ANÁLISE: LG G3

ANÁLISE: LG G3

LG G3 é o novo topo de linha da empresa sul-coreana, e sucessor do bem-avaliado G2. Diferente do G Flex, com um ar mais experimental, o G3 não vem com nenhuma estripulia como uma tela curva, e tem especificações bem semelhantes aos seus rivais, exceto em um aspecto: a resolução de tela.

Vídeo: Todos os smartphones topo de linha analisados no menor tempo possível

Enquanto rivais como o Galaxy S5, da Samsung, e o Xperia Z2, da Sony, "pararam" no FullHD, a LG trouxe uma tela com resolução Quad HD, colocando este modelo na liderança neste aspecto.

Nas demais características, temos um modelo bem alinhado com o que esperamos de um topo de linha: câmera de ótima resolução e responsividade, design de alta qualidade e diversos recursos adicionais. 



LG G3

Galaxy S5

Xperia Z2
Processador (CPU)
Snapdragon 801, quad-core, 2.5GHz Snapdragon 801, quad-core, 2.5GHz Snapdragon 801, quad-core, 2.3GHz
Chip GrÁfico (GPU)
Adreno 330 Adreno 330 Adreno 330
Armazenamento
16/32GB (interna) + 128GB (microSD) 16/32GB (interna) + 128GB (microSD) 16GB (interna) +
128GB (microSD)
Memória RAM
2/3GB 2GB 3GB
Sistema operacional
Android 4.4.2
Android 4.4.2 Android 4.4
Câmeras
Traseira 13MP / Frontal 2.1MP Traseira 16MP/Frontal 2MP Traseira 20.7P / Frontal 2.2MP
Tela
HD IPS LCD 5.5'' (1440 x 2560) Super AMOLED 5.1" (1080 x 1920) LED IPS LCD 5.2'' (1080 x 1920)
Dimensões
146.3 x 74.6 x 8.9 mm 142.0 x 72.5 x 8.1 mm 146.8 x 73.3 x 8.2 mm
Peso
149g 145g 158g
Bateria
Li-Ion 3000 mAh Li-Ion 2800 mAh Li-Ion 3200 mAh
LTE
Preço
R$1.699,00 R$1.699,00 R$2.100,00


Such tela, much pixels

Não tem como falar de outra coisa antes. A tela do LG G3 é mesmo impressionante. A resolução Quad HD deste display faz muita diferença no consumo de multimídias e na hora de ver as fotos que você bateu. Você não sente necessidade alguma de revê-las no PC: todos os detalhes estão ali, jÁ na tela do smartphone. Mesmo os menores detalhes da interface, como a porcentagem de bateria, socada na barra superior, é exibida de forma nítida e sem serrilhados.

A ergonomia do G3 é bem interessante. Apesar de ser levemente mais espesso e pesado que concorrentes, eu acho este modelo superior ao G2. A mudança no acabamento da carcaça em plÁstico para algo que simula o aço escovado dÁ mais segurança na pegada do aparelho, diferente do que acontecia com o plÁstico liso e lustroso do G2. A gordurinha extra também caiu bem: seu formato arredondado na parte traseira melhorou a ergonomia do aparelho.

 

O botão na parte traseira segue na mesma lógica do antecessor: não é melhor nem pior, só é diferente. No começo é estranho, mas em pouco tempo você fica habituado. A redução do tamanho do botão de desbloqueio trouxe um benefício e um problema: na hora de colocÁ-lo na mesa, ele não fica mais com um desnível como acontecia com o G2 e seu botão "saltado", mas em compensação ficou mais difícil de localizar onde ele estÁ. No fim, você acaba usando este botão apenas para bloquear a tela, mérito do desbloqueio pelo Knock Code, que falaremos em breve.


Câmera digna de um topo de linha

A LG fez o dever de casa na câmera deste aparelho. Além de um sensor de 13 megapixels de ótima qualidade, ele tem dois "sidekicks responsa": o flash de duas cores e o sensor laser.

O sensor laser atua na hora do foco. Ao invés da câmera ficar só indo "para frente e para trÁs" até ver em que ponto os ajustes ficaram melhores, o sensor laser jÁ responde de forma instantânea com a informação da distância dos objetos. Isto encurta o tempo de resposta da câmera, que leva menos de um segundo para focar e costuma acertar bastante, mesmo quando você aperta logo o botão e não dÁ muito tempo para câmera focar.


A câmera frontal (última foto) faz imagens com resolução FullHD, e jÁ serÁ mais que os suficiente para os poucos momentos que utilizÁ-la, como conversas por vídeos ou as selfies que você não devia estar fazendo. Na hora dos vídeos, a câmera é capaz de filmar em UltraHD (4K), logo vai ser mais que o suficiente até para os futuros televisores de maior resolução.

