ANÁLISE: HyperX Cloud Alpha

Tudo o que o Cloud II deveria ter sido, e mais um pouco

A HyperX é uma das principais empresas do atual ramo de headsets gamer, o que é até estranho pois até o momento ela não possui nenhum headset RGB. Ela foi uma das pioneiras em vender headsets com qualidade equivalente a fones de ouvido profissionais, em parte porque o primeiro HyperX Cloud realmente nada mais era do que um Takstar Pro80 com microfone acoplado.

Posso dizer com convicção que o mercado de headsets mudou completamente após a chegada da HyperX, todas as marcas começaram investir mais e mais em qualidade de áudio e outros aspectos, e hoje a diferença de qualidade entre fones profissionais e headsets para jogos, fica cada vez menor a cada ano que passa. A HyperX mostrou para o mercado que qualidade de áudio é realmente mais importante que a quantia de LEDs que um fone possui.

O HyperX Cloud Alpha é uma das novas entradas da linha Cloud, sendo supostamente uma versão "bombada" do primeiro HyperX Cloud, que hoje é vendido nas variantes Cloud Core, Cloud Silver e Cloud II. Mas fica então a pergunta, é realmente muito melhor? Vale a diferença? É um bom upgrade para quem já possui o primeiro Cloud?

É o que veremos.

Construção e Conforto

O HyperX Cloud Alpha é claramente inspirado no primeiro modelo do HyperX Cloud, mas há algumas mudanças:

A começar pelo peso, há uma leve redução no peso do arco graças aos recortes na estrutura de metal do headset, mas nem por isso deixa de aparentar grande resistência assim como seu antecessor. Porém, os ajustes vão um pouco mais longe e o clamping (força que o fone exerce na cabeça) é menor, então para pessoas com cabeça XGG (autor), o conforto melhorou demais.

A única coisa que não parece ser muito resistente desta estrutura é a tinta, que sai muito fácil raspando com quase qualquer coisa:

Outro material que acabei não gostando da construção externa é o acabamento emborrachado de parte da earcup, extremamente confortável ao tato, mas qualquer pessoa com experiência com periféricos sabe que este tipo de acabamento suja, mancha e fica com marcas facilmente.

De resto, o HyperX Cloud Alpha é um dos fones mais bem construídos que já testei, toda a estrutura passa uma tremenda impressão de resistência com o uso de plástico e metal de alta qualidade, é um verdadeiro tanque assim como o primeiro Cloud.

O HyperX Cloud Alpha utiliza almofadas de courino extremamente grossas e densas, as quais resultam em um excelente conforto e um tremendo isolamento acústico:

Apenas colocar o HyperX Cloud Alpha na sua cabeça já faz você deixar de escutar boa parte dos sons do ambiente externo devido ao tremendo isolamento acústico dele. E embora para alguns isto seja bom, também é um problema.

Ao mesmo tempo que sons não conseguem entrar ou escapar do HyperX Cloud Alpha, você também perde qualquer ventilação em suas orelhas. Nem mesmo usando um ventilador na sua cara você sentirá ar chegando até elas, o que acaba levando a algo bastante grave: calor.


Na imagem as almofadas dos fones SteelSeries Arctis 3, 5 e 7, HyperX Cloud Alpha e Logitech G633 e G933

Foi muito difícil utilizar o HyperX Cloud Alpha no verão e acabei optando por utilizar outros fones, especialmente o Roccat Renga e o SteelSeries Arctis 5, ambos com uma ventilação muito melhor que o Cloud Alpha. Para terem uma noção, tenho este Alpha desde dezembro, mas só se tornou confortável para usar agora em maio.

Usar o Cloud Alpha em um local quente e sem ar-condicionado é uma experiência realmente desagradável, fora que mesmo se você se forçar a usar ele, suor excessivo tende a acelerar demais o desgaste de almofadas de courino, então o ideal seria a própria HyperX abandonar o uso deste tipo de material em fones futuros, assim como já fizeram a Corsair e SteelSeries, que utilizam almofadas muito melhores, mais duráveis e igualmente confortáveis.

Continuando, no topo temos uma estrutura de courino almofadada, muito confortável:

O HyperX Cloud Alpha permite que seu cabo seja trocado por outro cabo P3, o que acrescenta bastante à longevidade deste fone.

O próprio cabo original é bastante caprichado, tendo 1,3 metros, feito com revestimento de nylon e tendo um controle de volume/microfone embutido. É excelente para utilizar em conjunto com controles de consoles e celulares.

