ANÁLISE: Corsair Vengeance LPX DDR4 16GB 2800MHz

ANÁLISE: Corsair Vengeance LPX DDR4 16GB 2800MHz

Com lançamento do chipset X99 e dos processadores Core Haswell-E da Intel, finalmente temos a primeira plataforma com suporte a memórias DDR4. Consequentemente, o mercado também estÁ recebendo a primeira leva de kits de algumas das principais marcas compatíveis com este novo padrão. Hoje analisaremos o kit Vengeance LPX de 16GB (4x4GB) com clock de 2800MHz da Corsair,  que traz modelo CMK16GX4M4A2800C16, com timing de 16-18-18-36.

Em cenÁrio internacional o kit chegou custando U$385, mas é possível encontrar kits da mesma linha e mesma capacidade, porém com velocidade de 2133MHz, por U$270. No Brasil o mesmo kit beira os R$2.000.


O que DDR traz de novo

Em relação às memórias DDR3, as memórias DDR4 possuem, principalmente, possibilidade de maior capacidade, maior escalabilidade de desempenho e maior eficiência energética, além de menor consumo de energia com módulos de 1.2v a 1.35v.

O porém, é que apesar das memória DDR4 alcançarem clocks bem mais altos, atualmente perdem em muito quando se trata de timings. Enquanto um kit DDR3-2133MHz normalmente roda em CL10-CL11, os atuais DDR4-2133MHz rodam em CL15. Com o tempo essa situação deverÁ mudar, mas atualmente esse é o cenÁrio independente da marca/modelo do kit.

Abaixo uma tabela com algumas das principais diferenças, para ver uma tabela com mais dados comparativos acesse esse link no site da Micron.

É importante ressaltar que as memórias DDR4 não possuem retrocompatibilidade. Logo, só podem ser instaladas em placas-mãe compatíveis com a nova tecnologia. O usuÁrio que quiser usar as novas memórias RAM precisarÁ investir também em uma CPU de última geração Intel Core Extreme com uma mainboard com chipset X99, atualmente a única plataforma para consumidores domésticos que suporta o DDR4. É importante ainda destacar que a série X99 não terÁ compatibilidade com a memórias DDR3 em nenhuma versão, o que significa que quem quiser partir para a nova plataforma de alto desempenho da Intel também fica obrigado a adquirir memórias no novo padrão.

No vídeo abaixo criado pela Corsair vemos algumas das principais características da linha Vengeance LPX.

Outros recursos da Corsair Vengeance

Disponível em vÁrias cores
A nova memória da Corsair estÁ disponível em três cores diferentes: azul, preto e vermelho.

Compatibilidade testada
Todos os modelos passam por uma série de testes de desempenho e compatibilidade em quase todas as placas-mãe X99 Series do mercado.

Overclocking de alto desempenho
Os módulos Vengeance LPX são desenvolvidos a partir de um PCB com oito camadas e ICs de memória com alta blindagem. Além disso, possuem um distribuidor de calor que fornece resfriamento efetivo para melhorar o potencial de overclock.

Suporte a XMP 2.0 (overclocking automÁtico)
As novas memórias Corsair suportam o novo padrão XMP 2.0 disponível em placas-mãe com base em Intel X99. Ao ativÁ-lo, a memória ajustarÁ a velocidade automaticamente para a mais segura e rÁpida possível.

Design de perfil baixo 
Os módulos Vengeance LPX possuem formatos pequenos para caber até nos gabinetes menores como as futuras placas-mãe Mini-ITX e Micro ATX com suporte à DDR4.

Fotos

Abaixo uma série de fotos do kit analisado, que é composto por 4 módulos de 4GB totalizando os 16GB do kit.

Como podemos ver, a Corsair adotou design com altura baixa, sem dissipadores altos que acabariam gerando incompatibilidade com certos modelos de coolers a ar de alto desempenho. Essa é uma característica bastante favorÁvel a essa linha de memórias.

Módulos DDR4 vs DDR3
Nas fotos abaixo, colocamos lado a lado um  módulo do kit analisado com um módulo DDR3. De primeira jÁ vemos que o comprimento e espessura foram mantidos como aconteceu em "atualizações" anteriores, mudando apenas a pinagem de conexão com o slot da placa-mãe.

Uma curiosidade é que as memórias DDR4 trazem parte das conexões mais baixas (ver fotos abaixo), o motivo seria um "acordo" entre as empresas para criar uma forma de encaixe mais simples e prÁtica do que os padrões anteriores. Todo módulo de memórias DDR4 deverÁ usar esse conceito.

