ANÁLISE: MSI GE60 2PL 667BR

O GE60 2PL 667BR é um notebook que chega com o objetivo de ser o modelo de entrada da MSI no segmento gamer. Para tanto, este aparelho une diversos dos recursos presentes em toda a linha gamer da empresa, com modificações focadas em jogos, ao mesmo tempo em que pega leve em alguns componentes, para não elevar demais o preço ou as medidas do aparelho.

Como escolher um notebook para jogar? Nosso guia e testes lhe ajudam a decidir

Comparativo


MSI GE60 2PL 667BR

Avell G175 Fire XR

Notebook-hardware

Armazenamento HD1TB 1TB
Armazenamento SSD- -
Memória RAM8GB 8GB
ProcessadorIntel Core i5-4210H Intel Core i5-4210M
GPUNvidia GeForce GTX 850M 2GB DDR3 NVIDIA GeForce GTX 950M 2GB GDDR5
Placa-mãeIntel HM86 Chipset Intel HM86

Tela

Resolução1080 x 1920 1080 x 1920
Tamanho display15.6 polegadas 17.3 polegadas
TecnologiaTFT LCD LED Backlight
Tela sensível a toquesNão Não
3D estereoscópicoNão

Conexões

DisplayPort- -
Drive óptico- DVD/CD
eSATANão Sim
Ethernet10/100/1000 (Gigabit) 10/100/1000 (Gigabit)
HDMISim Sim
Leitor de cartão2-em-1 (SD/ MMC) 9 em 1 - (MMC/RSMMC/MS/MS Pro/MS Duo/SD/Mini‐
Leitor de Digital- -
S/PDIF- -
USB 2.02 1
USB 3.02 2
WiFi802.1 a/c/n 802.1 b/g/n
Bluetoothv4.0 v4.1
Conector de Áudio7.1 channel SPDIF output High Definition Audio Interface

Especificações

Ethernet10/100/1000 (Gigabit) 10/100/1000 (Gigabit)
Garantia2 anos 1 ano
Sistema OperacionalWindows 8.1 -
Dimensões383 X 249.5 X 32.3~37.6mm 41.3 x 27.3 x 3.64cm
Bateria6 células Li-Ion 6 células Smart Lithium-Ion
Peso2.4Kg 3.1Kg
TecladoStellSeries Estilo chiclet com numérico integrado
WebCamHD (30fps@720p) 1MP

Design
Ótimo acabamento em aço escovado e perfil fino

O Apache GE60 2PL traz medidas muito compactas, se considerarmos que se trata de um notebook gamer. Seu perfil fino com pouco mais de 3 centímetros de espessura e quase 2,5 kg aproximam este aparelho de notebooks intermediários, ficando bem longe dos monstruosos modelos do segmento intermediário e alto gamer.

O GE60 2PL é leve e fino comparado ao que estamos acostumados em notebooks para games

 

O corpo do aparelho é feito em aço escovado e possui cores escuras, com linhas bastante discretas. O destaque é o escudo da MSI Gaming G Series na tampa, único elemento que quebra a "sobriedade" da carcaça. Em termos gerais, não há o que se reclamar no design do aparelho, com encaixes precisos e excelente acabamento em todas as partes.

O porém começa no touchpad. Com um design integrado na carcaça e uma textura que dá um ótimo feedback para o usuário ao utilizá-lo, ele peca em seu formato um tanto estreito, sendo que é visível o espaço disponível para torná-lo mais largo. Outro porém é uma questão de gosto: os botões com acabamento brilhante destoam bastante do restante da carcaça fosca. Poderia ser mais harmônica ou, talvez mais interessante, integrados no touchpad, algo que tornaria a área disponível para operar mais espaçosa.

Como é um hábito da MSI em seus modelos gamers, abrir o notebook é um processo simples e rápido. Ao abrir a tampa inferior já temos acesso a componentes como o HD e as memórias RAM e, algo mais raro, todo o sistema de resfriamento do processador e do chip gráfico. Esse projeto, com melhor acesso a estes componentes, é importante ao facilitar a limpeza da fan e dos heatpipes, facilitando em muito o processo de limpeza e até mesmo procedimentos mais complexos, como a troca da pasta térmica. O porém é que o upgrade não está entre as opções: tanto GPU quanto CPU utilizam conexão BGA, ou seja, estão soldadas diretamente na placa-mãe, algo que dificulta e muito alguma eventual substituição.