Para o uso em computadores, há uma extensão de 2 metros, que conta com duas tradicionais saídas P2. Assim como o cabo do fone, ela é feita em nylon e pode ser removida, o que acabou salvando a minha vida, pois um pequeno capetinha em forma de cachorro conseguiu roer este cabo, mas felizmente pude usar a extensão do Razer Electra V2 para terminar a análise. Graças a Deus que maioria dos melhores fones do mercado possuem cabos removíveis...


PS: Eu não bati no Anthony (meu cachorro) e nem nada do tipo por ele ter feito isso.

O HyperX Cloud Alpha é um dos melhores fones do mercado em construção, embora possua pequenas falhas pela pintura e pelo uso do acabamento emborrachado. Mas, minha principal crítica é ao seu conforto.

Embora as almofadas grossas de courino sejam muito confortáveis para utilizar o dia inteiro se morássemos em um país como a Finlândia, infelizmente no Brasil há locais que são quentes o ano todo, assim como locais onde é extremamente quente durante alguns meses e a inexistência de ventilação em combinação com a grossura do courino, me fez evitar este headset durante os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março.

A HyperX precisa urgentemente lançar uma versão deste headset com almofadas diferentes ou então com escolha de almofadas (igual o primeiro Cloud), de preferência algo similar ao AirWeave da SteelSeries, e também vender as almofadas separadamente para quem quer que já tenha comprado.

Qualidade Sonora

Uma das características mais comuns de fones gamer é a forte presença de graves. Mas a maioria dos fones gamer do mercado não reproduzem graves da forma certa.

Graves em grande parte dos fones gamer se limitam a fones que criam vibrações em um tom só, especialmente fones que possuem "vibração" (ex: Edifier G2) ou então focam todos os seus graves em graves-médios, afogando o restante das frequências e não respondendo bem a graves melódicos (ex: Razer Electra V2, CM MasterPulse Over-Ear).

São fones cujos graves, muitas vezes distorcidos ou falsos, só se destacam em música eletrônica e nada além disto, que são incapazes de reproduzir corretamente instrumentos como o contrabaixo e até mesmo algumas vozes humanas com bastante graves, tal como cantores de Jazz e Blues, ao ponto de ser necessário desligar a vibração de alguns fones em certos momentos.

E aí entra o principal diferencial do HyperX Cloud Alpha. O sistema Dual-Chamber.

O sistema Dual-Chamber nada mais é do que uma entrada de ar bastante similar às Bass Ports presentes em caixas de som e ao que o Beyerdynamic Custom One Pro possui, e que permite que uma quantia maior de ar seja deslocada pelos graves. O CM MasterPulse Over-Ear que analisamos também possui um sistema similar, mas não tão bem implementado. O Kuba Disco também possui algo parecido, mas com ajustes para regular esse sistema.

O resultado disso? Uma assinatura sonora quente, com uma excelente presença de graves reais mas sem deixar de lado ou afogar as frequências médias ou agudas, capaz de reproduzirem graves satisfatórios para qualquer gênero musical, seja ele Rock, Jazz, Blues e Música Eletrônica.

Esta é uma das assinaturas sonoras mais divertidas que escutei em um headset até hoje, muito mais do que a assinatura meio "sem graça" do Cloud Core, e ela faz o HyperX Cloud Alpha ser o melhor headset para músicas que já testei até o momento.

O HyperX Cloud Alpha é o melhor headset para músicas que testei até hoje

Mas e quanto ao palco sonoro? Aí temos um problema... O HyperX Cloud Alpha, assim como o HyperX Cloud Core, prioriza o isolamento acústico sobre tudo. Combinemos isto com a câmara interna limitada do headset e temos uma sensação de espaço limitada, mas dentro do que se espera de um headset fechado.

Resumidamente a separação de instrumentos e localização de sons não é ruim, é muito boa para sua categoria, mas não chega no mesmo nível de alguns headphones abertos ou semiabertos.

Lembrando que isto ocorre devido à sua acústica, e não por não ser "5.1" ou "7.1", isso não ajudaria em nada.

O HyperX Cloud Alpha é um excelente fone com acústica fechada e o melhor headset que a HyperX projetou até o momento. Um excelente upgrade para usuários que acham a tonalidade do HyperX Cloud Core "sem graça", e gostariam de algo com um pouco mais de vida, mas sem perder os detalhes dos médios e agudos.

