ANÁLISE: Oddworld: New 'n' Tasty

ANÁLISE: Oddworld: New 'n' Tasty

"Oddworld: Abe's Oddysee - New n' Tasty" é o remake em alta definição para Playstation 4 (e PS3) do clÁssico lançado para PS1 e PC em 1997. E exatamente como no jogo original, "New n' Tasty" tem uma excelente combinação de trechos de plataforma com puzzles desafiantes ao mesmo tempo em que mantém a dificuldade acima da média, garantindo sempre a diversão na jogatina. As melhorias grÁficas aqui são muita boas, trazendo um aspecto bem mais moderno ao título e servindo como um ótimo pretexto para quem não teve a oportunidade de jogar anteriormente.

Leia a anÁlise abaixo. 


História e Jogabilidade

Na maioria dos jogos de plataforma, a história é um mero pretexto para dar ao jogador a interatividade necessÁria para poder resolver uma infinidade de quebras-cabeças. Com "Oddworld: Abe's Oddysee - New n' Tasty" não é diferente. Você é Abe, um membro dos Mudokons, a raça escravizada pelos Glukkons, a espécie dominante no universo do jogo. Seu objetivo mÁximo na aventura é libertar o maior número possível de prisioneiros pelos cenÁrios ao mesmo tempo em que põe fim à tirania do rei Molluck, que tem planos de transformar toda a população de Mudokons em carne só para compensar a queda gigantesca de produção na sua fÁbrica RuptureFarms.  

O ponto mais forte do game é a jogabilidade. Os elementos de plataforma 2D e os puzzles estão por todos lados e, junto com inimigos bem impiedosos espalhados pelos pontos mais estratégicos dos cenÁrios, resultam numa dificuldade crescente que se torna cada vez mais interessante de se jogar. Sua rotina no jogo serÁ a de puxar muitas alavancas, subir e descer em vÁrias plataformas, atravessar portais para alcançar novas Áreas (às vezes secretas), coletar itens de ajuda e testar as combinações possíveis de formas de superar alguma barreira.

Muitas vezes serÁ necessÁrio repetir a sequência de resolução dos quebra-cabeças, pois alguns deles necessitam de tempo exato ou de algumas variações na posição de objetos e do personagem em relação às armadilhas para poder chegar à próxima tela. Tudo depende, é claro, de quantas vezes você morrer durante o processo até aprender o padrão de resolução mais eficiente e correto. Na maioria das vezes, essa condição é divertida por ser desafiadora e instiga a continuar tentando fazer o seu melhor. Mas pode se tornar um pouco irritante se acontecer muitas vezes seguidas. 

 

 

 

Uma das partes mais interessantes é que Abe ainda possui poderes mentais que o tornam capaz de se apoderar de outros corpos e controlÁ-los da forma como mais lhe convir. Dessa forma, é frequente você usar esse recurso para incorporar inimigos e fazê-los duelar uns contra os outros, limpando a Área de perigos e facilitando o seu progresso pelo jogo.

JÁ a parte mais legal - e cômica - fica na comunicação entre os Mudokons: ela é feita através dos direcionais digitais, em que cada um dele emite um tipo diferente de som, podendo ser um assobio curto, outro assobio longo, uma risada rÁpida e um pum nada discreto. O acesso a algumas Áreas do game só é conseguido se o jogador repetir exatamente a sequência feita pelo guardião do local. Algumas dessas sequências são bem grandinhas e vão exigir memorização dos comandos. Ainda bem que não é nada muito complicado.  


GrÁficos e Áudio

Os grÁficos de "Oddworld: Abe's Oddysee - New 'n Tasty" são muito bonitos. Em comparação com o game original, as texturas, os detalhes nos cenÁrios, a utilização precisa de cores nos ambientes, o design dos personagens, a iluminação e as animações nas cenas estão obviamente bem mais vívidos, naturais e realistas do que antes. Tudo é bastante convincente e caprichado, colaborando imensamente na imersão do jogador com a atmosfera única do game. 


O Áudio também tem grande importância na experiência. A trilha sonora é frequentemente muito bem aplicada à cada situação de jogo e costuma variar entre melodias mais serenas e outras mais brincalhonas, mas nunca sem se deixar levar pelo pieguismo ou ser bobinho demais. O mais bacana mesmo são as vozes dos personagens e os sons de comunicação entre si que eles fazem, todos bem cômicos e característicos da raça dos Mudokons, acrescentando uma boa dose de envolvimento com aquele universo.   


Considerações

Para quem curte games de plataforma 2D com quebra-cabeças desafiantes e dificuldade acima da média, o remake "Oddworld: Abe's Oddysee - New n' Tasty" é uma aventura mais do que indicada, principalmente se você faz parte do grupo dos que não tiveram a chance de jogar o game original. Quem for fã ou jÁ estiver familiarizado com a franquia deve considerar, pelo menos, fazer um teste, pois o visual repaginado agrada bastante e a experiência como um todo transparece as ótimas lembranças nascidas em 1997. É claro que, tudo isso deve levar em conta o preço de US$29.99 que, particularmente, julgo ser um pouco salgado. Por isso, para o segundo grupo, pode ser uma boa aguardar mais um pouco até que o valor seja menor. A menos que você seja entusiasta incondicional da série ou tenha sido seduzido pela estética única do jogo - algo não muito improvÁvel de acontecer.

PRÓS
GrÁficos modernos: texturas, cores, animações, cenÁrios e design caprichados
Excelente combinação de plataforma 2D com puzzles desafiantes
Dificuldade crescente sustenta a diversão
Atmosfera convidativa à jogatina e vozes únicas dos personagens
Áreas secretas bem escondidas
Resgatar todos os Mudokons é um desafio extra bem contextualizado
CONTRAS
Morrer resulta em repetições entediantes para resolver alguns puzzles
Atrasos na resposta dos controles causam mortes banais
Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.