O projeto interno do GE60 2PL é excelente, e basta abrir uma tampa para ter acesos a praticamente todos os componentes

 

A tela com resolução FullHD possui boas cores e contrastes, com pouca distorção da imagem mesmo se vista em ângulos muito inclinados. Outra característica bastante útil é seu acabamento fosco, que ajuda a evitar o excesso de reflexos na tela, mesmo em ambientes muito claros.

Performance
Bom desempenho, mas que precisa maneirar em algumas configurações

Reduzir o preço e o peso do GE60 2PL traz um "custo" em performance. Para não ficar nem muito caro, nem muito pesado, e se tornar um notebook gamer de entrada interessante, a MSI equipou esse modelo com o chip gráfico Nvidia GeForce GTX 850M, GPU de entrada do segmento gamer, que trabalha combinada com um processador Core i5 Haswell e 8GB de RAM.

Como resultado, temos aqui um notebook capaz de rodar games com boa qualidade, mas que precisará de ajustes para encontrar um bom balanço entre performance e qualidade gráfica. Franquias leves e jogos como League of Legends ou DOTA 2 rodarão em altíssima qualidade e cravando próximo dos 60FPS, porém games mais recentes e pesados vão precisar ser configurados em qualidade média. 

Em jogos mais exigentes será preciso fazer ajustes para encontrar uma fluidez ideal. Em The Witcher 3: Wild Hunt, um jogo excelente em termos gráficos, a configuração em que o jogo ficou melhor ajustado foi no setup médio e a resolução reduzida para os 900p. Nesse cenário, conseguimos uma taxa relativamente frequente de 35FPS no gameplay. Em GTA é possível ir um pouco mais longe, e o Médio em FullHD entregou uma performance capaz de segurar de forma bem estável acima dos 30FPS.

Esse notebook é capaz de entregar franquias mais leves em altíssima qualidade, enquanto que em jogos mais intensos será preciso balancear as configurações para alcançar uma boa fluidez

 

O Core i5 não mantém o GE60 2PL  no topo de nossos benchmarks em que o processador é a peça mais demandada, como é perceptível em testes com o WinRAR e CineBench. Porém, na hora dos games, essa CPU não compromete o desempenho, conseguindo garantir que o chip GTX 850M consiga entregar todo seu potencial. Logo, se seu foco é mesmo games e uso cotidiano, esse notebook é uma escolha tranquila, enquanto pessoas que usem aplicações que demandam mais do processador, como edição de imagens e renderização de vídeos mais pesados, devem procurar um notebook com um processador mais "parrudo".

Autonomia e aquecimento

Com um design fino, não ficou muito espaço disponível para uma bateria de grande porte. O resultado fica evidente em nosso teste de autonomia: o 2PL segurou pouco mais de 2 horas em uso leve, com pouco brilho de tela, um resultado bastante ruim mesmo para a categoria de notebooks gamers, que hoje costumam segurar ao menos umas três horas longe da tomada. 

Se a autonomia não impressiona, em compensação o sistema de resfriamento só tem elogios de nossa parte. Além da facilidade de acesso e limpeza, como já falamos na parte sobre design, o sistema de heatpipes e uma ventoinha possuem uma performance excelente em nossos testes, mantendo a temperatura da GPU sobre controle e produzindo pouco ruído no processo. 

Apesar de alguns picos de 48 decibéis, que aconteciam principalmente durante o carregamento do Fire Strike e possivelmente efeito da tecnologia Cooler Boost, ao longo dos testes em si o notebook se manteve a maior parte do tempo gerando 41 decibéis de ruído, um resultado excelente por conta do teste intenso que estava operando e do pico de no máximo 71ºC na temperatura da GPU que foi capaz de manter.

O sistema de resfriamento é um dos destaques do notebook. Ele mantém a temperatura sob controle sem gerar muito ruído

 

Tecnologias adicionais
Notebook de entrada  com recursos dos topo de linha

Apesar de se tratar de um notebook "mais em conta" da família de notebooks gamers da MSI, o GE60 2PL traz muitos dos recursos que estão presentes nos modelos mais potentes da empresa, como o MSI GT72 2QE Dominator Pro. Muitas dessas tecnologias são bastante interessantes por seu foco em games, se tornando em adições bastante úteis ao produto.

