ANÁLISE: Kingston HyperX Predator M.2 PCIe SSD 480GB

Recebemos da Kingston para análise do SSD HyperX Predator M.2 PCIe, modelo com 480GB. Como diferencial desse produto, além de ser um SSD em formato M.2, ele acompanha uma placa HHHL com conexão PCIe x4, possibilitando que pessoas sem a conexão M.2 possam utilizar o SSD sem perda de desempenho.

Essa solução da Kingston promete ser uma das melhores quando se trata de SSDs ainda baseados em protocolo AHCI. Afinal, as alternativas mais rápidas são todas baseadas em NVMe, um protocolo suportado apenas por placas-mãe mais recentes, como as com chipset Intel Serie 9 ou superior – leia-se Z97, H97 e X99 para frente.

Em cenário internacional os modelos da linha HyperX Predator M.2 tem preço partindo de US$ 229,99 na versão de 240GB (pesquisa feita no site newegg.com dia 16/10/2015). O modelo analisado, de 480 GB, tem preço de US$ 449,99.

Em cenário nacional o modelo de 240GB está custando a partir de R$ 1300, tendo como motivo do valor alto o atual o dólar, além, é claro, de se tratar de um lançamento.


Características do Produto

Velocidades de até 1.400 MB/s
Por utilizar os rápidos canais de conexão PCI-Express x4 de 2ª geração, o SSD HyperX Predator consegue atingir velocidades de até 1.400 MB/s para leitura e 1.000 MB/s para gravação. Bem acima dos 560 MB/s do HyperX Savage SSD, uma das opções SATA 3 mais rápidas do mercado.

Conector M.2 com canal PCIe Gen2 x4
O SSD Kingston HyperX Predator vem possui conector M.2, que proporciona uma conexão facilitada nas placas-mãe mais modernas. Utilizando canal PCIe Gen 2.0 x4, a entrada permite velocidades de até 10 Gb/s.

Versatilidade HHHL PCI-Express
Caso o usuário prefira utilizar um conector PCI-Express mais tradicional, ele pode comprar a versão do SSD com adaptador HHHL (Half-Height, Half-Length). Essa variante custa cerca de R$ 100 a mais.

Garantia de três anos
O produto ainda possui garantia de três anos, sendo que a HyperX oferece suporte técnico local gratuito.

Acronis True Image HD
O SSD possui um software gratuito para facilitar e aumentar a rapidez da transferência de dados de todos os dados de seu HDD antigo para a sua nova unidade de armazenamento. O download pode ser feito por aqui.

Especificações
É importante destacar que dependendo da capacidade do SSD algumas especificações podem mudar para mais ou menos.

- Formato: M.2 2280
- Interface: PCIe Gen 2.0 x4
- Capacidades: 240GB, 480GB
- Controladora: Marvell 88SS9293
- Desempenho de referência
Transferência de dados compactados (ATTO)
240GB — 1.400MB/s para leitura e 600MB/s para gravação
480GB — 1.400MB/s para leitura e 1.000MB/s para gravação

Transferência de Dados não compactáveis (AS-SSD e CrystalDiskMark)
240GB — 1.290MB/s para leitura e 600MB/s para gravação
480GB — 1.100MB/s para leitura e 910MB/s para gravação

IOMETER - Leitura/Gravação aleatória máxima 4K
240GB — até 160.000/ até 119.000 IOPS
480GB — até 130.000/ até 118.000 IOPS

4k leitura/gravação aleatória
240GB — até 120.000/ até 78.000 IOPS
480GB — até 117.000/ até 70.000 IOPS

Fotos
Abaixo uma série de fotos do SSD junto com a placa PCIe. Em algumas fotos removemos o SSD em formato M.2 da placa PCIe para mostrar como é esse conceito.


Nas fotos abaixo colocamos o Predator PCIe M.2 ao lado de um SSD M.2 da ADATA, modelo SP900 com controlador LSI SF-2281 e velocidades de 550MB/s de leitura e 530MB/s de escrita (confira análise).

Já nas fotos abaixo, temos o Predator M.2 ao lado de outros dois SSDs da Kingston, um HyperX Save padrão SATA3 e outro mSATA.

