramente mais indicado para simular uma sequência de gameplay real, e por isso é o que mais nos interessa. Para quem já viu o teste, estamos usando aquela parte que começa com um assalto a uma loja e termina com um tiroteio e fuga pelas ruas de Saint Denis. Ali temos tudo que mais buscamos: o teste roda na localidade mais pesada do jogo e imita uma situação real de gameplay. 

Outro aviso relevante: apesar de alguns resultados positivos surgirem na internet acerca do uso da computação assíncrona acionada de forma "manual" nos arquivos de configuração do jogo, nossos testes já estavam sendo rodados sem esse artifício, e portanto não entram nessa configuração. No futuro podemos investigar novamente o tópico.

Também convém avisar da ausência óbvia da RX 5700. No momento não possuímos esse modelo disponível para testes.

Placas de vídeo testadas:

AMD
- PowerColor Red Devil Radeon RX 5700 XT - link da análise
- ASRock Phantom Gaming X RX 590 - link da análise
- ASRock Phantom Gaming RX 580 - link do unboxing
- PowerColor Radeon Red Devil RX 570 - site oficial

Nvidia
- Nvidia Geforce RTX 2080 Ti FE - link da análise
- Nvidia Geforce RTX 2080 Super FE - link da análise
- Nvidia GeForce RTX 2080 FE - link da análise
- Nvidia GeForce RTX 2070 Super FE - link da análise
- EVGA GeForce RTX 2070 Black - link da análise
- MSI Geforce RTX 2060 Super Gaming X - link da análise
- Nvidia GeForce RTX 2060 FE - link da análise
- EVGA GeForce GTX 1660 Ti XC Gaming - link da análise
- Galax GeForce GTX 1660 Super EX 1-Click OC
- EVGA GeForce GTX 1660 XC Ultra - link da análise

Máquina utilizada nos testes:
- Processador Intel Core i9-9900K - Análise
- Placa-mãe Gigabyte Z390 Aorus Xtreme - Site oficial
- Kit de memórias G.SKILL TridentZ Royal 2x8GB 3200MHz - Site oficial
- SSD HyperX Fury RGB SSD - Análise
- SSD WD Black M.2 NVMe 1TB - Análise
- Sistema de refrigeração liquida Cougar Helor 360 - Site oficial
- Fonte de energia Cougar CMX 1000W - Site oficial
- Gabinete Cougar Conquer - Site oficial
- Monitor Samsung U28E590D 4K 60Hz - Site oficial

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 10 Pro 64 Bits
- NVIDIA GeForce 441.12 - DOWNLOAD
- AMD Radeon Software Adrenalin Edition 19.11.1 - DOWNLOAD

Usamos o pre-set de qualidade máxima do game rodando sobre a API Vulkan, que se saiu levemente melhor do que DX12 em placas GeForce e Radeon.

Jogar na qualidade mais alta impacta demais a performance

Como já havíamos comentado na introdução, mirar na qualidade máxima não é o mais conveniente. Ninguém foi capaz de segurar 60fps em 4K, precisamos de ao menos uma RTX 2080 para jogar nessa taxa média em 1440p e ao menos uma RTX 2060 Super para ter 60fps em FullHD. Em outras franquias, normalmente temos a RTX 2080 Ti entregando 4K com tranquilidade e uma RTX 2060 Super entregando QuadHD sem problemas.

Para os processadores a vida está mais fácil, mesmo CPUs de entrada seguram 60fps

O jogo se mostra especialmente desafiante para atingir os 60fps em placas de vídeo, precisando quase sempre abrir mão da qualidade ultra, mas curiosamente é bem mais tranquilo quando o assunto é outros componentes. Um Core i3-9100F já conseguiu se virar para entregar 60fps na cidade de Saint Denis, enquanto mesmo os PCs mínimos recomendados, com CPUs como o FX-6300 e Core i5-2500K, se viram para ao menos aguentar algo na casa dos 30fps.

Memória RAM também não foi um problema, com 8GB normalmente segurando a onda. O ideal é mesmo mirar nos 12GB recomendados, e que chegam a ser alocados se você tem disponível, mas se não tem, não foi impeditivo nos sistemas que testamos, e o PC da Crise com apenas 6GB (2GB estavam alocados para o chip gráfico) ainda deu conta.

O lançamento de Red Dead Redemption 2 foi muito problemático no PC

E cabe aqui também um comentário sobre a qualidade do game como um todo no PC, e infelizmente o lançamento foi bastante problemático. Nós encontramos diversas dificuldades ao longo dos testes, com o game crashando do nada durante os benchmarks, o jogo simplesmente deixando de abrir depois de mudanças de qualidade gráfica e bugs que incluem até o launcher fechando inesperadamente e impedindo a execução do jogo. Foi visível a evolução que novos patchs trouxeram ao longo da semana, resolvendo alguns dos problemas que tínhamos no primeiro dia, mas ainda assim esse lançamento está bem abaixo do que se espera de um título desse porte, com esse nível de investimento (e vendas tão expressivas). 

Ao longo da semana testamos vários computadores e perfis de hardware encarando o game dentro das realidades que cada um consegue. Ainda temos mais vídeos a caminho, então fiquem de olho no nosso canal no YouTube e aqui no site para saber quando forem lançados!

PC MONSTRÃO com RTX 2080 Ti e Core i9-9900K

PC da Crise com custo de R$1.500

O clássico PC Baratinho que custa R$2.000

A configuração mínima recomendada para rodar

  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.