Sistema Utilizado

Para os testes utilizamos uma mÁquina top de linha baseada em uma mainboard MSI X99S Gaming 7 com processador Intel Core i7 5960X. Abaixo algumas fotos, reparem na altura do kit, consideravelmente abaixo do cooler, mesmo que ele avançasse sobre as memórias, não criaria incompatibilidade, coisa que deve acontecer com muitos kits com dissipadores mais altos. Essa é uma característica extremamente favorÁvel a série Vengeance LPX DDR4, especialmente porque não comprometeu a sua velocidade, argumento utilizado por alguns fabricantes, como a própria Corsair dependendo da linha/modelo.

OBS.: Algumas fotos foram tiradas com as memórias instaladas sobre a placa-mãe Gigabyte X99-Gaming G1 WIFI, mas os testes foram feitos sobre a MSI X99S Gaming 7 devido melhor compatibilidade com os kits analisados e seus perfis XMP.

Abaixo detalhes da mÁquina, sistema operacional, drivers, configurações de drivers e softwares/games utilizados nos testes.

MÁquina utilizada nos testes:
- Mainboard Gigabyte X99-Gaming G1 WIFI
- Processador Intel Core i7 5960X
- Placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 980 (referência)
- SSD Corsair Neutron GT 240GB
- HD 2TB Sata3 Seagate Barracuda

- Fonte XFX 850W Black Edition
- Cooler Noctua NH-U12S

Sistema Operacional e Drivers
- Windows 8.1 Pro 64 Bits
- Intel INF 10.0.22
- NVIDIA GeForce 344.75 WHQL

Aplicativos/Games
- AIDA 4.xx
- CineBENCH R15
- x264 FHD Benchmark 1.0.1
- Metro: Last Light (DX11)

CPU-Z
Abaixo a tela SPD do aplicativo CPU-Z mostrando detalhes dos módulos desse kit, assim como telas mostrando os clocks utilizados nos testes, no caso, um deles em configuração default (com o kit trabalhando a 2133MHz) e os outros dois utilizando os perfis XMP, 2800MHz e 3000MHz respectivamente, sendo o último um perfil overclockando o kit.

Vale destacar ainda que os perfis XMP podem overclockar o processador, dessa forma tendem a trazer mais ganho de desempenho, não necessariamente com um clock mais alto das memórias, mas sim do processador.



2133MHz (xmp disable) | 2800MHz (xmp perfil 1) | 3000MHz (xmp perfil 2)

Compatibilidade

Na tela do kit usando o perfil xmp de 3000MHz podem notar que ele estÁ trabalhando em triple channel, mesmo com os 4 módulos instalados em configuração quad channel, sem que tenhamos feito nenhuma alteração sobre os testes com os clocks inferiores. Isso aconteceu com o kit instalado sobre a placa-mãe MSI X99S Gaming 7 e também no modelo da Gigabyte. Ao ligar o sistema o cpu-z mostrava o kit em modo quad channel, mas aleatoriamente depois de um teste "caia" para triple channel, nos levando a concluir que devido a uma possível exigência do sistema ocasiona a diminuição da quantidade de canais que o kit trabalha. Isso explica parcialmente a queda de desempenho do sistema quando rodando em 3000MHz comparado a 2800MHz. Parcialmente porque o perfil de 2800MHz aumenta um pouco mais a frequência do processador e faz o mesmo trabalhar 50MHz acima do perfil de 3000MHz, naturalmente impactando no desempenho.

Nas duas placas-mãe que instalamos o kit, ambos modelos de alto desempenho, notamos que ainda existe um grande problema de compatibilidade com os clocks mais altos. Esse problema não é exclusivo desse kit analisado, jÁ que também constatamos o mesmo problema com um kit da Kingston que publicaremos a anÁlise nos próximos dias.

Esses problemas de compatibilidade tendem a ser resolvidos com atualizações de BIOS das placas-mãe (tivemos melhora na estabilidade após atualizarmos para as últimas versões disponíveis de BIOS das mainboards utilizadas). Outra melhoria acontecerÁ naturalmente com otimizações em futuros kits e placas-mãe.

AIDA64 - Memory
Para começar os testes de desempenho das memórias comparadas utilizamos o aplicativo AIDA64. Abaixo os resultados.

CineBENCH R15
Utilizamos o CineBench para nosso primeiro teste de processamento, ele "mete" o desempenho do sistema convertendo uma imagem.

x264 Full HD Benchmark
JÁ o teste x264 FHD mede o desempenho do sistema convertendo uma imagem em formato FullHD, o resultado é apresentado em FPS, confiram:

Metro Last Light
Por fim medimos o comportamento do sistema rodando o game "Metro: Last Light", uma referência de qualidade grÁfica em games para PC.