Por fim, algumas fotos da placa PCIe do Hyperx Predator ao lado de um Intel 750 Series de 1TB e de um OCZ RevoDrive 3 de 240GB. Todas as soluções são PCIe, sendo que o modelo da Intel é o único baseado no novo protocolo NVMe.

O que é NVM Express (NVMe)?

Instalação
A instalação é bastante simples, sendo que o SSD pode ser instalado junto com a placa PCIe (chamado de adaptador HHHL). Para isso, basta "conectar" a placa em um slot PCI-Express 4x ou superior. Ou mesmo desconectar o SSD da placa PCIe e conectar diretamente a placa-mãe, se esta tiver conexão M.2 nativa. Ela é normal de se encontrar em placas com chipset Intel Z97 e superiores, além de alguns poucos modelos para processadores AMD, como a ASRock Fatal1ty 990FX Killer.

Firmware
Assim como todo drive de SSD, esse modelo pode sofrer atualizações de firmware. Nas imagens abaixo, podemos ver o aplicativo da Kingston responsável pelo processo de atualização, inclusive com telas mostrando o processo já que fizemos a atualização com uma versão disponível antes da análise.

Testes sintéticos
Abaixo, detalhes completos do sistema utilizado, que é baseado numa mainboard com chipset Z170:

Máquina utilizada nos testes
- Mainboard Gigabyte GA-Z170X-Gaming G1
- Processador Intel Core i7 6700K @ Stock
- Memórias Kingston HyperX Predator DDR4 8GB (2x4GB) 2133MHz
- Fonte XFX 850W Black Edition
- Cooler Noctua NH-U12S

Sistema Operacional e Drivers
- Windows 10 Pro 64 Bits com updates
- Intel INF 10.1.2.10
- Intel Rapid Storage Technology 14.6.0.1029

Aplicativos/Games:
- AS SSD Benchmark 1.8.x
- ATTO Benchmark 3.x
- Boot Racer 4.90
- Diskbench
- CrystalDiskMark 4.x
- PCMark 8

Temperatura
Drives de SSD não geram calor, ficando com a temperatura ambiente, dessa forma é importante se atentar ao local onde o SSD ficará instalado, especialmente uma solução onde o SSD fica próximo a um componente que esquenta bastante..

Modelos em formato M.2, mSATA ou mesmo alguns sem carcaça instalados em notebooks ou em novas mainboards (nas conexões paralelas ao PCB da placa) naturalmente ficam com temperaturas acima de modelos 2.5 inch tradicionais e mesmo modelos PCIe, já que "puxam" a temperatura interna do notebook ou da mainboard em caso de modelos M.2 por exemplo. No caso do modelo analisado, quando usado na placa PCIe sua temperatura tende a ser inferior a quando instalado na conexão M.2 da placa-mãe justamente pela mainboard esquentar o SSD.

AS SSD Benchmark
Começamos nossos testes com o AS SSD Benchmark, software específico para testes de drives SSD, HD etc.

O aplicativo faz uma série de testes em diversas situações de leitura e escrita e no final gera uma pontuação com a média entre todos os testes.

ATTO Disk Benchmark
Outro famoso aplicativo para teste de desempenho de unidades de armazenamento é o ATTO, vejam abaixo o comportamento dos modelos comparados.

CrystalDiskMark
Com o aplicativo CrystalDiskMark, outro muito famoso para testes de drives, optamos por utilizar o teste "Seq". Abaixo os resultados em modo leitura e escrita.

PCMark 8
O aplicativo PCMark 8 é o mais recente da série PCMark desenvolvido pela Futuremark. Esse teste é um dos mais completos do gênero, e testa o desempenho do drive em uma série de situações, desde conversão de vídeos ao carregamento de um game. Abaixo o score final gerado pelo aplicativo:

Carregando um game
Outro teste interessante do PCMark8 é o tempo de carregamento de um game, no caso utilizamos o resultado do Battlefield 3, sendo que o aplicativo calcula desde o tempo de inicio até o carregamento final da fase, chegando ao inicio do gameplay. Esse teste fica dentro do perfil "storage".

Testes práticos
Tempo de BOOT (Windows 10 Pro 64 Bits)
Com o software BootRacer, medimos o tempo necessário para inicializar o sistema operacional, um dos principais atrativos de drives SSD. 