Mas, acho que já passou da hora da marca pensar em fazer algo um pouco diferente, talvez combinar esta tecnologia de Dual-Chamber em um fone de acústica semi-aberta ou até mesmo criar um fone cuja acústica seja ajustável para que o fone possa se adequar à utilização do usuário. Capacidade é algo que parece não faltar.

Microfone

O HyperX Cloud Alpha, assim como vários outros headsets topo de linha, possui um microfone com anulação de ruído, ou seja, um lado capta a voz do usuário, enquanto o outro lado capta o som do ambiente e tenta "cancelar" este som da captação, o que permite que este seja usado até mesmo em ambientes bastante barulhentos.


Vamos então ver como é o microfone?

Um microfone bastante nítido e claro, mesmo com cancelamento de ruído, extremamente superior ao HyperX Cloud Core, HyperX Cloud II e superior até mesmo ao HyperX Cloud Revolver. Mas, parece que ele precisa de uma boa placa de som para tirar proveito, pois na ASUS Xonar U3 tive que colocar a sensibilidade quase no máximo, então pode ser que se por acaso não ficar bom em seu computador ou tiver muito ruído de fundo, você tenha que comprar uma destas placas de som USB.

Conclusão

 

Avaliação: HyperX Cloud Alpha

Construção
9.5
Conforto
8
Qualidade Sonora
10
Microfone
9
Preço - R$ 500
8

O HyperX Cloud Alpha é o Cloud Core após 3 anos de treinamento com 100 abdominais, 100 flexões, 100 agachamentos e 10 km de corrida todo dia. Um fone mais "encorpado" que busca corrigir diversos dos pontos fracos de seu antecessor, maioria dos quais realmente foram eliminados.

Uma assinatura sonora mais agradável graças a graves mais encorpados, o  que melhora o desempenho com diversos gêneros musicais, melhorias na estrutura, no microfone e agora com cabo removível.

Comparado a seus antecessores, o Cloud Alpha melhorou bastante como headset para músicas, mas não melhorou tanto como headset para jogos, pois o palco sonoro e localização de sons melhoraram apenas um pouco em comparação ao Cloud Core.

Espero que a HyperX tome atenção disso e crie um headset que combine este sistema "Dual-Chamber" com uma  acústica aberta ou semi-aberta, tenho certeza que isso será algo muito interessante.

O HyperX Cloud Alpha é um dos melhores headsets que testei, mas um único ponto negativo dificulta a sua recomendação: as almofadas

As almofadas de courino densas, embora sejam extremamente confortáveis e isolem muito bem o ambiente, não permitem ventilação alguma, o que é um gigantesco problema quando combinado ao calor, tornando este um fone difícil de recomendar para quem mora em regiões quentes e sem um ambiente climatizado.

Por último, mas não menos importante: o preço. É complicado falar sobre a HyperX no Brasil pois no lançamento todos os produtos são exclusivos da Kabum, e ela pode ajustar ele à vontade. Em um momento pode estar custando R$ 700, o que ele não vale, já em outra promoção pode estar por R$ 400, o que é um valor excelente para este fone.

Sendo realista, valores na faixa ou abaixo de R$ 500 são adequados para ele, pois é um headset topo de linha. Ele pode não ter um visual chamativo, mais de 30 LEDs, surround virtual e o escambau assim como alguns de seus concorrentes, mas ele é superior em dois aspectos que realmente importam: qualidade de áudio e construção.

E enfim, assim como aconteceu com o HyperX Cloud Revolver, acredito que em breve veremos uma versão "mais completa" do Alpha, tendo Surround 7.1, etc... Como se chamará? Alpha S? Alpha Ultimate? Omega?

PRÓS
Cabos removíveis
Excelente construção externa
Excelente qualidade sonora, um dos melhores, senão o melhor headset para escutar músicas do mercado
Excelente microfone
Ótimo conforto (a não ser que você more em um local quente)
CONTRA
As almofadas de courino grossas não permitem ventilação e tornam o fone horrível para utilizar em ambientes quentes
Não há grandes melhoras no palco sonoro em comparação com o Cloud II/Core/Silver
  • Redator: Wellington Diesel

    Wellington Diesel

    Formado em Redes de Computadores, o "wetto" é um entusiasta do ramo de Periféricos. Autor do Guia do Teclado Mecânico, ele carrega consigo mais de 150 análises de mouses, teclados e headsets publicadas, além de diversos Guias e Artigos sobre teclados, mouses e headsets. Respeitado pela comunidade do Adrenaline, ele trabalha à distância como colaborador.