Ultrawide 29" BARATINHO: o monitor LG Flatron 29WK500-p

Uma das melhores opções 21:9 para quem quer alto "Custo x Benefício"
Por Diego Kerber 24/09/2019 19:10 | atualizado 24/09/2019 19:24 comentários Reportar erro

O LG Flatron 29WK500-p é um monitor no formato ultrawide (21:9) que tem como principal vantagem o preço mais acessível. Ele pode ser encontrado por valores abaixo de R$1.000, chegando até R$1.200 na maioria dos varejistas online. Um dos poucos modelos capazes de fazer frente a ele é outro da LG, o 25UM58, que custa na casa dos R$650 - porém, é de 25 polegadas.

Como destacamos em um artigo recente aqui no Adrenaline, o formato de telas mais alongadas tem algumas aplicações bem interessantes tanto em games, ao tornar a experiência mais imersiva, quanto no uso profissional, aumentando a área de trabalho - algo bem útil especialmente para quem precisa de múltiplas janelas no seu cotidiano ou softwares com grandes quantidades de interfaces.

Site oficial do LG Flatron 29WK500-p

 

Especificações principais

Tela
29 polegadas tecnologia LCD IPS
Brilho 250 cd/m²
Contraste estático: 1000:1
Tempo de resposta: 5ms
Resolução de 2560x1080
Suporte ao FreeSync

Conectividade
2x HDMI
Fone de ouvido

Dimensões
698,1 x 410,9 x 209,4 mm
4,9kg

Design

O Flatron 29WK500-p tem um design bastante simples, algo dentro do esperado para um monitor que tem destaque para o custo, entre outros. Toda a construção externa, desde os "pézinhos" até o acabamento da haste na traseira, são feitos em plástico fosco na cor preta. As bordas em torno da tela não são das mais finas, mas não chegam a ser excessivas. 

Um ponto negativo do produto é a pouca possibilidade de ajustes na posição. A haste é fixa, e é possível fazer o ajuste no ângulo vertical apenas de 5º para 15º. Nenhuma rotação ou mesmo movimento horizontal está disponível, e não é possível regular altura, por exemplo. Para quem quer mais versatilidade ou montá-lo em uma estrutura maior, ele possui o encaixe no padrão VESA, então o jeito é acoplá-lo em uma dessas bases se quiser mais mobilidade.

Falando das conexões, esse monitor não vai muito longe em opções para ligar na sua tela. Temos duas portas HDMI e um conector para fone de ouvido. É uma quantidade apenas suficiente, dependendo de quantos dispositivos pretende ligar nele. Fico bastante decepcionado com a ausência de um DisplayPort (DP), pois além de ser um padrão aberto, diferente do HDMI, ele é o mais indicado para qualquer gamer que queira ligar seu PC em um monitor (devido ao suporte mais amplo a formatos e taxas de atualização que o DP normalmente possui, além de tecnologias que vamos comentar mais para frente).

Tela e tecnologias

O display de 29 polegadas usa a tecnologia LCD IPS, ou seja, não tem a saturação e contrastes de um OLED. Mas, graças ao uso do IPS, temos aqui excelentes ângulos de visão (algo que fica evidente em algumas das fotos que fizemos ao longo dessa análise). Acho que a saturação e contrastes estão em níveis bastante satisfatórios nesse modelo, e o efeito levemente fosco ajuda a reduzir os reflexos excessivos na tela. 

O Flatron tem um bom display, com boa saturação de cores e amplos ângulos de visão.

Falando das especificações técnicas, ele possui uma taxa de atualização de até 75Hz, o que já é um pouco acima dos convencionais (60Hz), só não vai atender os consumidores entusiastas de Esports que estão buscando taxas altíssimas para partidas competitivas. O tempo de atualização de 5ms também não é algo atrativo para competidores, mas para a maioria dos gamer que não estão preocupados com os milissegundos de seu tempo de reação, é uma taxa que deve atender bem.