Cópia de arquivo
O teste prático de cópia de arquivo consiste em enviar e receber um arquivo de 7.47GB. O teste utiliza o aplicativo DiskBench para o processo.

Drive analisado para HD (leitura)
Nesse teste copiamos as pastas/arquivos do drive analisado para o um HD Seagate Barracuda de 2TB padrão Sata 3. Esse seria o teste de leitura, já que ele não escreve nada no drive analisado.

HD para drive analisado (escrita)
Invertendo o processo, agora copiamos as pastas/arquivos do HD para o drive analisado, consistindo em um teste prático de escrita, já que os dados estão sendo gravados no drive. 

Conclusão
Poucas empresas lançaram novos SSDs baseados em conexão SATA 3, já que o limite de velocidade da conexão foi atingido. Dessa forma, nos últimos anos, houve uma busca frenética por novos padrões de conexão, visando aumentar a velocidade de transferência quando o assunto é unidade de armazenamento sólido. Padrões como mSATA, SATA Express, M.2, PCIe e, mais recentemente, U.2 estão entre as opções de conexão voltadas a novos "drives" de SSD. O HyperX Predator SSD está disponível em duas versões, uma apenas em formato M.2, e outra que acompanha também uma placa PCIe, possibilitando utilizar o SSD M.2 em uma placa-mãe sem conexão M.2 – ou mesmo se a conexão disponível na mainboard tiver velocidade limite de 10Gb/s, que pode trazer limitação de desempenho ao SSD.

Com alta qualidade e boa compatibilidade, especialmente no caso do modelo com a placa PCIe, os SSDs da linha HyperX Predator M.2 PCIe são boas alternativas para quem quer uma solução que consegue mais que dobrar o desempenho dos SSDs tradicionais baseadas em conexão SATA 3, sempre dependendo da aplicação. Como foi possível notar nos testes, ele se manteve sempre a frente do Savado, mas consideravelmente atrás do Intel 750 Series, ao menos nos testes sintéticos. Também foi possível notar que o SSD se sai melhor conectado a placa PCIe (HHHL) do que direto na conexão M.2 da placa-mãe, no testes do ATTO isso ficou bastante evidente.

Conexões SATA 3 estão limitadas a 6Gb/s, já conexões M.2 e PCI-E podem chegar a 32Gb/s

O maior problema do HyperX Predator SSD é realmente seu preço, sendo que rivaliza com soluções baseadas em protocolos NVMe, com velocidades superiores. Mesmo que o novo protocolo tenha limitação de compatibilidade, em um cenário normal quem compra esse tipo de produto possui hardwares topo de linha, dessa forma não enfrenta tal limitação.

No Brasil, o modelo que analisamos atualmente está custando cerca de R$ 2.500, sendo esse o que acompanha a placa PCIe (ou adaptador HHHL). O modelo com metade da capacidade custa pouco mais de R$ 1.300. Só que, ao contrario do modelo com 480GB, que tem velocidade de leitura e gravação de 1400MB/s e 1000MB/s respectivamente, o modelo com 240GB tem velocidade de 1400MB/s e 600MB/s.

É possível encontrar o Intel 750 Series de 400GB pelo mesmo preço do modelo analisado, sendo um forte concorrente devido o novo padrão e maior velocidade do modelo da Intel, mesmo que no caso tenha a perda de quase 20% da capacidade. Enfim, o HyperX Predator SSD é um bom produto, mas com preço alto.

O que é NVM Express (NVMe)?

Conclusão

 

Avaliação: Kingston HyperX Predator M.2 PCIe SSD 480GB

Tecnologia
9.0
Capacidade
9.0
Desempenho
9.0
Preço
5.0

PRÓS
Entre as melhores soluções do mercado em padrão AHCI
Boa capacidade para sistema operacional, aplicativos e games mais jogados
Modelo que possibilita conexão via placa PCIe e M.2
Compatibilidade com diversas plataformas, mesmo mais antigas sem conexão M.2
Acompanha versão completa do software Acronis True Image HD
CONTRA
Baseado em padrão AHCI que possui limitação de desempenho frente ao NVMe
Padrão de conexão PCI Express 2.0
Preço alto e comparado a soluções NVMe
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado é responsável pelas análise de drones e alguns gadgets relacionados a fotos e vídeo, como Action Cams.