ANÁLISE: Sony Xperia E4 Dual

O segmento intermediário está bastante aquecido, especialmente quando falamos de aparelhos que tentam entregar uma alta relação de custo x benefício e recursos interessantes como tela ampla, dois chips SIM ou TV Digital. E é atacando exatamente neste nicho que está o Xperia E4 Dual, aparelho em teste nesta análise!

Comparativo

Comparativo

Sony Xperia E4 DualMotorola Moto E (2ª Geração) 4G DTVMicrosoft Lumia 640 Dual SIM DTV

Especificações

Armazenamento interno|8GB| |16GB| |8GB|
Cartão microSDaté 32GB até 32GB Até 128GB
Memória RAM1GB 1GB 1GB
Número de núcleos4 4 4
Portas de conexão|Micro-USB|
Sistema OperacionalAndroid 4.4 Android 5.0 Windows Phone 8.1
Update disponível para o sistemaAndroid 4.4 - Windows 10
ProcessadorMediatek MT6582 Qualcomm Snapdragon 410 Qualcomm Snapdragon 400
Clock1.3 GHz1.2 GHz1.2 GHz
GPUMali-400MP2 Adreno 306 Adreno 305
BateriaLi-Ion 2300 mAh mAhLi-Ion 2390 mAH mAh2500 mAh mAh
Dimensões137 x 75 x 10,5 mm mm129,9 x 66,8 x 12,3 mm mm141,3 x 72,2 x 8,8 mm mm
Peso144 gramas g145g g145 g g

Recursos

GPSSim Sim Sim
Leitor de DigitalNão Não Não
LTENão Sim Não
NFCNão Não Sim
Número de cartões SIM2 2 2
RadioNão Sim Sim
Tipo de cartão SIMMicro SIM Micro SIM Micro SIM
TV DigitalSim Sim Sim
Bluetooth4.1 v4.0 4.0
ExtrasAntena integrada de TV Motorola Bands coloridas

Display

Resolução480 x 960 540 x 960 720 x 1280
Tamanho5 polegadas 4.5 polegadas 5 polegadas
TecnologiaIPS IPS IPS
ProteçãoVidro resistente a riscos Corning Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass 3

Câmera

Vídeos1080p 30 fps 720p 30fps 1080p 30 fps
Traseira5MP 5MP 8 MP
Frontal2MP VGA 0.9 MP

Design 

Só de bater o olho, o E4 causa uma estranheza. A culpa deste estranhamento é um curioso desnível nas laterais, que trazem uma diferença muito notável entre o que seria "o corpo" do aparelho e a sua tela. A sensação, ao pegar, é que algo está fora do lugar, ou que alguém comprou uma capa protetora curta de mais, mas a realidade é esta mesmo, ele é meio descompensado.

Xperia E4 tem um dos designs mais estranhos que já vimos. O súbito desnível nas laterais faz parecer até que alguém errou no projeto

 

Apesar de não ser um primor estético, não dá para considerar que o formato é algo que acabe com este modelo. Pensando apenas na ergonomia, depois que você se acostuma com seu formato exótico, ele é bastante acertado e confortável. O uso de um material fosco e com textura na traseira deixa a pegada bastante firme, enquanto o acabamento arredondado na parte da "capinha muito curta" torna o toque bem ajustado. É feio, mas eficiente. As bordas não são excessivas, principalmente se considerarmos a parte onde está a tela mesmo.  

 

O display traz um bom porte, mas não impressiona na resolução. Com uma tela de 480 x 960, o Xperia E4 fica em desvantagem frente a outros modelos da mesma faixa de preço e proporções, como o Lumia 730 e Zenfone 5. Sua tela do tipo IPS LCD tem boas cores e contrastes, mas o distanciamento entre o display e o vidro externo causa uma distorção da imagem acentuada em ângulos mais inclinados, principalmente por conta do excesso de reflexos. Apesar de ser uma desvantagem frente a concorrentes do segmento, não dá para considerar a tela do Xperia E4 ruim.

Performance

Na hora da performance, temos aqui um Mediatek MT6582, CPU com quatro núcleos operando a até 1.3GHz e uma GPU Mali-400MP2. Ao brigar com os modelos com Qualcomm Snapdragon 400, um SoC comum neste patamar de preço, o modelo não se saiu mal, porém na briga de chips gráficos, os mais demandados no 3DMark, a Mali não impressionou.

Em nossa experiência de uso, essas características do hardware ficaram bem evidentes. Em uso geral, o E4 tem um desempenho suficiente na hora de usar apps, porém basta querer exigir muito da parte gráfica, como games mais complexos, para o smartphone mostrar um gargalo. Para a maioria dos games, muitas vezes bem leves, isto não representa um problema, porém jogos em 3D com efeitos pesados vão sentir a baixa potência do Xperia E4.

Outro porém é que a queda da performance é sensível na medida que você vai adicionando mais aplicativos, ou abusando da alternância entre eles. O Xperia E4 não aguenta o tranco de um usuário mais exigente, do tipo que enche seu smartphone de apps e troca de um para outro de forma frenética. Com o tempo, a lentidão para responder aos comandos vai ficando cada vez mais evidente.

Outro incômodo é a imprecisão do teclado. Basta apertar um pouco para cima da tecla de apagar para ver o "Ç" tomar seu lugar. A pouca responsividade do hardware combinado com os toques da tela tornam o uso do swype bem complicado, caso você seja daqueles usuários mais frenéticos na digitação. Outro motivo para um consumidor "hard user" de smartphones passar longe deste modelo. 

Autonomia

Na hora da autonomia, a Sony conseguiu manter seu padrão de entregar smartphones com ótimas durações de bateria. O Xperia E4 está entre os melhores aparelhos do segmento, tanto em nossos benchmarks quanto em nossa experiência de uso. Com uso intenso, sensores sempre ativos e brilho de tela no máximo, deu para chegar com folga ao final de um dia com bateria sobrando. Com uso mais ponderado, este aparelho vai "frouxo" dois dias sem recarga, e arriscando até um pouco mais com o uso do Stamina.

 

Câmera

Na hora de cortar custos em smartphones, um dos componentes que mais costuma sofrer é a câmera. Mesmo com seu bom portfólio e fabricação própria de sensores, a Sony não investiu muito na câmera deste aparelho. Em ótimas condições de luz, as fotos são regulares. Em condições regulares, são ruins. E em condições ruins, é melhor nem fazer a foto.

 Boa luz


Xperia E4 Dual vs Moto E 2ª Geração vs Lumia 535

Pouca luz


Xperia E4 Dual vs Moto E 2ª Geração vs Lumia 535

Flash 


Xperia E4 Dual vs Lumia 535

Funcionalidades

As alterações das fabricantes no sistema Android são sempre um tópico polêmico, e a linha Xperia já tem mudanças mais que consolidadas. Os menus de aplicativos já trazem uma organização própria da Sony que não está entre as mais populares, e muitos serviços já vem pré-embarcados, como os apps Walkman, o Filmes ou o Playstation, além de uma penca de outros apps.

O principal atrativo deste aparelho é a TV Digital, se não faz questão dela, há outros modelos mais interessantes

 

Em vários aspectos, como tela, hardware, precisão do touchscreen e câmera, o Xperia E4 não impressiona. Ele não chega a comprometer em nenhum deles, mas concorrentes na mesma faixa de preço são mais capazes nestas características. Porém ele possui dois trunfos: a TV digital e sua excelente autonomia.

As mexidas da Sony em geral não agradam, especialmente na interface do Android, porém o modo Stamina é indiscutivelmente uma grande adição ao sistema. Apesar de atrasar um pouco o recebimento de algumas notificações, seu impacto é tão positivo na autonomia que a troca é mais que justa.

Quem está cogitando este perfil de smartphone, com TV, dual-SIM e boa bateria, deve também levar em consideração o Moto E de 2ª Geração, que além destes recursos traz uma performance superior, mais armazenamento e mexidas menos intrusivas no sistema Android. Mas o Xperia E4 também tem lá suas vantagens: ele faz fotos menos ruins que o Moto E e seu display de 5 polegadas é mais amplo, uma boa pedida justamente para quem faz questão da TV digital

Conclusão

 

Avaliação: Sony Xperia E4 Dual

Design
7.0
Performance
7.0
Autonomia
9.0
Funcionalidades
8.0
Câmera
7.0

 

PRÓS
TV digital com antena integrada
Excelente autonomia
CONTRAS
Performance baixa
Touchscreen impreciso
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.