Comparativo de processadores: a batalha AMD vs Intel no CPU Chart Adrenaline!

Escolher um processador é um desafio e tanto. Com tantos produtos, características e, especialmente, os preços, definir um modelo ideal em tantas famílias de CPUs tanto entre AMDs quanto modelos Intel é uma dor de cabeça. E é para garantir que a falta de informação não vai ser o problema nessa decisão que apresentamos nosso CPU Chart 2015! Colocamos todos os processadores que temos disponíveis na redação em uma bateria de testes que compara consumo de energia, aquecimento e performance em diversos cenários e benchmarks!

Vamos passar por diversas linhas de produtos, o que inclui os modelos com gráficos integrados da AMD, as APUs, seus processadores de alto desempenho da linha FX e o mais modesto Kabini AM1 Athlon.  Por parte da Intel, vamos desde o Celeron, passando por gerações Ivy Bridge, Haswell e Broadwell de Intel Core chegando até o Extreme Edition e o Skylake. As placas-mãe escolhidas incluem produtos topo de linha disponíveis para cada plataforma e, para garantir que o sistema não limite o desempenho dos processadores,  utilizamos outros componentes de alto desempenho.

Além da performance dos núcleos de processamento, o chip gráfico integrado também entra na rodada de testes, nos modelos que possuem iGPU. Para testar a performance em jogos, colocamos uma placa de vídeo de peso: a GeForce GTX 980Ti, em seu modelo de referência da Nvidia, garante que a GPU dedicada tenha alta performance e force os processadores a se tornarem "o gargalo" do sistema, especialmente nos modelos de entrada.

Outro fator que "equilibra o jogo" é o sistema de resfriamento. Utilizamos em todas as plataformas o Cooler Master Hyper T4, uma opção intermediária de cooler a ar. Apenas duas plataformas utilizaram soluções diferente dessa, casos do Kabini e do Celeron, sendo que ambos possuem soluções que acompanham a placa-mãe, o modelo da AMD com um pequeno FAN e o da Intel apenas com um dissipador passivo.

Fotos
Confiram algumas fotos dos processadores e demais componentes do sistema utilizado em nosso artigo:

Componentes utilizados:
Procuramos utilizar os componentes iguais quando possível, com exceção da placa-mãe e memórias que variam de acordo com o processador, mas em processador de mesmo socket utilizamos sempre as mesmas mainboards. Outro detalhe é que procuramos usar as memórias DDR3 e DDR4 no clock de 2133MHz, nos modelos que não suportavam esse clock, sempre procuramos optar pelo clock mais alto possível. Abaixo alguns detalhes dos principais componentes, sistema operacional e drivers utilizados:

- Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 980 Ti (referência)
- Memórias:
- 8 GB Kingston HyperX Predator DDR4 2133MHz (2x4GB)
- 8 GB Kingston HyperX Predator DDR3 2133MHz (2x4GB)
- 4 GB OCZ DDR2 800MHz (4x1GB)
- SSD: Kingston HyperX Savage 240GB Sata 6Gb/s
- HD: Seagate Barracuda 2TB 7200RPM Sata 6Gb/s
- Cooler: Cooler Master HyperX T4
- Fonte de energia (PSU): XFX ProSeries 1000W PSU

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 10 64 Bits com Updates
- Intel INF 10.0.27
- AMD Catalyst 15.8
- Nvidia GeForce 355.82
- Intel HD Graphics Driver 15.40.4.64.4256

Aplicativos/Games:
- AIDA 5.xx
- AS SSD Benchmark 1.8.x
- CineBench R15
- x264 Full HD Benchmark
- wPrime 2.10
- WinRAR 5.21

- 3DMark (DX11)
- Bioshock Infinite (DX11)
- Grand Theft Auto V (DX11)
- Metro Last Light (DX11)

CPU-Z
Abaixo a tela principal do CPU-Z de todos os processadores testados em nosso CPU Chart.