Conclusão

Avaliação: Corsair Vengeance LPX DDR4 16GB 2800MHz

Performance
9.5
Acabamento
9.0
Compatibilidade
9.5
Preço
8.0

O lançamento dos processadores Haswell-E e chipset X99 da Intel trouxeram junto o suporte as tão esperadas memórias DDR4, que  chegam cerca de 7 anos após as memórias DDR3. Inicialmente esse novo padrão de memórias é suportado exclusivamente por essa plataforma, socket LGA 2011-v3, sendo incompatível com outras plataforma, seja Intel ou AMD.

Como os grandes destaques das memórias DDR4 sobre as memórias DDR3 temos o menor consumo de energia, possibilidade de frequências mais altas e maior largura de banda, todas características interessantes na teoria, mas que na pratica o usuÁrio de computador desktop não verÁ grande diferença, ficando por conta de outros componentes do sistema a responsabilidade de aumentar o desempenho.

A linha Vengeance LPX foi desenvolvida com com 8 camadas(layers) e dissipadores de calor feitos com alumínio puro, prometendo dissipação mais rÁpida e eficiente. O suporte a versão 2.0 do XMP promete melhor comportamento em overclock, que no caso desse kit realmente funcionou bem, mas as placas-mãe ainda precisam melhorar a questão de compatibilidade com kits DDR4, algo que acontecerÁ naturalmente com o tempo, em grande parte dos casos via atualização de BIOS. Este tipo de evolução é natural, jÁ que trata-se de uma tecnologia com pouco tempo no mercado.

A Corsair criou módulos em três cores diferentes, possibilitando optar pela cor que combina com os demais componentes do sistema, preto, vermelho e azul. Mas o maior destaque no aspecto visual/design estÁ no fato do design de perfil baixo, isso quer dizer maior compatibilidade, especialmente quando se trata de coolers a ar de alto desempenho, que em grande parte dos casos avançam sobre os slots de memórias, dependendo da altura dos dissipadores, gerando incompatibilidades e as vezes até mesmo inviabilizando a instalação, algo que não acontecerÁ com as memórias da linha Vengeance LPX, características positiva de bastante importância.

Composto por 4 módulos de 4GB (4x4GB = 16GB), o sistema vai rodar em "quad channel", o que existe de melhor nesse tipo de tecnologia. O porém é que em ambos os modelos de placas-mãe que testamos tivemos problemas com o perfil mais alto de 3000MHz, que após rodar alguns testes o sistema diminuía automaticamente de quad para triple channel, mas mantendo os 16GB de ram, algo curioso e que mostra algum problema, provavelmente relacionado a mainboard e que tende a ser corrigido via atualização de BIOS.

Os timings dos kits DDR4-2133MHz ainda estão bastante altos quando comparamos com kits DDR3-2133MHz. Enquanto os atuais kits DDR4 nessa velocidade vem normalmente com CL15, kits DDR3 jÁ trabalham em CL10-CL11. Com o tempo os kits DDR4 tendem a melhorar essa característica, mas no cenÁrio atual essa é a realidade, que pesa contra o novo formato.

Fora do Brasil o kit de 16GB analisado, com clock de 2800MHz, estÁ custando U$380 atualmente, mas um kit de mesma capacidade com clock de 2133MHz custa U$264, mais de U$100 dólares que serão melhores aproveitados se aplicados em algum outro componente para o sistema.

Fora do país, os kits DDR4 custam pouco acima dos kits DDR3 de mesma capacidade com velocidade igual ou próximas, por aqui não é muito diferente, especialmente porque os modelos DDR3 mais rÁpidos são bastante caros. Os kits DDR4 naturalmente chegam com valores altos por se tratar de novidade e também pela questão de limitação de modelos e, inicialmente, compatibilidade apenas com a plataforma de mais alto desempenho do mercado. 

Kit tem alto desempenho, bom potencial para overclock e boa compatibilidade, naturalmente com preço de produto entusiasta

PRÓS
Alta velocidade com baixo consumo de energia
Bom comportamento em overclock com perfil xmp disponível
Design com perfil baixo não gera incompatibilidade com coolers a ar de alto desempenho
CONTRA
Apesar da alta velocidade, não traz ganho de desempenho prÁtico na maioria das aplicações cotidianas
Timings ainda altos comparados a kits DDR3 de mesma velocidade
Assuntos
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.