Esse monitor tem suporte ao FreeSync, nome dado pela AMD para a tecnologia Adaptive-Sync, que possibilita ao monitor variar sua taxa de atualização para ficar igual ao ritmo que a placa de vídeo faz os quadros, algo que ajuda a evitar o tearing. Explicamos abaixo como isso acontece.

E aí começa o problema pela falta do DisplayPort que tinha prometido falar. Apesar do nome FreeSync usado no produto e nas interfaces do monitor, placas mais recentes da Nvidia são compatíveis com tecnologias de atualização variável, mas no momento isso é feito apenas através de DisplayPort. Isso quer dizer que por possuir apenas portas HDMI, você necessariamente precisa de uma AMD Radeon para aproveitar o recurso do Adaptive-Sync, o que é uma pena.

Outro destaque do aparelho é o formato ultrawide 21:9 no lugar do tradicional 16:9 que domina a maior parte dos modelos disponíveis. A tela mais alongada tem uma série de características interessantes como mais espaço útil para trabalho e, em games, traz uma imersão maior ao ocupar mais do campo de visão do jogador, coisas que listamos ao longo do vídeo abaixo:

Conclusão

O LG Flatron 29WK500-p atende muito bem um consumidor que está buscando uma tela ultrawide, mas não está disposto a pagar muito caro por isso. Esse modelo conta com um excelente balanço entre custo e benefício, chegando a aparecer em promoções por preços na casa dos 900 reais, algo excelente e que torna esse modelo até mais atraente que a versão de 25 polegadas que vem aparecendo por R$650, na minha opinião.

Mas para atingir os preços mais competitivos, obviamente ele sofre limitações. A primeira é o design pouco ajustável, só sendo possível mudar um pouco a angulação, mas sem chance de ajustar a altura. A segunda está relacionado ao número de conexões, que fica devendo uma DisplayPort e, por consequência disso, deixa as GeForces de fora do suporte a taxas de atualização variáveis do monitor.

Há concessões para baixar o custo, mas esse monitor ainda mantém um ótimo nível de qualidade.

Porém, essas reduções são bem aceitáveis, pois ele mantém uma série de virtudes: uma tela com boas cores e contrastes e atualização a até 75Hz que será ótima para montar uma máquina para jogar, tornando os gameplays mais imersivos com o campo de visão mais amplo, ou para trabalho, com a maior área útil e recursos como a divisão da tela para múltiplas janelas.

O único perfil de consumidor que pode não achar interessante optar por esse produto é o de jogadores que estão de olho em Esports, já que ele não traz taxas mais altas de atualização ou tempos mais baixos de resposta.

O LG Flatron 29WK500-p é um dos melhores produtos para quem está buscando um monitor ultrawide baratinho.

Para quem está cogitando adquirir esse modelo, só levaria em consideração outros dois. Com um investimento um pouco maior dá pra levar um 29WK600W com suporte a HDR10, algo bem-vindo para contrastes mais vivos e imagens mais interessantes, além de incluir uma conexão DisplayPort. Outro modelo pra ficar de olho é o 29UM69G, que também adiciona uma DisplayPort e baixa a taxa de atualização para 1ms, aumentando o custo em torno de 200 a 300 reais. Aí fica por conta do consumidor definir se vai gastar esse valor a mais por esses recursos. Porém, o nível de qualidade e funcionalidades do 29WK500-p tornam ele um excelente "custo x benefício", sendo uma das melhores opções de monitor ultrawide baratinho disponível hoje no mercado.


PRÓS
Boas cores e constrastes, com bons ângulos de visão
Atualização de até 75Hz e suporte a FreeSync
Acabamento fosco antirreflexo
Configuração para uso de múltiplos apps
Baixo custo
CONTRAS
Pouco ajuste de ângulo e sem regulagem de altura
Só duas HDMIs e sem DisplayPort
Tempo de resposta de 5ms
Sem suporte à atualização variável para placas da Nvidia
Sem suporte para HDR
Assuntos
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".