AMD

Intel

Temperatura e Consumo
Começamos por dois testes considerados importantes por muita gente, a temperatura do processador e o consumo de energia. A temperatura envolve diretamente o bom funcionamento do sistema, e o consumo de energia é algo que todas as empresas buscam melhorar ao longo dos últimos anos.

Temperatura
Começamos pelos testes de temperatura, como o sistema em modo ocioso e rodando o wPrime, aplicativo que "estressa" todos os núcleos dos processadores.

IDLE (Sistema ocioso)
Começamos pelo teste com o sistema em modo ocioso, com o Windows em espera sem estar executando nenhuma tarefa além das tradicionais do sistema.

Rodando o wPrime
Quando colocamos os sistema rodando o aplicativo wPrime, que faz todos os núcleos trabalhem em modo full, temos os consumos abaixo:

Consumo de energia
Fizemos os testes do sistema em modo ocioso e rodando o 3DMark, aplicativo que exige bastante do sistema.

IDLE (Sistema ocioso)
Começamos pelo teste com o sistema em modo ocioso.

Rodando o 3DMark
Quando colocamos os sistema com vídeo integrado rodando o 3DMark, temos os consumos abaixo:

Testes de desempenho
Abaixo temos uma série de testes de desempenho com o sistema, comparando a placa com outros modelos do mercado utilizando os mesmos componentes e fazendo exatamente os mesmos testes, com exceção de overclock, que é diferente em cada placa-mãe/sistema.

CineBENCH R15
Iniciamos os testes de desempenho em aplicações com o CineBench, que testa o processador convertendo uma imagem.

x264 Full HD Benchmark
Em um teste de conversão de vídeo Full HD, temos os seguintes resultados:

wPrime
Rodando o wPrime, teste que estressa todos os cores do processador, temos os resultados abaixo:

WinRAR
Outro bom teste para medir o comportamento do processador é o WinRAR, que consegue fazer bom uso de todos os cores.

3DMark
Começamos nossos testes com foco em vídeo com o 3DMark, mas por enquanto com a placa de vídeo dedicada.

BioShock Infinite
Começamos os testes em games com o "Bioshock Infinite" em sua qualidade máxima:

Grand Theft Auto V
O game GTA V para PC está entre os mais exigentes da atualidade, trazendo ótima qualidade gráfica e bastante consumo do processador. Confiram abaixo o comportamento dos processadores rodando o game:

Metro Last Light
Para finalizar fizemos mais um teste em games com a placa de vídeo dedicada, agora com o Metro Last Light.

Testes com modelos com Vídeo integrado
Abaixo alguns testes com o vídeo integrado dos processadores que possuem essa tipo de tecnologia:

3DMark
Também fizemos testes para medir o desempenho do vídeo integrado, confiram abaixo o comportamento rodando o 3DMark.

BioShock Infinite
Por fim, mais um teste com o vídeo integrado, agora com o game "Bioshock Infinite".

Conclusão 

O CPU Chart não é um fim, mas sim um começo. Testamos todos os processadores que temos disponível por aqui, nesse momento. Se você sentiu falta de algum modelo, ainda é possível que ele apareça por aqui: vamos ampliar essa lista com todo modelo que conseguirmos, seja modelos antigos, seja futuros lançamentos, dando continuidade ao comparativo.


A lista também é a partida de outros conteúdos. Dessa base de dados iremos criar novos artigos e vídeos, utilizando essas informações como os referenciais. Ainda temos ideias em desenvolvimento, então muita coisa ainda vai nascer desses gráficos.

Também tem outro motivo para você continuar de olho por aqui no Adrenaline, além de possíveis novos participantes do CPU Chart. Já estamos nos preparando para uma bateria de testes ainda maior como VGA Chart. São facilmente mais de 60 modelos de placas de vídeo aqui na redação, e testá-las em múltiplos jogos será uma verdadeira maratona de benchmarks onde veremos como se sai cada uma das placas de vídeo disponíveis no mercado, com  os drivers atualizados e rodando na mesma plataforma, o que garante que a disputa aconteceu nas mesmas condições.

  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.