Quem estÁ de olho em um smartphone que faça ótimas fotos, o LG G3 deve estar entre os modelos cogitados. 


Performance e autonomia na média

Equipado com um Qualcomm Snapdragon 801 e uma GPU Adreno 330, o G3 tem disponível um dos mais poderoso hardwares existentes em dispositivos móveis. Como resultado, o sistema opera de forma fluída, e o smartphone não encontra dificuldade nenhuma na hora de rodar aplicações. Esta é uma informação importante, jÁ que a tela de alta resolução tem entre seus inconvenientes o impacto na peformance, ao exigir mais esforço para renderizar pixels.




Apesar da potência, o G3 ficou atrÁs do Xperia Z2, um aparelho com especificações semelhantes, em muitos de nossos testes. Estes aproximadamente 10% de vantagem do modelo da Sony podem ficar por conta de duas coisas: a tela de menor resolução e as modificações das duas empresas no sistema Android.

Mesmo não sendo o mais potente entre todos os aparelhos, é difícil afirmar que a perda é grave: o aparelho ainda desempenha suas funções de forma excelente

A duração de bateria segue a formula desta geração: um dia tranquilo, dois dias se maneirar no uso. O aparelho traz um recurso de economizar energia depois de baixar dos 30% que ajuda a aumentar a duração da bateria, e que funciona bem. Apesar de não ter a eficiência do presente no Z2 ou o Galaxy S5, tem como vantagem também ser menos agressivo na hora de desativar funções ou fechar apps.


Boas mexidas no Android

Alterações no sistema é algo que sempre preocupa na hora de avaliar um sistema Android. Muitas vezes as fabricantes passam do ponto na hora de colocar seus recursos no sistema e, felizmente, nos últimos tempos, algumas vem aprendendo a maneirar. A LG fez boas alterações neste modelo, com algumas funções bem interessantes.

De todos os adicionais, meu favorito é o Knock Code. A empresa sul-coreana evoluiu o Knock ON, e agora uniu o destrave da tela com a senha de segurança do aparelho. Funciona da seguinte forma: você define um padrão de batidas na tela, que quando feito jÁ liga o display e destrava o aparelho. É um jeito bastante Ágil de fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

O Knock Code é integrado com a função de Visitante. Você determina quais apps darÁ acesso a algum usuÁrio não cadastrado, e um novo código para destravar o aparelho com este usuÁrio. Assim fica fÁcil emprestar o celular para alguém por "um instantinho", e garantir que ele não abuse de sua boa vontade.

Outros adicionais incluem o QSlide, que possibilita colocar dois apps ocupando apenas parte da tela, além do sempre bem-vindo QRemote, um app muito útil que usa o laser para controlar alguns eletrodomésticos, como ar-condicionado ou televisores.

Como sempre, hÁ relatos que dÁ para ganhar performance neste aparelho tirando o sistema modificado da LG e inserindo uma ROM mais "pura" do Android. Ainda assim, não hÁ do que se queixar: as modificações do sistema trazem algumas funções bem interessantes no G3.


Conclusão

O LG G3 traz novidades à mesa: sua tela Quad HD é algo que nenhum concorrente trouxe, neste segmento de smartphones com 5.5 polegadas. A resolução adicional traz efeitos interessantes, mas ao mesmo tempo algumas consequências indesejadas. Ao mesmo tempo que nos traz uma definição de imagem sem concorrente, consome mais bateria e performance do sistema.

Apesar desta dicotomia, nem a vantagem nem a desvantagem desta tela tem uma influência determinante: a imagem é ótima, mas nada que torne o Full HD algo intragÁvel. O consumo de energia aumenta, mas a bateria ainda é suficiente para aguentar um dia inteiro de uso intenso.

Por conta disto, na hora de escolher entre este modelo e os demais topo de linha disponíveis, outros fatores devem entrar na conta, como a resistência à Água - o G3 não tem - a qualidade da câmera, as modificações no sistema Android - aqui vejo um ponto forte deste aparelho - e o design do dele. Na disputa entre o Xperia Z2, Galaxy S5 e LG G3, se o que você busca é uma tela fantÁstica, uma câmera de alta qualidade e um dispositivo de boa performance, tudo isto sem a necessidade de ser à prova d'Água ou poeira, o G3 é uma opção que você deve cogitar.

O LG G3 é o aparelho para quem busca um smartphone com a melhor tela disponível no mundo Android

 

PRÓS
Ótima câmera
Boa ergonomia
Tela de altíssima resolução
Softwares adicionais interessantes
CONTRAS
Maior consumo de bateria
Performance levemente abaixo dos concorrentes
Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube