ANÁLISE: Kingston HyperX Cloud II

Menos de um ano depois do lançamento do HyperX Cloud, primeiro acessório para gamers da história da HyperX, a divisão gamer da Kingston lançou um outro headset, o Cloud II. O fone de ouvido chegou com funções bem diferentes, como surround virtual 7.1 e um controle de som USB. Por ser compatível com Stereo 3,5 mm, o headset também é bastante versátil, e pode ser usado em tablets, smartphones ou no PS4, por exemplo. Ou seja, você basicamente vai poder passar metade do seu dia com ele nos ouvidos (apesar de que os médicos não recomendam isso).

Especificações Técnicas do Headset
Tipo de transdutor: dinâmico Ø 53mm com ímãs de neodímioPrincípio operacional: fechado
Resposta de frequência: 15Hz–25,000 Hz
Impedância nominal: 60 Ω por equipamento
SPL nominal: 98±3dB
T.H.D.: < 2%
Capacidade de desempenho de energia: 150mW
Som no ouvido: circumaural
Atenuação de ruído ambiente: aprox. 20 dBa
Pressão do arco: 5N
Peso: 320g
Peso incluindo microfone e cabo: 350g
Comprimento e tipo de cabo: 1m + 2m extensão
Conexão: mini plugue estéreo (3.5 mm)

Especificação Técnica do Microfone
Tipo de transdutor: condensador (back electret)
Princípio operacional: gradiente de pressão
Princípio polar: cardióide
Fonte de energia: Alimentação AB
Tensão na alimentação: 2V
Consumo da corrente: máx 0.5 mA
Impedância nominal: ≤2.2 kΩ
Tensão em circuito aberto: at f = 1 kHz: 20 mV / Pa
Resposta de frequência: 50–18,000 Hz
THD: 2% a f = 1 kHzbr> Máx. SPL: 105dB SPL (THD ≤1.0% a 1 KHz)
Saída do microfone: -39±3dB
Comprimento do microfone: 150mm (inclui haste flexivel)
Diâmetro da cápsula: Ø6
Conexão: mini plugue estéreo (3.5mm)


Design
É difícil pensar em headsets gamer sem pensar em extravagâncias: luzes que acendem (ou piscam), cores fortes como azul claro ou verde e formas que parecem tecnologia alienígena. Para a sorte de quem gosta de visuais mais sóbrios (meu caso), o Cloud II não possui nenhum desses exageros. Nas duas variantes que estão disponíveis no Brasil até o momento, o headset é predominantemente preto. Na versão que recebemos para teste, ele é ainda mais discreto, pois os detalhes são em prata metalizado. Mas ainda há uma variante com detalhes em vermelho. Para a infelicidade de quem gostaria de um modelo mais chamativo, a versão branca e rosa ainda não veio para cá.

O fone de ouvido é um dos mais resistentes que eu já usei Â– e isso é um relevante, vindo de alguém tão desastrado e descuidado quanto eu. A sensação que o Cloud II passa é a mesma que headsets levemente mais caros. Há detalhes em metal que o deixam bastante robusto, e a sua alça feita em couro sintético possui costuras precisas. Há duas opções de revestimento para as conchas do fone, uma de couro e outra de veludo. As duas vêm na caixa do headset, e podem ser trocadas a qualquer momento. Pessoalmente, eu achei a de veludo mais confortável, o que ajudou durante longas jogatinas. Para ouvir música, eu gostei mais das conchas de couro, que isolam melhor o som. Com elas, eu poderia ter alguém falando bem alto do meu lado e não ouvir praticamente nada do que estava sendo dito.

Outro ponto positivo do design está na excelente ergonomia. Com a concha de veludo, eu cheguei a passar um período de mais de 6 horas usando o headset sem sentir algum grande desconforto, mesmo usando óculos. Em muitos momentos eu cheguei a esquecer que eu estava com o headphone na cabeça. Incluindo o microfone e o cabo, o Cloud II pesa 320g. Não é o modelo mais leve do mercado, mas ele pesa 30g menos que o primeiro Cloud, o que já é uma bela (e perceptível) melhoria. A única falha que eu conseguir enxergar no design do Cloud II está na tampa de seu microfone destacável. Ela é uma peça bem pequena de silicone, que pode ser perdida muito facilmente se o usuário não for muito cuidadoso.

Áudio e microfone
Finalmente chegamos na parte que interessa. A qualidade do áudio dos dois drivers de 53 mm é boa, proporcionando sons de frequências aguda e intermediária com excelente definição e graves bem decentes, mas que podem ficar um pouco fracos se a placa de som USB não for utilizada. Este fone definitivamente não é daqueles que exageram tanto nos graves a ponto de abafar as outras frequências. Isso faz com que o Cloud II se saia bem tanto para o uso em games quando para escutar músicas.

O Virtual Surround 7.1 é exatamente o que você pode esperar dele. A tecnologia é ativada através de um botão localizado na placa de som USB do headset, Ao ligá-la, o headset passa a processar o áudio, e utiliza uma mistura do sons que vêm para os canais esquerdo e direito para criar maior sensação de profundidade. Isso de fato ocorre, e faz com que você passe a ouvir melhor sons ambientes, como pessoas caminhando ao fundo ou um rio correndo, e tenha uma noção levemente melhor da direção de onde vêm esses efeitos. Mas não espere nenhum milagre, ainda mais se você já tiver uma placa de som (mesmo que onboard) decente. Esse recurso definitivamente possui um apelo muito maior para aqueles que possuem placas-mãe mais baratas, ou para quem joga em notebooks, e que vão conseguir uma melhor qualidade de áudio utilizando a placa no próprio Cloud II.

Infelizmente, apertar o "botão 7.1" é uma das poucas opções de customização que o Cloud II oferece. Não há nenhum software próprio da Kingston para que você altere as opções de acordo com preferências pessoais. Com isso, não existe algo vemos em alguns outros fones, que é a presença de configurações pré-determinadas, que otimizariam o headset para ouvir música ou para assistir filmes, por exemplo. Ao menos a placa de som USB inclui controles de volume diferentes para fone e microfone, assim como um botão na lateral que permite dar mute no microfone de maneira mais rápida.

O microfone tem exatamente a qualidade que você poderia esperar de um headset do tipo. Ele produz sons bem claros, que servem bem para se comunicar em jogos online, ou em conversas via Skype. Logicamente, ele não tem qualidade suficiente para substituir um microfone profissional para gravações, mas essa também nem é sua proposta. Destaque para a função de cancelamento de ruído, que é bastante eficiente em abafar barulhos de fundo, desde o barulho de alguém digitando no teclado até pessoas falando.

Com design discreto e conforto acima da média, o Cloud II é daqueles fones que dá para usar por várias horas seguidas sem sentir desconforto. A placa de som USB com suporte a Virtual Surround 7.1 é especialmente útil para quem tem PCs mais modestos ou quem joga em notebooks. Independente disso, o som do fone possui boa definição, com graves decentes que não abafam os sons mais agudos e intermediários Â– o que ajuda bastante no caso de games.

O cancelamento de ruído do microfone e a placa de som com Virtual Surround 7.1 representam bons avanços em relação ao primeiro Cloud. Porém, uma crítica que fizemos ao Cloud original segue valendo para o Cloud II: ele custa um pouco mais caro do que deveria. Até por isso, os R$ 399,00 que custa o HyperX Cloud podem ser tornar uma boa opção para quem não liga muito para o Virtual Surround 7.1. Você terá o mesmo conforto e um fone praticamente igual ao Cloud II. Mesmo assim, se o usuário decidir que os novos recursos compensam Â– o que deve acontecer no caso de donos de notebooks Â– os R$ 499,00 valem uma conferida.

Conclusão

 

Avaliação: Kingston HyperX Cloud II

Áudio
9.0
Design
9.5
Acabamento
10.0
Microfone
8.5
Preço
7.5

 

PRÓS
Bastante confortável
Boa qualidade de som
Excelente isolamento
Bom acabamento
CONTRA
Placa de som é mais útil para notebooks e PCs mais modestos
Poderia custar um pouco menos
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.