DirectX 12 no PC Baratinho: colocamos para rodar o Ashes of the Singularity em placa Nvidia e AMD

Enfim tivemos acesso a uma buil "pre-beta" do game "Ashes of the Singularity", um jogo que vem ganhando muita da atenção dos entusiastas de hardware por ter se transformado em um laboratório de testes para a nova API DirectX 12. O jogo é muito interessante para esse tipo de teste por trazer uma situação onde o novo software promete melhorias: redução da sobrecarga no processador, algo que esse jogo faz (e muito) com uma enxurrada de naves e outros objetos na tela.

Como o que queremos ver aqui é a capacidade de otimização, nosso primeiro teste não envolve hardwares robustos. Vamos partir do nosso guerreiro PC Baratinho para Jogar Adrenaline, um PC que vem conseguindo encarar qualquer jogo até o momento (com exceção daqueles com problemas). Queremos observar as melhorias tanto das placas da Nvidia quanto da AMD, logo estamos utilizando a já presente Nvidia GeForce GTX 750Ti de nosso PC de custo mínimo, mas também entra "na roda" um modelo "do lado vermelho da força".

Por questões de custos e proximidade de performance, nossa escolhida foi a AMD R7 360, representada pelo modelo da Powercolor, encontrada por valores na casa dos R$ 600. A GTX 750Ti de 2GB, por sua vez, está localizada principalmente no preço de R$ 660, sendo que utilizamos o modelo referência em nossos testes. No exterior placa da Nvidia também traz um preço levemente acima, custando em torno de US$ 130, comparado aos US$ 120 da rival da AMD. (Valores pesquisados no dia 26/10)

Em performance os dois modelos também tem suas diferenças. Em nossa análise com um modelo equipado com o chip AMD R7 360, em média a placa da Nvidia apresentou uma performance entre 15 a 20% superior (com algumas exceções com The Witcher 3, onde conseguiu vencer com uma margem de 8%).

A configuração atual do nosso PC de baixo custo conta com: 

- Pentium - A8-5600 - AMD FX-6300 - R$ 499
- Asus M5A78L-M LX/BR - R$ 246
- Nvidia GTX 750Ti 2GB - R$ 754 - Análise da placa
- PowerColor Radeon R7 360 2GB - R$ 599
- HD de 1TB Seagate Barracuda 1TB - R$ 309
- 4GB de memória RAM - 2x R$ 94
- Fonte 350W -  R$ 143
- Tela, mouse e teclado reaproveitados de PCs velhos - R$ 0  

Fizemos nossos testes com a configuração gráfica padrão do benchmark, e tivemos os seguinte resultados: 


Resultados da Nvidia GeForce GTX 750Ti DX 11 - DX 12


Resultados da PowerColor Radeon R7 360 DX 11 - DX 12

É notável diferente perfis de evolução nas duas placas. A Nvidia conseguiu avanços bem interessantes em seus momentos de menor carga, o que resultou em uma boa evolução, mas foi a AMD quem mostrou mais potencial no DX 12 ao apresentar melhorias notáveis nos momentos onde anteriormente a placa mais "engasgada", resultando na maior evolução do comparativo em termos gerais e, mais importante, a API tornou a placa mais capaz de entregar o benchmark com uma melhor fluidez.

Esse teste é apenas um aperitivo, para trazer uma amostra do DX 12. Ainda vamos aproveitar o acesso ao game para realizar mais testes, com diferentes placas de vídeos. Não deixe de ficar de olho aqui no site para novos artigos! 

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.