O teclado que equipa esse notebook é baseado no projeto da StellSeries, uma empresa especializada na produção de periféricos para games. Dessa forma, o teclado possui modificações importantes como um posicionamento das teclas alinhado para a mão esquerda, facilitando gameplay em jogos de tiro, além do deslocamento do botão Windows para a direita apenas, evitando toques acidentais. O teclado no estilo chiclete é confortável e tem uma boa resposta, dentro do perfil que temos disponível em notebooks.

O áudio conta com as tecnologias Audio Boost e Sound Blaster Cinema, que melhoram a qualidade dos sons tanto nos gameplays quanto na hora de consumir multimídias, como filmes e vídeos.

Outro diferencial focado nos gamers é a tecnologia de conexão Killer E2200. Esse recurso presente na placa de rede do notebook faz a identificação de quais os conteúdos trafegando pela rede, diferenciado os pacotes que são relacionados a jogos e dando prioridade para eles. Dessa forma, o notebook é capaz de direcionar mais da banda de internet para os games, ajudando a minimizar problemas de latência no gameplay online. 

Testes sintéticos

Cinebench
Abrimos nossa série com testes "sintéticos" do sistema, mostrando com notebook lida com diversas atividades. Para começar, utilizamos o CineBench, uma ferramenta de benchmark que mede a capacidade do sistema (processador e placa de vídeo) em lidar com a API OpenGL, importante para quem deseja usar aplicações profissionais que trabalham neste padrão.

WinRAR
Com o programa de compactação de arquivos, temos um ótimo teste para a capacidade de atuação do processador, a peça de hardware mais demandada por este aplicativo.

PCMark 8
Começamos a segunda parte de testes sintéticos com o PCMark 8, software que verifica o desempenho geral do sistema em uma série de atividades como rodar vídeos e converter arquivos.

3DMark
Hora de colocar as GPUs para esquentar com o software da Futuremark. Nesta bateria de três testes temos vários recursos pesados rodando e vendo como a placa se comporta, desde as animações mais simples até renderização de elementos complexos, como fumaça e tesselação.

 

 

PCMark 8 - Autonomia
Rodamos o software PCMark 8 no modo Office, com o notebook em modo de economia de energia e com pouco brilho na tela, para tentar verificar o "máximo" que dá para tirar da bateria do aparelho.

Adobe Photoshop CS5
Aplicamos o filtro Extrude, em uma imagem com resolução 5182x9754 e 4.5GB, para verificar o tempo que o notebook leva para aplicar este efeito.

HD Tune
Neste benchmark verificamos a velocidade de operação do dispositivo de armazenamento presente no aparelho. Este componente é importante principalmente nos tempos de resposta do notebook, como velocidade para abrir programas, arquivos ou ligar o sistema, sendo assim uma parte importante da experiência como gadget.

Testes com games 

Metro: Last Light

Nosso primeiro benchmark em games é o exigente Metro: Last Light. Ele está entre os jogos que mais demandam do hardware, junto com franquias como Battlefield 4. Nossa opção por Metro tem dois motivos: a existência de uma ferramenta de benchmark e a possibilidade de ativar tecnologias proprietária da Nvidia, como o PhysX.

O teste foi executado com a ferramenta própria de benchmark de Metro: Last Light. Para recriar os testes, você pode baixar a configuração neste link.

Bioshock Infinite

O game "BioShock Infinte" é um grande sucesso de crítica (inclusive aqui no Adrenaline) desenvolvido pela 2K Games. Para os testes com o este jogo utilizamos a ferramenta "Adrenaline Action Benchmark Tool"

Para fazer estes testes em seu computador/notebook, é preciso possuir o jogo e baixar o Adrenaline Action Benchmark ToolAs filas de testes rodados estão disponíveis em duas resoluções, de acordo com a tela do notebook: 1366x768 e em modelos que suportam o FullHD.

Tomb Raider

O game marca o reboot da histórica franquia de Lara Croft, desenvolvido pela Crystal Dynamics com sua engine própria, a Crystal Dynamics Engine. Este game tem apoio da AMD, e inclusive contém recursos exclusivos voltados aos chips da empresa. Para os testes com o este jogo, utilizamos a ferramenta "Adrenaline Action Benchmark Tool".

Para fazer estes testes em seu computador/notebook, é preciso possuir o jogo e baixar o Adrenaline Action Benchmark ToolAs filas de testes rodados estão disponíveis em duas resoluções, de acordo com a tela do notebook: 1366x768 e em modelos que suportam o FullHD.

Middle Earth: Shadow of Mordor

Rodamos também o recente Middle Earth: Shadow of Mordor, game já com "um pé" na nova geração de consoles e que já é mais exigente com o hardware. Não aliviamos por aqui, rodando com as texturas no Ultra e todas as configurações "no talo". Por falta de outros notebooks no comparativo, colocamos o notebook junto com placas de desktop, para dar uma perspectiva de performance.

GTA V

Gran Theft Auto V é nada menos que o maior título de uma das franquia mais bem sucedida do mundo dos games. Do estilo mundo aberto, é um jogo que demanda bastante do computador, seja das memórias, do chip gráfico e, especialmente, do processador.

The Witcher 3: Wild Hunt

 O terceiro game da franquia The Witcher é um excelente teste de performance, por conta de seus ótimos gráficos. Por se tratar de um jogo de mundo aberto, assim como GTA, é um teste bastante intenso que só consegue ser rodado com boa fluidez em sistemas mais potentes.


O MSI GE60 2PL 667BR é um notebook bastante interessante para quem busca um aparelho focado em games mas não tem intenção de perder muita portabilidade no processo. Ao maneirar nos componentes, utilizando processador e chip gráficos de "médio porte", a MSI entrega um aparelho com um bom balanço entre suas medidas e o desempenho capaz de entregar.

Apesar de não gabaritar em benchmarks, a performance disponível neste notebook irá sobrar em vários games, como nas franquias mais leves e nos populares MOBAs. Jogos mais pesados não ficarão de fora, porém será preciso encontrar ajustes intermediários para encontrar um bom balanço entre fluidez e qualidade gráfica.

Mesmo sendo mais modesto que os demais modelos da família gamer da MSI, um dos destaques desse modelo é que ele mantém várias das tecnologias focadas em jogos, como um teclado StellSeries, a placa de rede Killer E2200 e o sistema de áudio. O design também não sofre perdas, o que torna esse notebook em um modelo bastante eficiente e confortável na hora dos games.

Um custo menor não quer dizer que ele é barato. Com preço que passa perto dos 5 mil reais, esse notebook possui um preço interessante se comparado com outros modelos equipados com chip semelhante (os chips GTX 950M são nada mais que o GTX 850M rebatizado), principalmente se considerarmos na conta alguns diferenciais como tecnologia adicionais e design.

Artigo: Jogar em notebook ou computador de mesa? As diferenças de desempenho nos dois formatos

Apesar de ser um bom produto, o 2PL não é perfeito. As duas características negativas principais que um potencial comprador precisa ter em mente são a sua autonomia pouco impressionante, algo que pode ser ruim em um momento que você necessite usá-lo fora da tomada e suas limitações de performance. Para conseguir ser mais leve e barato foi preciso abrir mão dos componentes de mais alto desempenho, o que significa que alguns games precisarão ser rodas em qualidades intermediárias. Ainda assim, esse aparelho entrega um desempenho excelente para jogos, e é uma opção forte para quem busca um notebook leve e compacto para jogos, com uma boa relação entre seu peso e desempenho.

O MSI GE60 2PL 667R é uma boa opção para quem busca um notebook leve e compacto para jogos, com uma boa relação entre tamanho e desempenho

 

Conclusão

 

Avaliação: MSI GE60 2PL 667BR

Design
9.5
Multimídia
9.0
Performance
9.0
Autonomia
6.0
Preço
7.0

 

PRÓS
Formato fino e leve
Bom acabamento
Boa performance
Sistema de resfriamento eficiente e silencioso
CONTRAS
Autonomia ruim
Incapaz de rodar games pesados em qualidades mais altas
Touchpad poderia ser maior
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".